sexta-feira, março 10, 2006

ASSÉDIO SEXUAL

Tema sempre recorrente nos dias atuais, a Bíblia Sagrada já fazia referência a esta situação em Gênesis.
"Gênesis 39: 7-13 - E aconteceu, depois de tudo isto, que a mulher de seu senhor lançou seus olhos em José e disse-lhe: "Dorme comigo."
8 - Mas ele recusou: "Meu senhor, disse-lhe ele, não me pede conta alguma do que se faz na casa, e confiou-me todos os seus bens.
9 - Não há maior do que eu nesta casa; ele nada me interdisse, exceto tu, que és sua mulher. Como poderia eu cometer um tão grande crime e pecar contra Deus?"
10 - Em vão se esforçava ela todos os dias, falando a José; ele não consentia em dormir com ela e unir-se a ela.
11 - Certo dia, tendo ele entrado na casa para fazer seus serviços, e não se encontrando ali ninguém na casa.
12 - Ela segurou-o pelo manto, dizendo: "Deita-te comigo!" Mas José, largando-lhe o manto nas mãos, fugiu."

Na lição da Bíblia a mulher de Putifar, um oficial egípcio do faraó, chefe da guarda, tentou "deitar-se" com José, mas este resistiu, acabou preso em decorrência da narrativa controversa da mulher de Putifar, que imputou a José a tentativa de seduzi-la...

O legislador brasileiro levou tão a sério esta questão do assédio sexual, que incluiu um artigo através da Lei nº 10.224, de 15 de maio de 2001, que pune com uma pena de detenção, de 1 (um) a 2 (dois) anos. Leia abaixo o teor do artigo do Código Penal:
"Art. 216-A. Constranger alguém com o intuito de obter vantagem ou favorecimento sexual, prevalecendo-se o agente da sua condição de superior hierárquico ou ascendência inerentes ao exercício de emprego, cargo ou função.
Pena - detenção, de 1 a 2 anos."

Psiu!!! Ei!! Galanteador incauto. Agora a chapa tá ficando quente, cuidado pra não dançar a valsa dos arrenpedidos... um pra lá e dois pra cá...

Nenhum comentário: