quarta-feira, março 08, 2006

ELAS MERECEM

Hoje é o dia das grandes homenagens, todos os dias são das mulheres...
A mãe, esposa, amiga, namorada...
Quantas injustiças e sofrimentos elas carregam na labuta diária, em um mundo que nega a sensibilidade e ternura tão comuns nas mulheres.

Mas, não vamos lamentar...
Calmamente, penetrando nas entranhas de nossa alma, deixemos Fernando Pessoa dialogar com o que existe de melhor em nós...

"Amemo-nos tranqüilamente, pensando que podíamos,
Se quiséssemos, trocar beijos e abraços e carícias,
Mas que mais vale estarmos sentados ao pé um do outro
Ouvindo correr o rio e vendo-o.

Colhamos flores, pega tu nelas e deixa-as
No colo, e que o seu perfume suavize o momento -
Este momento em que sossegadamente não cremos em nada,
Pagãos inocentes da decadência.

Ao menos, se for sombra antes, lembrar-te-ás de mim depois
Sem que a minha lembrança te tarda ou te fira ou te mova,
Porque nunca enlaçamos as mãos, nem nos beijamos
Nem fomos mais do que crianças.

E se antes do que eu levares o óbolo ao barqueiro sombrio,
Eu nada terei que sofrer ao lembrar-me de ti.
Ser-me-ás suave à memória lembrando-te assim - à beira-rio,
Pagã triste e com flores no regaço."

Nenhum comentário: