segunda-feira, abril 03, 2006

O Paraíso das mulatas

"O Brasil é o inferno dos negros, o purgatório dos brancos e o paraíso dos mulatos... e das mulatas." A autoria da frase é atribuída ao padre jesuíta João Antônio Andreoni, mais conhecido como Antonil (autor de Cultura e opulência do Brasil por suas drogas e minas) e datada de 1711. É dele de fato, mas trata-se de uma adaptação. De acordo com o jornalista Alberto Dines, a expressão é na verdade de origem inglesa e o autor é John Florio, que afirmou: "A Inglaterra é o paraíso das mulheres, o purgatório dos homens e o inferno dos cavalos." A primeira versão em língua portuguesa é de D. Francisco Manuel de Melo, fidalgo e escritor, degredado na Bahia do século XVII. Antonil foi o segundo a publicar a frase em português. Só acrescentou, de pessoal, a sua homenagem às mulatas da terra. (Em Vínculos do fogo, de Alberto Dines.)

2 comentários:

Direito & Esquerdo disse...

Caro Nelito,

Preliminarmente quero dizer-lhe que não gosto de preto; só de preta.
Na verdade, é só uma piada, porque devemos reconhecer a contribuição dada pelo negros à construção e ao crescimento de nosso país.
Um forte abraçU
Bruno

citadinokane disse...

Bruno,
Cuidado!!!!!