quarta-feira, junho 07, 2006

A partir daqui termina o desespero e começa a tática



Aos amigos e amigas remistas(Xico Rocha, Edu Bueres, Melissa Vinagre e muitos outros),

A inveja é horrível!

Imagino o quanto mexe com o psicológico dos remistas, essa nossa alegria frugal, comedida e de acordo com a grandeza do objeto de nossa satisfação e felicidade, o campeão dos campeões - o Payzão (vocês entenderam!).

Após os resultados da última rodada do campeonato brasileiro da 2ª divisão, antes do início da Copa, de um lado os remistas estão arrefecidos, indóceis, amargurados...

Para homenageá-los separei uma parte do poema de Carlos Drummond de Andrade - Passagem do ano, que julgo retratar o espírito da torcida sofredora azulina:

"O recurso de se embriagar.
O recurso da dança e do grito,
o recurso da bola colorida,
o recurso de Kant e da poesia,
todos eles... e nenhum resolve".

Não gostaria de perder muito tempo falando daquela "coisa"...

O mais importante, passado o desespero das rodadas anteriores, já se pode perceber que as coisas vão se encaixando corretamente, a equipe do Payzão(Paysandú) começa a desenvolver aquele futebol que encantou a América do Sul na Copa Libertadores...

A equipe bicolor paraense já começa a se apresentar como uma das favoritas a levantar o troféu de campeão da 2ª Divisão (campeonato muito difícil de disputar).

Agora chegou o momento da tática, arte de dispor e manobrar as tropas(jogadores) no campo de batalha (mangueirão) para conseguir o máximo de eficácia durante um combate (vitórias). A equipe do Paysandú humilhou em São Paulo a Portuguesa de Desportos (6 x 2) e em seguida não deixou por menos com o Gama (3 x 1), temos que destacar a atuação do "craque" Zé Augusto e do eterno Robgol.

Com relação ao Clube do Remo, este é vice-lanterna, e segundo a análise mais criteriosa, deve ano que vem participar da 3ª Divisão, com amplas chances de retornar em 2008, quiçá, bi-campeã da terceirona.

Louis Armstrong dizia: "O céu é azul, as nuvens são brancas e o mundo é maravilhoso..."

7 comentários:

Navi Leinad disse...

A velha leoa descendo pra terceirona de novo, só volta a disputar a série "B" em 2106, porque eles só ganham nacional de 100 em 100 anos! Já o Papão, na pior das hipóteses, ganha de 10 em 10 anos! Portanto, 2012 provavelmente estaremos na elite novamente. Isso é na pior das hipóteses, vale ressaltar!

Anônimo disse...

Nobre amigo.
Quando a natureza foi criada em sete dias, quando a natureza prepara em 36 semanas o ser humano, obedecemos a lógica do tudo tem seu tempo.
A gesta é feita de atos de bravura e também de covardias, se não vejamos: conheço uma "COISA" que por três vezes tropeçou sob sua incompetência e por deméritos, foi (digamos assim) premiado, agraciado, com uma honrosa vaga na terceira divisão do campeonato brasileiro, atente bem, (3X).
No entanto por meios de negociatas a "coisa", para alegria de uma torcida insana esgueirou-se da honrosa disputa, saliente-se aqui 3X.
Por outro lado o Clube de maior torcida (que paga campo) do Brasil, O MAIS QUERIDO, também tropeçou sob seus deslizes técnicos, sendo rebaixado a chamada terceirona do futebol brasileiro. E aí reside a diferença, SOBERBA E BRAVAMENTE, fomos lá e o resultado, é noticia nacional.
Portanto ilústre companheiro, é cedo, muito cedo, para que os coitado torcedores da "COISA", possam começar dessumir um final vitorioso, muita água ainda passará por baixo da ponte, e quiçá por cima, levando muia coisa junta para a temibilíssima TERCEIRONA.
Pergunto: - Estará a equipe e também esta torcida, preparadas para tal feito.
Saudações Socialistas.
Rocha

Direito & Esquerdo disse...

Dá-lhe Papão Cabeção !!!!

Direito & Esquerdo disse...

Dá-lhe Papão!!!
Bruno Cabeção

citadinokane disse...

Ivan e Bruno,

Em relação aos desvarios escritos pelo intimorato Rocha, nós sabemos o quanto esses torcedores são propensos ao cometimento de loucuras e até a imolação pública...
A desesperança é uma constante na hoste da equipe "brilhosa"(referência necessária aquela camisa alternativa de cor diarréica e ainda por cima brilhosa, pode?!).
O intimorato Rocha juntamente com o "louco" Bueres vivem tomando diazepam direto, levando adiante a pobre existência em termos futebolístico(Clube do Remo), é claro!
Aqui fica os ensinamentos dos antigos gregos, que emprego para desestimular qualquer tentativa de denegrir a imagem do PAYZÃO(Paysandú) conhecido pelos adversários, não sem razão, como PAPÃO DA AMAZÔNIA:
"VIS CUI RESISTI NON POTEST" (FORÇA A QUE SE NÃO PODE RESISTIR).

Pedro

citadinokane disse...

Intimorato Rocha & Louco Bueres,
Solicitei a um amigo que pesquisasse sobre o que foi argumentado por vcs, o resultado da pesquisa é o seguinte: nunca o PAYZÃO jogou uma 3ª Divisão, chegamos a conclusão aqui na redação do blog, o argumento utilizado não passou de retórica, e totalmente falseada pela paixão clubística.
Acrescente-se, participar da 3ª Divisão é uma vergonha!
Não consigo encontrar dignidade e bravura no que foi dito... Retornar ao campeonato da 2ª Divisão é mais do que obrigação, afinal de contas enfrentar times de vendedores de camarão ou amendoins, mais ainda, reparadores de carro(flanelinhas)... É o fim da picada!!!!
Fiquei pensando nos dois - o Intimorato Rocha & o Louco Bueres, e aqui deixo uma parte do poema de Fernando Pessoa que combina com a ânsia de ambos em voltar ao inferno da 3ª Divisão:

"Grandes são os desertos...

Grandes são os desertos, e tudo é deserto.
Não são algumas toneladas de pedras ou tijolos ao alto
Que disfarçam o solo, o tal solo que é tudo.
Grandes são os desertos e as almas desertas e grandes -
Desertas porque não passa por elas senão elas mesmas,
Grandes porque de ali se vê tudo, e tudo morreu.

Grandes são os desertos, minha alma!
Grandes são os desertos."

Um forte abraço aos construtores de um novo mundo,
Pedro

citadinokane disse...

Ivan,
Acredito na força que vem da gente alvi-azul, se não for possível ser campeão agora, com certeza ficaremos entre os quatro primeiros, sem dúvida alguma estaremos no lugar que é nosso - a 1ª Divisão.
Com relação aos leoninos, realmente não havia atentado para o detalhe, eles são campeões nacionais de 100 em 100 anos.
Um abraço,
Pedro