sábado, julho 22, 2006

Alguém que me fazia triste, morreu.



Morreu e foi sepultado ontem uma pessoa que me causou muita tristeza na minha infância e parte da adolescência - Alcino (Negão Motora), vestindo a camisa 9 do Clube do Remo, infernizou a vida de todos os bicolores nos idos dos anos 70. Apesar de encarnar um dos primeiros Bad Boy do futebol paraense, não podemos deixar de prestar a nossa homenagem ao grande centro-avante azulino, jogou também no Grêmio de Porto Alegre e na Portuguesa de Desporto de São Paulo. Por ironia do destino já num momento de baixa de sua carreira jogou no Glorioso Paysandú, mas não conseguiu reeditar a mesma performance de outrora.
Um final de carreira triste, esquecido pelo clube que o projetou, após pendurar as chuteiras passou por muitas dificuldades financeiras...
Ontem no seu velório a diretoria do Clube do Remo não prestou nenhuma homenagem ao seu maior centro-avante de todos os tempos, era bem alto mesmo quase 2 metros de altura.
Um adversário não deixará passar em branco, eis minha homenagem - Descanse em paz gigante leonino.

2 comentários:

Xico Rocha disse...

Valeu companheiro.
Que Deus permita o descansar eterno para o grande idolo.
Rocha

citadinokane disse...

Pax eterna.