sábado, setembro 23, 2006

Esperando Godot...

"No está loco el que carece de razón,
sino el que carece de todo menos de razón"
Chesterton

"Todas as tentativas de separar-se fracassaram,
em face da exigência que um tem do outro. Juntos,
os dois podem esperar interminavelmente.
O homem precisa do irmão,
condenado que está a viver.
E essa pungente fraternidade
é a vitória sobre o nada."
Sábato Magaldi

Hoje pela manhã fiquei "Esperando Godot" no Café da Sol Informática... É claro que estou me utilizando de um trocadilho, estou me referindo à peça teatral de Samuel Beckett (1906-1989) dramaturgo, romancista e poeta irlandês, ganhador do Prêmio Nobel de Literatura em 1969, "Esperando Godot" se tornou um clássico. A peça estreou em 1953, em síntese, dois vagabundos aguardam infinitamente, num descampado, a vinda do senhor Godot, que nunca aparece.

Beckett em suas peças busca colocar o essencial das indagações humanas focando a vida, morte, desejos, fracassos... Dialoga com a impossibilidade da felicidade, constata que somente ao homem cabe saber-se sem respostas, para que possa continuar buscando-as. Peraí, não estamos aqui nesse momento para os papos muito intelectualizados, papo de teatro é muito legal, mas em outro momento, deixemos também os triquestroques de lado.

Estava dizendo que pela manhã fiquei esperando pelo Ivan, Anderson, Nilton e Mari...
Mas quem respondeu presente foi o amigo Tico Futrika, um pouquinho enrolado, mas chegando a tempo. É claro que houve algum contratempo que impediu que esses amigos estivessem conosco.


O local que escolhemos para teluricamente descartarmos nossas impressões sobre o mundo que nos rodeia foi o espaço cultural da Sol Informática, toda manhã de sábado tem um piano, sax e percussão, o ambiente totalmente climatizado com um excelente bar com petiscos deliciosos, cervejas importadas, vinhos e a nossa querida "cerpinha"...

Por recomendações médicas fiquei me hidratando com o bom e velho néctar dos deuses, que diga o deus Dionísio, mas tudo muito controlado, o vinho faz bem para o coração...

O amigo Tico é cervejeiro juramentado e inveterado, não abre mão de acrescentar à sua silhueta mais alguns contornos. É claro que respeitamos a sua atitude.

O Tico gosta de tomar até os rótulos das cevadas, e aos poucos a cevada faz o gajo levitar, fica só sorrisos e brincalhão, intercalando-se com rápidos momentos de lucidez. As duas primeiras fotos, mostram o mesmo ainda lúcido, a foto abaixo retrata o estado d'alma do apreciador do líquido amarelo, ele virou-se pra mim e disse: "Vou tomar dois dedinhos de cerveja!". Não achei nada engraçado, mas taí a foto.

A caneca seca ao lado é minha, o vinho acabou hidratando-me deliciosamente e com muita moderação, lúcido todo tempo... Só assim posso ser a memória dos encontros com os amigos.

Ivan eis aí a prova, expulsamos de nós tudo o que não era vida e seguimos alegres por uns bons minutos, lá na Sol Informática... Sem Godot, sem Ivan...

Abraços

10 comentários:

Navi Leinad disse...

Houve uma conspiração contra nós, mas Godot chegará um dia!

p.s.: eu estava sentado próximo a essa mesa, encostado no vidro admirando a Doca, já que ninguém chegava no horário combinado... era a mesa 13, de azar?

marisanblog disse...

Pedro,

Na próxima é só marcar e dará tudo certo. Realmente, não tinha que ser. Que pena, estava até próximo de lá.

Abraços

Mari

citadinokane disse...

Ivan,
Se for por Samuel Beckett, tu ficarás esperando até Plutão se tornar um planeta... uiuiui... segura peão!

citadinokane disse...

Mari,
Rsrsrs...
Rsrsrs...

Carlos Ponte disse...

Gostava de estar aí convosco Pedro. Bebíamos uma Guiness. O Beckett acompanhavamo-nos com certeza.
Um abraço,
Carlos Ponte

Direito & Esquerdo disse...

Nelito,

Bons momentos de relax.
Boa bebida.
Bom papo.
Péssimo desencontro.
Na próxima vai dar certo e encontraremos com os diletos amigos.
Um amplexo.
Bruno

gabriela disse...

Algumas vezes achei interessante a experiência de ficar esperando a Godot...
As esperas só desesperam se as pessoas acreditam no tempo, se não tudo fica presente...Presente...

abraços cálidos

citadinokane disse...

Carlos,
O lugar é muito gostoso é bem ao lado de minha casa, os músicos de primeira categoria, escutamos jazz, blues, chorinho... É muito agradável, lá a gente nem fica aborrecido de ficar esperando Godot, hehehe...
Abraços amigo,
Pedro

citadinokane disse...

Bruno,
Confirmado.

citadinokane disse...

Gabriela,
De vez em quando, espero Godot... E me sinto feliz por refletir sobre tantas coisas, inclusive a amizade que nos une pela blogosfera...
Abraços,
Pedro