sexta-feira, outubro 27, 2006

Pára-quedas e crocodilos...



Esta foto, tirando os crocodilos, traz a lembrança do meu amigo Milton Campos, este pulou de pára-quedas e acabou ficando pendurado em uma árvore muito alta, caiu e passou um tempinho hospitalizado com problemas na coluna... Na fotografia acima, não gostaria de estar no lugar do pára-quedista, os crocodilos estão atentos e famintos, ôpa!

10 comentários:

Navi Leinad disse...

Que situação, hein? Às vezes nos sentimos assim em alguns momentos... sem escapatória, aparentemente.

citadinokane disse...

Ivan,
Quando nos encontrarmos amanhã, vou contar a história de um "cara" que caiu numa piscina cheia de crocodilos australianos, ok?!

Carlos Ponte disse...

O perigo é relativo, isto é: se fosse eu, estaría em apuros mas se fosse, por exemplo, o McGyver arranjaria sempre maneira de se safar. É assim em tudo na vida Pedro. Por cá temos um ditado que diz: "Quando o mar bate na rocha quem se f... é o mexilhão"
PS. escrevi f... porque sei que o seu blog é muito bem frequentado, caso contrário teria escrito fode.
Perdoe-me estes excessos. E asseguro-lhe que não bebi do chileno.
Um grande abraço,
Carlos Ponte

Navi Leinad disse...

hehehehehehehehe...
ok!

citadinokane disse...

Carlos,
Me recomendaram o tinto português Periquita, fiquei pensando se o McGyver tomasse o Periquita, o que ele não faria, hein?!

citadinokane disse...

Ivan,
Só vou te adiantar, o "cara" sobreviveu, todo rasgado, dando tapa na boca do crododilo e segurando firme o rabo do bicho...

Lila Magritte disse...

¡¡¡¡¡¡¡Qué pesadilla!!!!!

No quisiera encontrarme jamás en una situación como esa.

citadinokane disse...

Lila,
É um verdadeiro pesadelo.
São por essa coisas que não me atrevo a pular de pára-quedas.
Beijos,
Pedro

Luana Caldas disse...

Jesus Maria José!!!

citadinokane disse...

Luana,
Credo viximaria!!!