domingo, novembro 26, 2006

O que faz bem pra saúde?

Texto de Luiz Fernando Veríssimo é bom ver o que faz bem pra saúde, né?!


O QUE FAZ BEM PRA SAÚDE? (Luiz Fernando Veríssimo)

Cada semana, uma novidade.
A última foi que pizza previne câncer do esôfago.
Acho a maior graça.
Tomate previne isso, cebola previne aquilo, chocolate faz bem, chocolate faz mal, um cálice diário de vinho não tem problema, qualquer gole de álcool é nocivo, tome água em abundância, mas peraí, nãoexagere...
Diante desta profusão de descobertas, acho mais seguro não mudar de hábitos.
Sei direitinho o que faz bem e o que faz mal pra minha saúde.
Prazer faz muito bem.
Dormir me deixa 0 km.
Ler um bom livro faz eu me sentir novo em folha.
Viajar me deixa tenso antes de embarcar, mas depois eu rejuvenesço uns cinco anos.
Viagens aéreas não me incham as pernas, me incham o cérebro, volto cheio de idéias.
Brigar me provoca arritmia cardíaca.
Ver pessoas tendo acessos de estupidez me embrulha o estômago.
Testemunhar gente jogando lata de cerveja pela janela do carro me faz perder toda a fé no ser humano.
E telejornais os médicos deveriam proibir - como doem!
Essa história de que sexo faz bem pra pele acho que é conversa, mas mal tenho certeza de que não faz, então, pode-se abusar.
Caminhar faz bem, dançar faz bem, ficar em silêncio quando uma discussão está pegando fogo faz muito bem: você exercita o autocontrole e ainda acorda no outro dia sem se sentir arrependido de nada.
Acordar de manhã arrependido do que disse ou do que fez ontem à noite é prejudicial à saúde.
E passar o resto do dia sem coragem para pedir desculpas, pior ainda.
Não pedir perdão pelas nossas mancadas dá câncer, não há tomate ou muzzarela que previna.
Ir ao cinema, conseguir um lugar central nas fileiras do fundo, não ter ninguém atrapalhando sua visão, nenhum celular tocando e o filme ser espetacular, uau! Cinema é melhor pra saúde do que pipoca.
Conversa é melhor do que piada.
Beijar é melhor do que fumar.
Exercício é melhor do que cirurgia.
Humor é melhor do que rancor.
Amigos são melhores do que gente influente.
Economia é melhor do que dívida.
Pergunta é melhor do que dúvida.
Tomo pouca água, bebo mais que um cálice de vinho por dia, faz dois meses que não piso na academia, mas tenho dormido bem, trabalhado bastante, encontrado meus amigos, ido ao cinema e confiado que tudo isso pode me levar a uma idade avançada.
Sonhar é melhor do que nada.

15 comentários:

Lila Magritte disse...

Hay que vivir, darse algunos gustos y cuidarse de algunos peligros para el corazón y el cerebro, no es mucho más lo que se puede hacer cuando la Muerte está siempre ahí, amenazante.
Pero creo que el humor, el amor y el arte salvan y dan sentido.

Abrazos amigo.

citadinokane disse...

Lila,
Acredito que ler-te me faz bem ao coração e a cabeça.
Obrigado por visitar este espaço virtual.
Besos amigos,
Pedro

Luciane Fiuza de Mello disse...

Veríssimo é bom para começar a semana.
Amo este texto, até postei no meu blog, mas agora percebo que cometi alguns pequenos crimes. Cortei trechos do início e do final. Preciso ser mais atenta.
Também estou contigo e não abro. Boa sintonia.
Um abraço,
Lu.

citadinokane disse...

Lu,
Bom início de semana, afinal é segunda-feira, é preciso continuar...
Deixa eu me recuperar um pouco dos exageros do final de semana, aniversário, drinks, violão, amigos, mistura tudo e pode chacoalhar e depois... Uma satisfação imensa, mas a segunda-feira é dura, urghhh!!!
Abraços,
Pedro

Mixikó disse...

Olá pedro, bom dia...
Sei que tenho estado muy ausente neste teu canto do mundo...
Tenho cá vindo ler,mas não comento...estou a 200 a hora...
Esta altura do ano está cheia de stress...final do ano é tudo ao mesmo tempo...lol
Beijossss muitos

p.s. Estou perdidamente apaixonada sim...tens razão...mas, pela vida...pelo minha familia...até mesmo como diz um amigo meu...por uma simples árvore...que é tão bela, mas tão esquecida...a isso se chama vida...
mas vou te contar de quem falo no meu post...de um outro filho que estou à espera...ainda nãochegou...mas sei que algum dia vai chegar...foi para ele que escrevi...cheia de emoção...

Paola Vannucci disse...

A Origem da Palavra Sincera - Malba Tahann

Sincera é uma palavra doce, confiável e que acolhe. É uma palavra que deveria estar no vocabulário de toda alma.
Sincera foi uma palavra inventada pelos romanos e vem do velho latim...
Os romanos fabricavam certos vasos de uma cera especial. Essa cera era, às vezes, tão pura e perfeita que os vasos se tornavam transparentes.Em alguns casos, chegava-se a se distinguir um objeto que estivesse colocado no interior do vaso. Para o vaso, assim fino e límpido, dizia o romano vaidoso:
- Como é lindo... parece até que não tem cera!
"Sine-cera" queria dizer: "sem cera", uma qualidade de vaso perfeito, finíssimo, delicado, que deixava ver através de suas paredes.
Da antiga cerâmica romana, o vocábulo passou a ter um significado mais elevado.
Sincero é aquele que é franco, leal, verdadeiro, que não oculta, que não usa disfarces, malícias ou dissimulações.
O sincero, à semelhança do vaso, deixa ver através de suas palavras, os nobres sentimentos de seu coração.


Olá meu querido, coloque aqui no seu blog,

bjsssssssssssssssssss

Paola

diga que eu que mandei.......

Paola Vannucci disse...

Na realidade
a vida costumeira é prejudicial a saúde, mas se for verdade sobre comer PIZZA, eu como uma verdadeira paulistana, como PIZZA todas as semanas.

Beijos meu querido

te amo

PAola

Carlos Ponte disse...

Eu bem que estava desconfiado dessas profecias que, periodicamente, vão aparecendo, mas agora seu Veríssimo me tirou todas as dúvidas.
Continuarei a levar a mesma vida mas agora sem peso na consciência.
Saudinha Pedro e um abraço,
Carlos Ponte

citadinokane disse...

Mixikó,
Eternamente apaixonada... Parabéns!!!
Escreves para as futuras gerações, muito interessante, rsrsrs...
Abraços,
Pedro

citadinokane disse...

Paola,
Gostei, "sinceramente"...

Cuidado com as pizzas, hein!!!

citadinokane disse...

Carlos,
Eu vou te acompanhar, ehehehe...

marisanblog disse...

Hum, hum...

citadinokane disse...

Mari,
É a pizza?!

Vitor disse...

Este texto aí não é do Verissimo, é da jornalista gaúcha Martha Medeiros. Todos os textos que circulam por e-mail atribuídos ao LFV são falsos.

citadinokane disse...

Vitor,
Boa dica, peço-te desculpas por publicar como se fosse de Veríssimo, os amigos vão mandando e a gente acredita. Serei mais rigoroso, obrigado pelo alerta.
Abraços,
Pedro