quinta-feira, novembro 16, 2006

A resposta de Luciane

Luciane Fiuza, a nossa mais nova amiga da blogosfera, após a leitura do post "Canção óbvia - Paulo Freire", encaminhou um texto do Frei Betto sobre Paulo Freire, e por que não postá-lo?! Eis o texto abaixo, eis a resposta de Luciane:

"Amei a Canção Óbvia, até imprimi, quero te mandar um texto do Frei Betto sobre paulo Freire.
Daqui a pouco coloco aqui.
Lu."

O texto:
"Foram as suas idéias, professor, que permitiram a Lula, o metalúrgico, chegar ao governo. Isso nunca acontecera antes na história do Brasil e, quiçá, na do mundo, exceto pela via revolucionária.
(...) A sua pedagogia, professor, permitiu que os pobres se tornassem sujeitos políticos.
(...) Graças às suas obras, professor, descobriu-se que pobres têm uma pedagogia própria. Eles não reproduzem discursos abstratos, mas plásticos, ricos em metáforas. Não moldam conceitos, contam os fatos.
Foi o senhor que nos fez entender que ninguém é mais culto do que o outro por ter freqüentado a universidade ou apreciar as pinturas de Van Gogh e a música de Bach. O que existe são culturas paralelas, distintas e socialmente complementares.
(...) O pobre sabe, mas nem sempre sabe que sabe. E quando aprende é capaz de expressões como esta que ouvi da boca de um senhor, alfabetizado aos 68 anos: 'Agora sei quanta coisa não sei'. (...) O senhor fez os pobres conquistarem auto-estima.
Graças ao seu método de alfabetização, eles aprenderam que 'Ivo viu a uva' e que a uva que Ivo viu e não comprou é cara porque o país não dispõe de política agrícola adequada e nem permite que todos tenham acesso à alimentação básica.
(...) Ao longo das últimas quatro décadas, seus 'alunos' foram emergindo da esfera da ingenuidade para a esfera da crítica; da passividade à militância; da dor à esperança; da resignação à utopia. Convencidos pelo senhor de que são capazes, eles foram progressivamente ocupando espaços na vida política brasileira, como militantes das CEBS, do PT, do MST e de tantos outros movimentos.
Por este novo Brasil, muito obrigado professor Paulo Freire". Frei Betto. (Trecho retirado da contra-capa do livro Pedagogia da Autonomia - Saberes necessários à prática educativa; de Paulo Freire; 3ª edição; São Paulo: Faz e Terra, 1996. Coleção Leitura).

12 comentários:

Luciane Fiuza de Mello disse...

Olá, Pedro.
Obrigada pela postagem e pela recepção. Eu gosto deste texto porque ele mostra que todos somos iguais, mesmo com diferenças de oportunidades. Basta dar para uma criança ou para um jovem um livro, uma orientação, um ingresso para ir ao teatro, uma sapatilha de balé e uma cadeira numa sala de aula para aumentar as chances desta pessoa ter uma vida mais digna. Nesse sentido, os movimentos sociais ajudam a cobrir esta lacuna.
Um abraço!
Luciane.

Mixikó disse...

Gostei de ler...

Direito & Esquerdo disse...

Nelito,

Bonito e necessário post.
Um amplexo
Bruno

citadinokane disse...

Luciane,
Houve um tempo que minhas leituras eram pautadas pelas lutas sociais, depois passei a ler mais textos jurídicos... Gostei de verdade de retornar a essas leituras que nos lembram o quanto ainda temos por fazer por nosso país.
Sempre partilhando.
Abraços,
Pedro

citadinokane disse...

Mixikó,
Parabéns para Luciane.

citadinokane disse...

Vieira,
Sensibilidade tua, também.

Luciane Fiuza de Mello disse...

Obrigada Mixicó.

Pedro, como graduanda tenho mais contato com estes textos. Mas o que é legal de saber é que estas leituras "fizeram a diferença" para vc. Pelo que li no último post, "Os imprescindíveis...", continuarão fazendo.
Quero estar sempre caminhando neste "lado ensolarado".
Abs!
Lu.

citadinokane disse...

Lu,
Os meninos querem conversar com o pessoal de comunicação, fazes comunicação?!
Seria uma grande oportunidade de trocar idéias e trabalhar a interdisciplinariedade, não?
Obrigado novamente.
Beijos,
Pedro

Luciane Fiuza de Mello disse...

Pedro,
Legal, vamos promover a interdisciplinaridade. Faço Comunicação Social, sim, área de Jornalismo.
Meu e-mail
Obrigada eu.
Lu.

citadinokane disse...

Lu,
farei contato com os meninos, vamos ver se a gente realiza os projetos...

Luciane Fiuza de Mello disse...

Ok, pode passar meu e-mail para eles que eu recruto mais jornalistas para a empreitada.
Lu.

citadinokane disse...

Beleza!
Deixa comigo.
Abs,
Pedro