segunda-feira, dezembro 18, 2006

ALÔ: ATENÇÃO...

Não sei se é verdade, mas o Locobueres afirma que é vero, foi fotografado por um amigo dele em um certo Camping e etecetera e tal.
O diabo é que esse Loco não me dar maiores detalhes, mas quem quiser ler o cartaz fixado no camping está aí embaixo, não precisa dizer que todo mundo entendeu o recado, né?!
O Profº Pasquale de Cipro Neto, há de dizer: a mensagem foi entendida, tudo bem! A língua é dinâmica...
Mas bem que esse tal de Noel que assina o cartaz, deveria pelo menos ter caprichado na caligrafia, pô!!!

2 comentários:

Anônimo disse...

Ora bem...cá por mim, a coisa tá muito bem ixpilicada. Só não intende quem não quiser...o recado está perfeitissíssimo... e de certeza que chegou aos destinatários...pelo menos os que souberem ler...
Está porreiro (com dizemos cá por este lado do Atlântico).
Por acaso, coincidências dos diabos, tenho uma foto do mesmo estilo, que tirei no Sábado passado cá na minha freguesia.
Ó pessoal, se quiserem apreciar podem "ler" em http://dentrodetioleiria.blogspot.com
Pedro Nelito, um abraço muito grande e VOTOS DE MUITO BOM NATAL
Vou perguntar ao MOURA pelo seu endereço postal, que lhe quero mandar um livro (autores:zaida e antónio nunes; melhor, mais a Zaida que o antónio)
António

TRUNKSIE TAMBÉM É BLOGGER! disse...

"a mensagem foi entendida, tudo bem! A língua é dinâmica..."
De fato o recado foi dado e muito apreciado por mim, diga-se de passagem. Porém, caso todo esse dinamismo não tenha regra o que acontecerá? Outra vez li num encarte de cd cujo nome não lembro uma letra de Lulu Santos toda escrita em "internês". Existe sim a LICENÇA POÉTICA (repito POÉTICA), mas duvido bastante que a Dona Ortografia tenha licenciado o assassínio de seu esposo, Seu Português.
Desprenderei um tempo agendado para visitar o teu espaço porque há muitos assuntos que estimulam meus neurônios e meu cérebro como um todo agradece.
Ah, grato também pela autorização de deixar teu linque (por que não aportuguesar um pouquinho? Claro que não aportuguesando tudo senão poderemos escrever UÓCHINTOM) à disposição de tantos outros conteúdos-racionais desnutridos de debates lá no Flogão (sei fazer uso da ética, porém não quero ser falso nem hipócrita ao esconder o nome daquele espaço).
Quanto ao que'screveste de fazermos história, referes-te a que exatamente?
Outra, quanto a reunirmos os blogueiros-paroaras sou novo aqui, porém visitarei os belenenses e me contactarei com eles criando laços para virmos a promover, IMAGINE, um encontro onde não terá espaço para tantos seres pensantes cujas cabeças são desproporcionais com relação ao corpo! Uma idéia é alugarmos o Mangueirão para o evento ou ficarmos no estacionamento dele! Rárárárárá... Brincadeira!
Preciso conter minha escrita para não vir a ser inconveniente nem enfadonho.

Fort'abraço e até!