quarta-feira, dezembro 06, 2006

Homens-livros, mulheres-livros...

Encontrei enquanto surfava pelo mundo virtual, gostei e resolvi compartilhar, não sei o nome do autor, mas ao final do texto tem o e-mail da pessoa que contribuiu com a divulgação desta mensagem; vamos refletir, somos livros, gibis, best-seler, clássico ou o quê?
Com relação ao título, é claro que a referência é a espécie, contemplando homens e mulheres, não poderia ser diferente, amamos, traímos, virtudes e pecados são comuns a ambos os sexos. Podem ler despreocupadamente os amigos: Ivan, Bruno, Mixikó, Juana, Xienra, Xico, Nilton, Mari, Luana, Luciane, Rogério, Marcelinho... É para todos que amam, e amam sem vergonha, passando sem medo por debaixo do arco-íris... rsrsrs... ahahaha...

"HOMENS-LIVROS

O Universo é uma imensa livraria.
A Terra é apenas uma de suas estantes.
Somos os livros colocados nela.
Da mesma maneira que as pessoas compram livros, apenas pela beleza da capa, sem pesquisarem o índice e conteúdo do mesmo, muitas pessoas avaliam os outros pela aparência externa, pela capa física, sem considerarem a parte interna.
Outras procuram livros com títulos bombásticos, sensacionalistas, histórias de terror ou romances profundos.
Também é assim com as pessoas: há aquelas que buscam sensacionalismos baratos, dramas alheios ou apenas um romance profundo ou rasteiro.
Somos homens-livros lendo uns aos outros.
Podemos ficar só na capa ou aprofundarmos nossa leitura até as páginas vivas do coração.
A capa pode ser interessante, mas é no conteúdo que brilha a essência do texto.
O corpo pode ter uma bela plástica, mas é o espírito que dá brilho aos olhos.
Também podemos ler nas páginas experientes da vida muitos textos de sabedoria.
Depende do que estamos buscando na estante.
Podemos ver em cada homem-livro um texto-espírito impresso nas linhas do corpo.
Deus colocou sua assinatura divina ali, nas páginas do coração, mas só quem lê o interior descobre isso.Só quem vence a ilusão da capa e mergulha nas páginas da vida íntima de alguém, descobre seu real valor, humano e espiritual.
Que todos nós possamos ser bons leitores conscientes.
Que nas páginas de nossos corações, possamos ler uma história de amor profundo.
Que em nossos espíritos possamos ler uma história imortal.
E que, sendo homens-livros, nós possamos ser leitura interessante e criativa nas várias estantes da livraria-universo, pois somos homens-livros para sempre !
A capa amassa e as folhas podem rasgar. Mas, ninguém amassa ou rasga as idéias e sentimentos de uma consciência imortal.
O que não foi bem escrito em uma vida, poderá ser bem escrito mais a frente, em uma próxima existência ou além...
Mas, com toda certeza, será publicado pela editora da vida, na estante terrestre ou em qualquer outra estante por aí...

PS: Há homens-livros de várias capas e cores, mas Deus é o editor de todos eles."

(contribuição de Elis Regina - elisrm@sti.com.br)

12 comentários:

Luciane Fiuza de Mello disse...

Interessante. Faz refletir.
Bjs.
Lu.

Anônimo disse...

O texto é interessante, realmente. Numa linguagem metafórica o autor traça um paralelo entre o homem e o livro. Vários exemplos foram abordados, sempre na comparação (metafórica) entre a capa e o assunto do livro (forma e conteúdo). O texto omitiu, contudo, a importãncia da "orelha" do livro. Fundamental (metafóricamente) em todos os sentidos.
Às vezes, uma "orelha" basta !!

Nilton Atayde

Blogue da Magui disse...

Eu não leio livros mais não.Muito difícil. Prefiro blogs , net. É dificil.
Copie e cole no end do seu pc, vale a pena
http://www.youtube.com/watch?v=QArNTuSy0TI&eurl=

citadinokane disse...

Lu,
Tenho que te confessar, adoro livros. Analiso a capa, o miolo do livro, a diagramação, o tipo de papel... Tudo é motivo de atenção, gosto de cheirar, o livro novo, é claro!
Quando vi esse texto, achei muito legal, um pouquinho de mim aí...
Abrazos y besos,
Pedro

citadinokane disse...

Nilton,
Pela "orelha" a gente já mata, né?!
És um observador-mor, atento a todos os movimentos...

citadinokane disse...

Magui,
Ainda sou um saudosista...
Chamo de "querida" a minha namorada...
Mas, irei copiar a tua oferta, não estou fechado, me sinto bem aberto a tudo que é novo.
Beijos,
Pedro

Luciane Fiuza de Mello disse...

srrsrs também gosto de cheirar livros novos. Só fico arrasada quando quero comprar um e não tenho money.
Bjs e abs!
Lu.

citadinokane disse...

Lu,
Ainda estou "podendo"... Tenho pouco money, mas consigo fazer essa graça.

Besos y abrazos,
Pedro

Mixikó disse...

Clap...clap...clap...gostei...muito bem exposto...

"Somos homens-livros lendo uns aos outros"...muito actual...

citadinokane disse...

Mixikó,
Sempre estou te lendo... ehehehe...

marisanblog disse...

Pedro,

Achei muito lindo este texto, e de grande valia para muitos que só apreciam a capa. Concordo com o Nilton, porém, o fundamental para esta "orelha" é oriundo do próprio livro, ou seja, de seu interior.

Beijos.

Mari

citadinokane disse...

Mari,
Orelha, "oriundo do próprio livro".
Explicações!?