quarta-feira, dezembro 27, 2006

O Futuro é hoje


Nesta quarta-feira(27/12) leio na internet que ano que vem, teremos à disposição uma novidade tecnológica que transforma óculos comuns em tela de cinema.
É isso mesmo blogueiros, o futuro é agora, o que antes só era visto em filmes como "Missão Impossível", estará no mercado para quem quiser abrir a carteira e sair com o seu óculos, ops! desculpe-me, levar o seu cinema para todo lugar.
É uma empresa israelense que desenvolveu um projetor de vídeo em miniatura que transforma óculos comuns em telas pessoais de cinema. Essa tecnologia projeta na lente do óculos uma imagem em vídeo em formato de cinema que é imperceptível por outras pessoas.
Mas a idéia vai além da tela de cinema, abre a possibilidade de em plena reunião, a pessoa com o óculos ler seu e-mail, sem deixar de ter o olhar atento para a outra pessoa que esteja fazendo alguma apresentação diante do portador do óculos. Para maiores informações, fazer contato com a Lumus (www.lumus-optical.com).

O futuro é hoje, aqui e agora... rsrsrs...

2 comentários:

Carlos Ponte disse...

O que estes israelitas (israelenses para os amigos) inventam Pedro. Já estou a ver nas Câmaras de deputados por esse mundo fora todo o pessoal de óculos enquanto se discute o orçamento. Os partidos da extrema direita verão, certamente, "A Paixão de Cristo" do Mel Gibson, os partidos da extrema esquerda vêem "O Couraçado de Potenkine" de Sergei Eisenstein ou, para aqueles menos ortodoxos, "Reds" de Warren Beatty. Vai ser uma beleza. Vamos deixar de os ver a dormir ou a ler jornais desportivos durante as "horas de expediente".
Ah, a escolha do filme para os deputados do centro fica por sua conta. E, claro, pode dar mais ideias para os outros, ou perguntar aos muitos amigos que frequentam a sua "casa". Sempre haveriam de sair coisas engraçadas.
Obrigado pelas palavras que deixou no meu blog. Espero que também esteja a passar um Bom Natal, na companhia de todos aqueles que lhe são queridos.
Um Bom Ano para si.
Um abraço,
Carlos Ponte

citadinokane disse...

Carlos,
Colocaste o dedo na ferida, os políticos estão globalizados, são os mesmos aí e aqui, sem tirar e nem pôr... argh!!!
Vou pensar no filme para o pessoal de centro, boa idéia.
Obrigado irmão pelas palavras, e reitero tudo o que foi colocado em alhures...
Abraços,
Pedro