segunda-feira, dezembro 11, 2006

Ocaso dos ditadores

Eles aparecem, torturam, esfolam, empalam, matam, matam... E depois...

Adolf Hitler: O "führer" se suicidou em seu bunker no dia 30 de abril de 1945, quando o Exército Vermelho entrou em Berlim.
Joseph Stalin: O manda-chuva do Krmelin por mais de 30 anos, morreu em 5 de março de 1953 de derrame cerebral.
Antonio de Oliveira Salazar: Vítima de um AVC em 1968, Salazar comandou Portugal durante 36 anos e morreu em 27 de julho de 1970.
Francisco Franco: O ditador espanhol morreu em 20 de novembro de 1975, aos 83 anos, após 35 dias de agonia por problemas do coração.
Mao Tse-Tung: Líder da China comunista por 27 anos, Mao faleceu em 9 de setembro de 1976 em Pequim aos 82 anos.
Kim Il-sung: "O Grande Camarada" da Coréia do Norte, Kim Il-sung morreu em julho de 1994 após sofrer um AVC. Seu filho Kim Jong-il (o Junior) assumiu o poder, e está doido pra jogar uma bomba atômica nos EUA.
Idi Amin Dada: O ex-ditador ugandês (1971-1979) morreu em 16 de agosto de 2003 na Arábia Saudita, onde vivia no exílio há mais de 20 anos, sem ter sido julgado pelas atrocidades perpetradas durante seu regime.
Mobutu Sese Seko: O ex-presidente do Zaire morreu de câncer em 7 de setembro de 1997 em um hospital de Rabat, alguns meses depois de seu exílio e de sua substituição por Laurent Kabila.
Alfredo Stroessner: O ex-ditador paraguaio, expulso do poder em 1989, faleceu em 16 de agosto de 2006 aos 93 anos em Brasília, onde se refugiou para escapar da justiça de seu país.
Pol Pot: O líder do regime genocida dos Khmers Vermelhos (1975-1979) morreu em 16 de abril de 1998 na selva cambojana.
Benito Mussolini: O "Duce", que comandou os italianos de 1922 a 1943, foi reconhecido quando fugia para a Suíça e fuzilado em 28 de abril de 1945.
Nicolae Ceausescu: Líder da Romênia durante 24 anos, Ceaucescu foi executado com sua mulher, Elena, alguns dias depois de sua remoção do poder, em dezembro de 1989, depois de um julgamento sumário.
Slobodan Milosevic: Acusado pelo Tribunal Penal Internacional de crimes de guerra, crimes contra a humanidade e genocídio, o ex-presidente iugoslavo faleceu em 11 de março deste ano em sua prisão de Haia antes do fim de seu julgamento.
Saddam Hussein: Derrubado após a invasão do Iraque, em 2003, o ex-presidente iraquiano é acusado de crimes de guerra, crimes contra a humanidade e genocídio contra os curdos. Ele foi condenado à forca em novembro deste ano e enfrenta atualmente um segundo processo.
Mengitsu Haile Mariam: A justiça etíope emitirá em 12 de dezembro seu veredicto contra o ex-ditador, julgado à revelia por genocídio perpetrado entre 1977 e 1978. Mengitsu vive exilado no Zimbábue desde 1991.
Charles Taylor: O ex-presidente da Libéria foi indiciado por crimes contra a humanidade e crimes de guerra pelo Tribunal Especial para Serra Leoa. Seu julgamento acontecerá em Haia no ano que vem.
Jorge Rafael Videla: Em setembro, a justiça argentina tirou a imunidade do ex-ditador, abrindo caminho para seu processo. Condenado à prisão perpétua por crimes, seqüestros e tortura em 1985, ele foi anistiado em 1990.
Manuel Noriega: O ex-dirigente do Panamá, preso pelos Estados Unidos em 1989, foi condenado a 40 anos de prisão por tráfico de droga e cumpre pena em um centro penitenciário da Flórida.

13 comentários:

just me disse...

Só se pode depreender que o povo já não tem medo, e que vai atrás deles!!!

citadinokane disse...

Tomara que nenhum esteja de plantão, né?!

Xico Rocha disse...

A história sempre nos é contada de acordo com as conveniências das fontes, é preciso que se acabe com esta forma de se contar a história.
Agora mesmo e neste post vejo a coisa ser colocada de acordo com as conveniências norte americana. Por que?
Porque são citados vários governante que num determinado momento da história não eram classificados como ditadores, isto porque estavam a serviço do grande império.
Hoje temos um exemplo que no seu longo percurso a história dirá de que se trata, o senhor presidente do Afeganistão, hoje é visto pelo mundo como um venerável senhor, no entanto sabe-se que se trata do capo da máfia, um dos maiores traficante de drogas do mundo mas....
Outra questão, o único preso politico que o USA tem em seu território é o senhor Manoel Noriega (ex colaborador da CIA), o estranho é que quando este preso aparece dando entrevista, o faz fantasiado de Genera... estranho para mim mas....
é bom que saibamos distinguir ditador por suas atitudes e não por conveniencias.
Xico Rocha

Carlos Ponte disse...

Convenhamos que arranjou aqui uma equipa de peso, Pedro. Eu aconselharia que lhe juntasse "o homem da borracha", o José Estaline. Merece, por direito próprio, e, claro, pelo trabalho realizado, figurar na sua lista. E não será o único, obviamente. Mas ficaria mais "compostinha".
Um abraço de liberdade,
Carlos Ponte

citadinokane disse...

Xico,
Os que estão na lista não podem tomar conta de nenhuma creche... O diabo tem dificuldades em lidar com eles, rsrsrs...

citadinokane disse...

Carlos,
Estás encarregado de fazer um breve histórico dele (José Estaline), ok?!

Carlos Ponte disse...

Você é terrível, não perde uma oportunidade.
Está prometido, mas para quando arranjar um tempinho, porque para falar de um figurão daqueles, necessitamos, em primeiro lugar, de ganhar coragem.
Um abraço,
Carlos Ponte

citadinokane disse...

Carlos,
Toda a coragem do mundo para ti.
Abraços,
Pedro

Carlos Ponte disse...

Pedro, tenho o post pronto para publicar no dia de aniversário natalício do "nosso homem" mas agora que mostrei o seu post à minha querida filha reparei que, afinal, o figurão está lá e logo em segundo lugar. Desculpe a minha falta de atenção e, assim sendo, não há já justificação para o meu post.
Um abraço,
Carlos Ponte

citadinokane disse...

Carlos,
Tenho filha também... rsrsrs... elas percebem tudo. Mas me manda esse post, vai, tô esperando, ok?!

aavozaida disse...

Acabei, agora mesmo, de ler o post de Carlos Neves acerca do dito "figurão" do Staline.
Há tempos li um livro, não fui à procura do título e autor dele, que descreve as incomensuráveis torturas nos degredos da Sibéria a que o nosso homem votava os seus opositores.
Como é que um povo ( e tantos têm sido eles) se deixa dominar por ditadores deste quilate?
Mas ainda há mais por aí à solta, até a outros níveis!
Entretanto...façam o favor de serem MUITO FELIZES e gozem um BOM NATAL.
Um grande abraço
António

Anônimo disse...

O comentário anterior era para ser identificado por asn e não por "avozaida".
Coisas duma coisa chamada "distracção"!
António

Anônimo disse...

Quem se atreveu a põr na lista o Prof. Salazar é uma descompassada besta.