sábado, dezembro 16, 2006

É pra dança...

Uma pequena e singela homenagem a todos que dançam, os que fazem da dança um caminho de realização pessoal e profissional, pouco valorizado em nosso país, o profissional da dança, luta desesperadamente para sobreviver e passar para as novas gerações a importância da liberdade dos movimentos que harmonicamente se revela nos corpos... Liberdade em tudo, "como a primavera que não escolhe jardim"... Fiquei pensando na luta e esforço redobrado que se entrever no blog da amiga Luciene Fiuza, em favor da dança.
A homenagem é pra ti Luciene, simbolizando a tua turma da dança... um, dois, três... requebrando o corpo... bamboleioooo, bamboleia... ehehehe... no final quis apenas brincar e só.
Abaixo mais ou menos 50 segundos...

2 comentários:

Luciane Fiuza de Mello disse...

Pedro, muuuuuuito obrigada!!! Ganhei o dia. Que singelo. Depois me ensina como faço p colocar a caixinha lá no meu bloguito.
O que posso dizer é que tento fazer minha pequenina parte, mas faltam-me braços, mãos e tempo p fazer mais. Um dia desses perdi uma amiga só porque acho que ela não gostou de ouvir umas verdades... Fazer o quê? Ficar calada e ver as coisas erradas é que não posso.
A Dança é sinônimo de luta no Brasil, no Pará então... O que me alegra é ver bailarinos brasileiros despontando mundo afora. Ouço muito dizer que onde um brasileiro está dançando, os olhos mais atentos percebem. A gente tem uma ginga diferente, formação física e talvez o famoso "jeitinho" nos faça ir tão longe num país que não apóia a cultura como deveria, que por não ter a tradição européia na Dança Classica, torna-se ainda mais complicada a resistência de bons grupos, como o Cisne Negro e o Corpo - isso sem falar do preconceito que ainda existe, na época que minha professora dançava, as mulheres não eram bem vistas e hoje todo bailarino tem que ser homosexual para alguns homofóbicos. A saída das grandes cias nacionais é batalhar uma grande empresa que apadrinhe as companhias. Infelizmente aqui no Pará os grandes patrocinadores ainda são os "paitrocinadores", com algumas exceções de empresas que já acordaram p a questão.
Hi, é melhor parar por aqui. Recebo uma homenagem e fico reclamando de tudo... srsrsr Mas fostes tu q me instigastes. Como se precisasse.
Grande abraço. Amei de montão o post.
Lu.
Ps: o David, "menino dos teus olhos", passou pelo meu blog. Vamos aos projetos.

citadinokane disse...

Querida Lu,
Hoje estive no boteco do Computer store, vi o yuri guedelha e o chorinho, foi muito legal...
Ô homenagem curtinha, mas foi de coração, acredito em cada palavra que foi colocada.
Põe o David para trabalhar, ok?!
Besos y abrazos,
Pedro