segunda-feira, dezembro 11, 2006

Victor Jara, presente!!!

Li um comentário no post anterior que dizia: "Há sol em Santiago".
Meu amigo Locobueres, num daqueles dias em que a tarde caia preguiçosamente e o canto dos pássaros era audível, muito mais pelo silêncio que invadia noss'alma, entre uma baforada e outra de seu charuto, um puro cubano, cortava a harmonia da natureza contando a luta de um guerrilheiro chileno, que trazia uma arma mortal para os medíocres: um violão (una guitarra)...
Victor Jara, presente! Gritou de repente o Locobueres, me assustei, segurei a garrafa de cevada, e disse que era melhor dá uma paradinha para recuperar o fôlego, o Loco tirou o óculos escuro e soltou uma deliciosa risada... Estava tudo sob controle, afirmava, e voltamos ao diálogo.
Os olhos do meu amigo ficavam marejados, falava de Victor Jara como se estivesse vivo, e estava! Pelo menos o Locobueres, insistia dizendo num castelhano esforçado "los asesinos moriran mil veces, los heroes siempre viviran", Victor Jara continuava vivendo nas lembranças de Locobueres e do povo chileno...
Há sol em Santiago?! Acredito que sim, a história se encarregará de colocar tudo no seu devido lugar. Acrescento, vendo o vídeo abaixo de Victor Jara, há largos caminhos para o Chile, Brasil, Argentina... Victor cantava esses caminhos, é necessário escutá-lo. A ditadura Pinochet cortou as mãos e depois tiraram-lhe a vida, mas vejam como não conseguiram impedir que Victor Jara continuasse cantando...


2 comentários:

Mixikó disse...

Ainda hoje falei dele...

citadinokane disse...

Mixikó,
Que coincidência...