quarta-feira, maio 23, 2007

A brusca poesia da mulher amada

Como é possível lançar poesia pelo ar?!
Muitos amigos telefonam e pedem para que eu publique mais poesias, arte e mais e mais...
Ah! resolvi homenagear a Mulher, a minha, a tua e a nossa.
Escrevo para as que são amadas, e as que não são amadas, e espero que não demore para morreremdeamor. Com coragem, digo: - Todas merecem um amor, nem que seja um de verão.
E escolho o poetinha para a homenagem, ninguém faria melhor, né?!
Vai a poesia completa, isto é, ministrada em deliciosos e suculentos pedaços, e espero que minhas amigas se reconheçam nessa poesia... Segue abaixo a parte I.

"A brusca poesia da mulher amada (Vinícius de Moraes)
Longe dos pescadores os rios infindáveis vão morrendo de sede
lentamente...
Eles foram vistos caminhando de noite para o amor – oh, a mulher amada
é como a fonte!
A mulher amada é como o pensamento do filósofo sofrendo
A mulher amada é como o lago dormindo no cerro perdido
Mas quem é essa misteriosa que é como um círio crepitando no peito?
Essa que tem olhos, lábios e dedos dentro da forma inexistente?
Pelo trigo a nascer nas campinas de sol a terra amorosa elevou a face
pálida dos lírios
E os lavradores foram se mudando em príncipes de mãos finas e rostos transfigurados...
Oh, a mulher amada é como a onda sozinha correndo distante das praias
Pousada no fundo estará a estrela, e mais além."
Rio de Janeiro, 1938

18 comentários:

Cris disse...

Que lindo Pedro Nelito...
Fiquei tão romântica...rsrsrsr... que hoje vou trocar o meu tênis:

Tênis Roque
(Detonautas)

Peguei meu tenis e fui atrás do meu melhor
Hoje é um dia quente tudo vai mudar
É que esta estrada vive sempre cheia assim
Se eu não seguir em frente quem vai me levar ?

Tento olhar o sol
Quero me encontrar, sem medo de talvez errar então
E sempre fico assim
vou pro meu lugar
Não quero mais ficar parado em vão

E seja como for
E deixa acontecer
Seja como for

Se você não vem tudo bem vice-e-versa
O que é que tem vivo zen , eu não fico sem
Um bom motivo que me leve a um bom lugar
E quando chega a hora não demora ou ela vai passar
Eu não espero sempre faço acontecer
Sem desespero vejo o dia amanhecer
Sei que quem luta nunca vai ficar pra trás
Vem preparando que agora eu quero mais então
E que agora eu quero mais então


curta a música por favor!

um beijo !!!!!

Felícia Feliz disse...

Uau!
ADOREI!

Um beijo!

citadinokane disse...

Cris,
Estou detonando as minhas caretices... ehehehe...

citadinokane disse...

Teresa,
És ou foste a "mulher amada"... Tenho certeza.
Abraços querida,
Pedro

Lu Rosário disse...

Que lindo.. não só as mulheres, ams os homens também merecem ser amado e não somente todos devem ser amados, mas sim amar e corresponder a este amor.

Beijos.

Segredos da Esfinge disse...

Pedro...
Ainda bem que Vinícius deixeo um representante entre nós.
Vou apelidar vc de "Poetinha".
É encantador saber que ainda há homens que se entregam a sensibilidade.
Parabéns, nós mulheres agradecemos e muito.
Beijinho

brit com disse...

Este blog foi nomeado por Oscar Luiz para o prémio "Blog com Tomates". Para mais informações visite http://blogcomtomates.blogspot.com

Lila Magritte disse...

Bellísimo poema. Hay que estar amando siempre, Pedro.

Eduardo André Risuenho Lauande disse...

Grande Nelito, tá paidegua teu blog. Muito bom!

Anônimo disse...

Linda paisagem, linda poesia, linda a mulher amada. Mais lindo ainda é ser amado por ela...

Bjs

Mari

Lisânia disse...

...Todo homem que sabe o quer, sabe dar e querer da mulher, o melhor e fazer desse amor o que come, o que dar e recebe...parabéns pelo romantismo.

citadinokane disse...

Lu Rosário,
As mulheres merecem...

citadinokane disse...

Esfinge,
Hay que endurecer, mas sem perder a ternura... jamais!

citadinokane disse...

Brit com,
Já fui lá e tudo bem.

citadinokane disse...

Lila,
O amor faz parte de nossa essência, profundamente humano...
Besos,
Pedro

citadinokane disse...

Lauande,
Grande és tu.
Volte sempre irmão.
Abraços,
Pedro

citadinokane disse...

Mari,
Mataste a charada: o melhor é ser amado por ela.

citadinokane disse...

Lisânia,
Muito romântica, hein?!