domingo, maio 20, 2007

Ditados, ditados...

O grisalho Nilton Atayde mandou uma contribuição, já faz um bom tempo, agora não tem como não publicar, embaixo ditados populares ditos de forma rebuscada, no bom vernáculo de Camões:
"Ausência de percepção ocular, insensibiliza o órgão cardial."
"Olhos que não vêem, coração que não sente."
--------------------------------------------------
"Espécime avícola na cavidade metacárpica, supera os congêneres revolteando em duplicada."
"Mais vale um pássaro na mão, que dois a voar."
---------------------------------------------------
"Expõe-me com quem deambulas e a tua idiosincrasia augurarei."
"Diz-me com quem andas, dir-te-ei quem és."
---------------------------------------------------
"Tem a monarquia no baixo ventre."
"Tem o rei na barriga."
----------------------------------------------------
"Quem movimenta os músculos supra faciais mais longe do primeiro, movimenta-os substancialmente."
"Quem ri por último, ri melhor."
----------------------------------------------------
"Quem aguarda longamente, atinge a exaustão."
"Quem espera, desespera."
-----------------------------------------------------
"Idêntico ascendente, idêntico descendente."
"Tal pai, tal filho."
------------------------------------------------------
"O globo ocular do perfeito, torna obesos os bovinos."
"O olho do amo, engorda o gado."
------------------------------------------------------
"Equino objeto de dádiva, não é passível de auscultação odontológica."
"Cavalo dado, não se olham os dentes."

2 comentários:

Cris disse...

"antes tarde do que nunca".

Bjs.

citadinokane disse...

Cris,
Ufa!!!