sábado, maio 12, 2007

Nostalgia

Falar dos anos 80, pura nostalgia...
Estão lembrados daquelas garrafinhas da Coca-Cola, brindes, era juntar não-sei-quantas-tampinhas e a gente ganhava uma, duas... e até a grade para colocá-las... Dizia a lenda que quem bebesse o líquido que vinha dentro da garrafinha morria, nunca abri para testar, tô vivo!!! ehehehe... Abaixo a abertura do Fantástico da Rede Globo, como era diferente...
Tive um par de Ki-chute quando treinei na escolinha de futebol do Papão, fico pensando o quanto fui prejudicado por utilizar o calçado abaixo, talvez um grande jogador se perdera por conta do Ki-chute...
O boneco abaixo é da coleção do meu amigo Tico, os pais dele eram mais avançados, aí ele ganhou o boneco Falco, o Bruno adorava brincar com o boneco... Olha só a minha bicicleta Caloi dobrável, naquela época lembro a disputa entre Caloi e Monark...Estou colocando porque faz parte da nostalgia dos anos 80, mas quem agüentava o chato do Palhaço Bozo?!Aí blá blá blá... ti ti ti... Você diz pra ela Tá tudo muito bom (Bom) Tá tudo muito bem (Bem) Mas realmente, Mas realmente Eu preferia que você estivesse Nuaaaa Você não soube me amar Você não soube me amar...
O Evandro Mesquita pulando e fazendo todo um mis-scene... É a banda Blitz e chega por hoje.

22 comentários:

Navi Leinad disse...

E a "década perdida" não foi tão perdida assim, né?

Cris disse...

Não navi...foi a década da informação tecnológica...e por isso, estamos aqui, na rede...felizes e trocando idéias.
Para mim, Cazuza foi a grande estrela nacional e Fredy Mercury, internacional.

Bjs.

Anônimo disse...

Pra mim, foi o boneco do Bruno: o Falco. Era demais, e a namorada dele? o carro? era muito legal.

Mari disse...

Gosto de nostalgia. Adoro velharia também viu Pedro. Faz parte do meu ser. Adorei o post e tenha um ótimo domingo.

Bjs

Mari

Segredos da Esfinge disse...

Pedro,
Eram 5 tampinhas para cada garrafinha.
As meninhas usavam o "conga", a boneca era a "Susi", a bicicleta era a "Caloi Cei com cestinha", gostava muito mais "Sítio do Pica-Pau Amarelo" do que Bozo.
E o "`Fantástico" era mesmo o Show da vida que cintinua até hoje.
Beijos

Segredos da Esfinge disse...

Quase esqueci, sucesso musical eram os "Menudos".
Beijos

Osc@r Luiz disse...

Legal!
Vivi tudo isso também!
Mas Ki-chute era luxo. Pro dia a dia era Bamba do Superman ou Conga.
Ontem teve show da Blitz aqui em Cuiabá.
Não pude ir, mas tinha esse vinil. Tinha 2 músicas censuradas. Uma delas eu tenho hoje o mp3...
Recordar é viver!
Um abraço!

citadinokane disse...

Ivan,
Estou "achando"... ehehehe...

citadinokane disse...

Cris,
Os dois, eu a-do-ra-va!!! Meus heróis morreram todos de overaids...
E tome tecnologia.
Abraços

citadinokane disse...

Anônimo,
O Bruno tem até hoje o bonequinho.

citadinokane disse...

Mari,
O Professor Alberto não é velharia, ok?

citadinokane disse...

Esfinge,
Tu és oitentista mesmo. Tudo bem informado.

citadinokane disse...

Esfinge,
Eu detestava o "Menudo", mas tudo bem...

citadinokane disse...

Oscar Luiz,
O Ki-chute atrapalhou a minha carreira futebolística... ahahaha...
O restante da informação é verdadeira, pôxa! Olha a lembrança do Bamba e o conga.
E a Blitz, ai meu Deus!!!

Mari disse...

Pedro,

Vou fazer de conta que a tua resposta foi em javanês, tá!

Bjs

citadinokane disse...

Mari,
Te faz de surda, o pau te acha, tá?!

Luciane Fiuza de Mello disse...

Tinha esse bolachão da Blitz, mas empenou no sol... srsrsrsr Legal o post: recordar é viver.
Lu.

Anônimo disse...

Pedro,

Neste caso, pode achar à vontade viu! Rsrsrs

Bjs

Mari

Lisânia disse...

Nelito, és do tempo do ki-chute também? kkkkkk eu usei aquela praga que pesava mais que minhas pernas, mas a gente arrazava, porque o conga era barca furada, chique mesmo era o ki-chute, e hj nossos filhos querem tênis de mola...essas outras coisas aí, tudo era do meu tempo ( veinha....)
abcs.

citadinokane disse...

Lu,
Eu acho que esse bolachão tá é guardado, hein?!

citadinokane disse...

Mari,
Quando te achar, vais reclamar, dói viu?

citadinokane disse...

Lisânia,
Ias para a escola feliz da vida, né? O Ki-chute era o maior charme...