domingo, setembro 30, 2007

Fio dental

Olha essa morena. As aparências enganam, né?! Um lindo fio dental.

Posições e desculpas


Mi querido Pablo Milanés...

A falta de divulgação do show que Pablo Milanés realizou ontem no "Centro de Convenções Hangar", local da Feira Internacional do Livro, me deixou surpreso, confesso que só tive a certeza do Show no sábado(ontem), isto porque estava comprando uns livros na Feira e um amigo ligado ao evento confirmou a presença de Pablo.
Fiquei aborrecido pela falta de informação, mas ao mesmo tempo a ansiedade imediatamente se apossou de mim, como dizer que Pablo era o meu cancioneiro, aquele que traduzia em língua espanhola um romantismo sem pieguice tautológica... Letra e música que abriam muitas possibilidades, ou como diria o Loco Bueres - que alimentam os muitos mundos que carregamos...
Fui ao aniversário da filha do Rogério cumprir com muito prazer esse compromisso e logo em seguida voei para o encontro com Pablo Milanés.
Quando cheguei, ele já havia cantado cinco músicas... argh! como demorei em chegar, pô!
Consegui um cantinho bem na frente do palco, uns quatro metros me separava de Pablo, fotografei, filmei um pouquinho, cantei, bati palmas e... o pranto rolou... pura emoção...
Abracei e beijei muiiiito... e como ela cantava num castelhano perfeito, parecia una chica cubana, fui feliz... Uma estrela brilhava no céu, a brisa suave e a voz de Pablo, deliciosa voz, não me contive e gritei os nomes dos companheiros cubanos que estavam ausentes: Loco Bueres, Nilton atayde e Xico rocha.
Pablo já não apresenta a mesma cabeleira de antes, mais gordo é verdade, mas a sua verve continua a mesma, extraordinária!!!

Quando estive em Cuba, fiquei na casa de um professor da Universidad de Habana, o meu querido Eddy Jimenéz, que me dizia: - "Pablo é o cantor, enquanto Silvio Rodriguez o poeta da Revolución". Entendo que ambos são fora-de-série, sem comparação, adoro os dois...
Basta perguntar ao Loco Bueres ou ao Nilton Atayde, quantas vezes ficamos emocionados escutando os dois músicos cubanos? A resposta será: - muitas vezes! O Xico Rocha curte também os dois, mas, segundo o Bueres, é chegadinho a uma Salsa.
Agora foi impossível não pensar em Xico Rocha e Bueres quando Pablo interpretou "Yo Pisaré Las Calles Nuevamente", com essa música fazendo fundo, os dois prometeram certa vez, fazer uma revolução na qual teriam o poder de ressuscitar Camilo Cienfuegos, Salvador Allende, Victor Jara, Violeta Parra, Che Guevara, Luiz Carlos Prestes, Sandino, Carlos Drummond, Lula(o verdadeiro), Lorca... Eles haviam entornado três garrafas de escocês... A arma desses companheiros é um tubo...
Yo Pisaré Las Calles Nuevamente(Pablo Milanés)
Yo pisaré las calles nuevamente
de lo que fue Santiago ensangrentada,
y en una hermosa plaza liberada
me detendré a llorar por los ausentes.
Yo vendré del desierto calcinante
y saldré de los bosques y los lagos,
y evocaré en un cerro de Santiago
a mis hermanos que murieron antes.
Yo unido al que hizo mucho y poco
al que quiere la patria liberada
dispararé las primeras balas
más temprano que tarde, sin reposo.
Retornarán los libros, las canciones
que quemaron las manos asesinas.
Renacerá mi pueblo de su ruina
y pagarán su culpa los traidores.
Un niño jugará en una alameda
y cantará con sus amigos nuevos,
y ese canto será el canto del suelo
a una vida segada en La Moneda.
Yo pisaré las calles nuevamente
de lo que fue Santiago ensangrentada,
y en una hermosa plaza liberada
me detendré a llorar por los ausentes
Amigos e amigas da blogosfera, quando Pablo começou a cantar "Para Vivir", a emoção invadiu a todos que estavam ali, os olhos marejados diziam da profunda beleza do espetáculo:
Para vivir(Pablo Milanés)
Muchas veces te dije que antes de hacerlo había que pensarlo muy bien
que a esta unión de nosotros le hacía falta carne y deseo también
que no bastaba que me entendieras y que murieras por mí
que no bastaba que en mis fracasos yo me refugiara en ti.
Y ahora ves lo que pasó, al fin nació
al pasar de los años el tremendo cansancio que provoco ya en ti.
Y aunque que es penoso lo tienes que decir.
Por mi parte esperaba que un día el tiempo se hiciera cargo del fin
si así no hubiera sido yo habría seguido jugando a hacerte feliz.
Y aunque el llanto es amargo piensa en los años que tienes para vivir
que mi dolor no es menos y lo peor es que ya no puedo sentir.
Y ahora tratar de conquistar con vano afán
este tiempo perdido que nos deja vencidos sin poder conocer
eso que llaman amor para vivir...
...para vivir.

Abaixo captei umas poucas imagens, a bateria da máquina pifou! Tinha que acontecer logo nesse momento?

quinta-feira, setembro 27, 2007

Cinema erótico de Barcelona

Na Espanha os atores de filmes eróticos Max Cortes, Sonia Baby, Jose Play e Gigi Love brincam em sessão de fotos para divulgar o 15º Festival de Cinema Erótico de Barcelona. O evento acontece na próxima semana de 2 a 7 de outubro.
O evento traz exibições, sessões temáticas, workshops, palestras e até mesmo premiações para os "melhores" do ano.
Aí blogueiros espanhóis, uma boa pedida em Barcelona, os maiores astros e estrelas do cinema pornô espanhol estarão lá, imperdível?!
Já pensou participar dos workshops??? aprender a disfarçar uma ejaculação, dissimular um orgasmo, gritos gemidos e ranger de dentes, realmente, infernal...
Quem vai nessa?!

terça-feira, setembro 25, 2007

Um deus diferente...

Depois de visitar o blog da Carla Granja, pedi socorro ao grande poeta de além-mar... e ele veio sem demora, obrigado Pessoa!

"Multipliquei-me, para me sentir,
Para me sentir, precisei sentir tudo,
Transbordei, não fiz senão extravasar-me,
Despi-me, entreguei-me,
E em cada canto da minha alma um altar a um deus
[diferente."

Fernando Pessoa.

domingo, setembro 23, 2007

Eternamente apaixonados!!!

É uma raridade, mas está aí o vídeo com Nat King Cole cantando "When I Fall In Love", é tudo o que os românticos, sentem e falam quando estão apaixonados... eles vivem eternamente apaixonados!!!
Mas, antes de assistir o vídeo, prepara um Dry Martini, e depois fica sentadinho em frente do monitor e aciona o play do vídeo... não minta, fale a verdade, não vem uma nostalgia doida e aquela vontade de chorar? as lembranças entornando pelo chão um monte de paixões, todas abandonadas com o despontar dos primeiros raios de sol de tempos idos que não voltam mais...

sábado, setembro 22, 2007

E as flores?

Querida Poetisa Lilian,
Resolvi dedicar mais linhas para te acolher com tudo o que os poetas merecem.
Não sou poeta, já percebeste, sou apenas uma pessoa simples e como diria a voz em off: - um simples mortal!
Por não ser poeta, trago todos os poetas comigo, e eles são todos meus!
Guardo em mim uma frase, um pedaço de um poema, trago sempre comigo e quero partilhar contigo... poetisa amiga:
"Quem vai pagar o enterro e as flores
Se eu me morrer de amores?"
Implorei e ele concordou, Vinicius de Moraes irá fazer a saudação merecida:
"A hora íntima
Quem pagará o enterro e as flores
Se eu me morrer de amores?
Quem, dentre amigos, tão amigo
Para estar no caixão comigo?
Quem, em meio ao funeral
Dirá de mim: – Nunca fez mal...
Quem, bêbedo, chorará em voz alta
De não me ter trazido nada?
Quem virá despetalar pétalas
No meu túmulo de poeta?
Quem jogará timidamente
Na terra um grão de semente?
Quem elevará o olhar covarde
Até a estrela da tarde?
Quem me dirá palavras mágicas
Capazes de empalidecer o mármore?
Quem, oculta em véus escuros
Se crucificará nos muros?
Quem, macerada de desgosto
Sorrirá: – Rei morto, rei posto...
Quantas, debruçadas sobre o báratro
Sentirão as dores do parto?
Qual a que, branca de receio
Tocará o botão do seio?
Quem, louca, se jogará de bruços
A soluçar tantos soluços
Que há de despertar receios?
Quantos, os maxilares contraídos
O sangue a pulsar nas cicatrizes
Dirão: – Foi um doido amigo...
Quem, criança, olhando a terra
Ao ver movimentar-se um verme
Observará um ar de critério?
Quem, em circunstância oficial
Há de propor meu pedestal?
Quais os que, vindos da montanha
Terão circunspecção tamanha
Que eu hei de rir branco de cal?
Qual a que, o rosto sulcado de vento
Lançará um punhado de sal
Na minha cova de cimento?
Quem cantará canções de amigo
No dia do meu funeral?
Qual a que não estará presente
Por motivo circunstancial?
Quem cravará no seio duro
Uma lâmina enferrujada?
Quem, em seu verbo inconsútil
Há de orar: – Deus o tenha em sua guarda.
Qual o amigo que a sós consigo
Pensará: – Não há de ser nada...
Quem será a estranha figura
A um tronco de árvore encostada
Com um olhar frio e um ar de dúvida?
Quem se abraçará comigo
Que terá de ser arrancada?
Quem vai pagar o enterro e as flores
Se eu me morrer de amores?"

Rio de Janeiro, 1950

sexta-feira, setembro 21, 2007

Nua e toda depiladinha... uau!!!

Nua, toda depilada e sentada no pau! Ahahaha... e ainda por cima muito linda, não?! Imagem enviada pela amiga blogueira - Patrícia Surfista Gabriela.
Olha a elegância da perereca... Miss Brasil 2100!!! Coxas lindas, a batata da perna só com muita malhação e a abertura? deixa pra lá!

quinta-feira, setembro 20, 2007

Fundo 157

UTILIDADE PÚBLICA
FUNDO 157
Basta digitar o seu CPF.
Quem pagou IR (imposto de renda) entre 1967 e 1983, teve a opção de investir parte do valor a recolher no chamado "Fundo 157" de várias instituições financeiras.
Há um saldo não reclamado de 500 milhões.
Se for seu caso, acesse www.cvm.gov.br
clique em "Acesso Rápido Consulta Fundo 157" e veja, usando o CPF, em que instituição bancária está o seu dinheiro.
Quem tem mais de 40 anos com certeza tem dinheiro retido caso não tenha retirado.
Se não for seu caso, avise seus parentes e amigos.

quarta-feira, setembro 19, 2007

terça-feira, setembro 18, 2007

Por que Eva comeu a maçã?

Por que Eva comeu a maçã?
A resposta quem me enviou?
Fernanda Galvão.
Vamos entender como a serpente conseguiu estragar o paraíso.
"No início, Eva não queria comer a maçã.
- Come - disse a serpente - e serás como os anjos!
- Não - respondeu Eva.
- Terás o conhecimento do Bem e do Mal - insistiu a víbora.
- Não!
- Serás imortal.
- Não!
- Serás como Deus!
- Não, e não!
A serpente já estava desesperada e não sabia o que fazer para que a Eva comesse a maçã.
Até que teve uma idéia.
Ofereceu-lhe novamente a fruta e disse:
- Emagrece!"

Vá ao teatro ver "A Patuscada"...

Recebo um telefonema na hora do almoço da querida poetisa Júlia Câmara, faz o convite e reitera que espera me ver juntamente com a minha filha no Teatro Gabriel Hermes, claro que vou assistir à peça teatral que ela, esposo, filhos e sobrinhos montaram e encenam neste final de semana.
Nos conhecemos no Sarau Poético do Boteco da Computer Store, toda terça-feira a partir das 20h, levava a minha filhota de 12 aninhos para declamar Fernando Pessoa e Cecília Meireles, e adorava escutar a Júlia declamando as suas próprias poesias... a Júlia e esposo deram a maior força no lançamento do livro de minha filha no CCBEU, por isso, sempre que precisarem do meu apoio e for possível estarei pronto a atender o chamado.
Pedi para enviar-me a divulgação, e recebo o e-mail com todos os dados necessários sobre a peça, abaixo as informações:

"Pedro, muito obrigada pela divulgação.
Júlia Câmara"
CIA DE TEATRO AMADOR “A PATUSCADA”
APRESENTA:
ESTÓRIAS DE CONTAR
Retratando conflitos familiares que envolvem diferentes gerações, a CIA de Teatro Amador A Patuscada, que é constituída por membros da mesma família (pai, mãe, filhos e sobrinhos) , apresenta na segunda e terceira semanas de setembro, o espetáculo ESTÓRIAS DE CONTAR. A história pessoal da família de artistas, por si só, já é uma história de contar, desde a formação do grupo até a escolha do nome da Cia. de teatro.
O espetáculo foi apresentado ao público pela primeira vez na região nordeste do país no Estado de Pernambuco em uma mostra de teatro onde recebeu quatro indicações.
UM ESPETÁCULO PARA TODA FAMÍLIA!
Gênero: comédia de costumes
Censura:livre
Local: Teatro GABRIEL HERMES – SESI
Av. Dr. Freitas esq. com Av. Almirante Barroso
Dias:
14/09/07 – sexta-feira 20h
15/09/07 – sábado 20h
16/09/07 – domingo 19h
e
21/09/07 – sexta-feira 21h
22/09/07 – sábado 20h
23/09/07 – domingo 19h
Ingressos R$ 20,00 (½ p/estudantes) à venda pelos telefones:
3276 4115 / 8116 3750 / 3087 6222 / 8184 0129
Ou na bilheteria do teatro nos dias de espetáculo.
(vendas na bilheteria no período da tarde)
Patrocínio: Guarani Aguiar Imóveis

domingo, setembro 16, 2007

Lilian Haber, poetisa...

Apresento uma poetisa paraense, jurista de carreira e poetisa de coração...

Apologie à la sincerité!(Lilian Haber)
Vivre la différence sans la guerre!
Paix pour les coeurs de toutes les personnes!
Sincerité, Egualité, Fraternité et Liberté!
Un nouveau chemin pour les amoreux
qui peux dire la verité enfin?



Sem resistência(Lilian Haber)
Dedos ligeiros
Roupa despida
Beleza esculpida
Sedução pura
Quero morrer nos braços teus
Sorver do teu sorriso
Delirar sem aviso
Rosto sereno
Beijos trôpegos
Quem a ti pode resistir?
É impossível
Pedem-me o impossível

Sêmen de um perigoso criminoso..

Uma investigação sobre o sêmen de um perigoso criminoso, que acabara de praticar um estupro seguido de morte.
A polícia chega e os peritos começam a buscar pistas do assassino, usam uma luz especial que evidencia os traços de esperma no ambiente, o mesmo é imperceptível à luz natural.
Procuram, procuram e... encontram.
Vejam o vídeo abaixo para entender melhor.

Camarão, açaí e dormir




Camarão com açaí... Huuummm... Irresistível!
A propósito, uma vez vi o Tico brigando com um pedaço de charque e uma tigela de açaí fazendo companhia, estava todo lambuzado de açaí, é preciso ter muita experiência para não manchar a camisa com o líquido escuro, ok?
Deixa eu "matar" esse camarão e "aparar" com açaí... e depois? dormir.

De pé...


Estávamos ali, e foram os melhores anos de nossa juventude...
A letra da Internacional na ponta da língua, só o Marcilhão com a mania de cantar o "Vermelho do Garantido", também o cara nasceu em Paritins...
O Fernando Maia ensaiava a estrofe abaixo:
"De pé, oh vítimas da fome
De pé, famélicos da terra
Da idéia o povo já consome
A crosta bruta que a soterra
Cortai o mal bem pelo fundo
De pé, de pé, não mais senhores
Se nada somos em tal mundo
Sejamos tudo, oh produtores..."

Discriminação


Românticos são lindos!!!

Falei - és uma garota preciosa -, ela rebateu dizendo - apenas romântica.
Eis aí a nossa blogueira do blog parpitando, Priscila, uma pessoa muito sensível como muitos que freqüentam o nosso blog, rsrsrs... Depois que li o que ela escreveu, fiquei buscando o meu romantismo, meio bobinho, acabrunhado, mas ainda sorrindo, de soslaio é verdade... vivo, vivinhodasilva...
Para homenagear os românticos, nada melhor que uma balada gostosa do cantor e compositor Vander Lee, ele é certeiro, tirou as palavras da minha boca, também pudera o cara é romântico como nós, né?! Quem se identificar com a letra comenta sem vergonha, afinal de contas, os românticos são loucos desvairados...
Românticos(Vander Lee)
Românticos são poucos
Românticos são loucos desvairados
Que querem ser o outro
Que pensam que o outro é o paraíso.
Românticos são lindos,
Românticos são limpos e pirados
Que choram com baladas,
Que amam sem vergonha e sem juízo
São tipos populares, que vivem pelos bares
E mesmo certos vão pedir perdão
E passam a noite em claro
Conhecem o gosto raro
De amar sem medo de outra desilusão
Romântico é uma espécie em extinção.
Românticos são poucos,
Românticos são loucos,
Como eu
Como eu(Como nós)

Por quem merece amor... de verdade!


Volto a publicar sobre o poeta da revolução cubana - Silvio Rodriguez, resgato letra e música belíssimas, alguém consegue falar de amor despindo-se de todas as conveniências e imposições sociais, e como Silvio me emociona pela pureza de sentimentos... Num mundo globalizado, onde o capital e os interesses de mercado falam mais alto, eis uma voz rompendo e apontando uma outra direção...
Antes que venham falar que estou "jogando para a torcida", antecipo-me, faço minha as palavras de Jards Macalé e que Zeca Baleiro repete em gravação com Gal Costa em Vapor Barato: "Eu não preciso de muito dinheiro(graças a Deus!)". Consigo pagar minhas contas, e ainda sobra um trocado para os meus cd's e livros, e o melhor, me sinto em paz comigo mesmo... não compro alpiste de passarinho porque está em promoção, não tenho passarinho e nem impulso consumista, ok?! Faço só aquilo que o meu parco recurso permite, não sou revoltado por isto, e só mais uma coisinha - ninguém vai me tirar o direito de sonhar!
E como não sonhar escutando Por Quem Merece Amor??? Na voz de Miltinho do MPB4, a música data dos anos 80, e fala muito...
POR QUEM MERECE AMOR
“Te perturba esse amor? amor de juventude,
Meu amor é amor de virtude.
Te perturba esse amor? sem máscaras por trás,
Meu amor é uma arte de paz.
Te perturba esse amor? amor de humanidade,
Esse amor, é amor de verdade.
Te perturba esse amor? com todos ao redor,
Meu amor é uma arte maior.
Meu amor, minha prenda encantada,
Minha eterna morada, meu espaço sem fim.
Meu amor não aceita fronteira,
Como a primavera não escolhe jardim.
Meu amor não é amor de mercado,
Esse amor tão sangrado, não se tem pra lucrar.
Meu amor é tudo quanto tenho,
E se eu vendo ou empenho, pra que respirar?!
¿Te molesta mi amor? amor de juventud,
Y mi amor es un arte em virtud.
¿Te molesta mi amor? mi amor sin antifaz,
Y mi amor es un arte de paz.
¿Te molesta mi amor? mi amor de humanidad,
Y mi amor es un arte e su edad.
¿Te molesta mi amor? mi amor de surtidor,
Y mi amor es um arte mayor.
Meu amor, alivia e acalma,
É o remédio da alma pra quem quer se curar.
Meu amor é humilde, é singelo...
E o destino mais belo, é torná-lo maior.
Meu amor, o mais apaixonado
Pelo injustiçado, pelo mais sofredor...
Meu amor abre o peito pra morte
E se entrega pra sorte por um tempo melhor.
Meu amor, esse amor destemido,
Arde em fogo infinito:
Por quem merece amor.

O jeans nosso de 1988


Vejam como são as coisas, estava passeando pelo YouTube e encontrei o vídeo do comercial do jeans staroup, as garotas vão estranhar a diferença das calças daquela época, a cintura era bem alta, né? Uma propaganda e um turbilhão de lembranças. Como esquecer do amigo Fernando Lobo - o Lobinho de História? Aí somam as figuras do João Índio, Marcelo Sampaio, Socorrinho, Nádia(Sra. Lobinho), Cássio, José Maia, Paulo Daniel, Luís Empatafoda, Deise, Almir, Walter Negão(falecido), Fernando Maia, Botelho, Humbertinho e tantos outros...
O comercial lembra muito os nossos enfrentamos com a polícia militar, as passeatas pela meia-passagem, por mais democracia... até o ano do comercial coincide - 1988.
Os caras que dirigiram o comercial captaram bem o espírito da época...
Ah! Assim a gente morre de saudades, não? Havia uma estúpida sinceridade em nossos atos, e uma crença absurdamente pueril de que tudo seria ajustado com uma revolução que não tardaria, apesar de nem todos serem revolucionários...

sexta-feira, setembro 14, 2007

País com 2 sílabas e 1 delas é bom para se comer...

Eu me espoquei de rir, essa eu recebi da amiga Marta, vale a leitura atenta... ahahaha...

"ACONTECEU NA TUPI FM
Aconteceu de verdade na semana passada na rádio TUPI FM 104,1 em São Paulo:
Locutor: - Quem fala?
Ouvinte: - É o Vicente.
Locutor: - De onde, Vicente?
Ouvinte: - Lapa!
Locutor: - Olha aí, Vicente da Lapa! Valendo o kit com camiseta e CD do Edson e Hudson.
Presta atenção!
Qual é o país que tem duas sílabas e se come a metade?
Prestou bem atenção?
Há um país com 2 sílabas e 1 delas é muito bom para se comer.
Dez segundos para responder.
Ouvinte: - CUBA!
Locutor(mudo por alguns segundos e algumas risadas no fundo): - Tá certo, senhor Vicente! Vai levar o prêmio pela criatividade.
Mas, aqui na minha ficha estava escrito JAPÃO... "

Cálculo virtuoso

Me apresso logo em dizer, o cálculo abaixo é sinistro pra caramba! Mas, como tem sido a nossa prática, vem o e-mail com o pedido: - publica esse negócio lá no teu blog... E como deixar sem resposta os nossos amigos, né?
Quem mandou esses cálculos virtuosos, foi a colega de trabalho Érica Santos, depois de ler senti um alívio, ufa! ainda bem que não sou tão valorizado... Leiam e todos irão entender o que acabo de afirmar.
"Já pensou naquelas pessoas que dizem que estão dando mais que 100 % delas mesmas?
Todos nós ja estivemos em reuniões em que alguém quer que você dê mais de 100%, certo?
Que tal então chegar a 200% ???
Aqui vai uma pequena matemática que pode ser útil:
se: A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z
são respectivamente:1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26
Então: S A B E D O R I A = 19+1+2+5+4+15+18+9+1 = 74%
T R A B A L H A R = 10+18+1+2+1+11+8+1+18 = 80%
A T I T U D E S = 1+20+9+20+21+4+5+19 = 99%
F A Z E R PORRA N E N H U M A = 6+1+26+5+18+16+15+18+18+1+14+1+14+5+14+8+21+13+1 = 200%
Conclusão:A SABEDORIA vai te dar 74%.
Enquanto TRABALHAR vai melhorar um pouco seu aproveitamento.
Já as ATITUDES vão levá-lo bem próximo da perfeição.
Mas FAZER PORRA NENHUMA vai levá-lo ao dobro do Máximo de sua capacidade.
Não é por acaso que QUEM FAZ PORRA NENHUMA É MAIS VALORIZADO!!!"

quarta-feira, setembro 12, 2007

No Bar do Parque... Belém, Belém, tudo bem!

Este post é para o paulista comentarista blogueiro Tadeu. Conforme pedido teu, visitei o Bar do Parque em um domingo ensolarado, lugar histórico da boemia paraense, os notívagos daqui ainda freqüentam o local de tantos embates e debates políticos... Ainda encontramos por lá, poetas, músicos, estudantes, putas, engraxates...
São muitas histórias...
As fotos são todas minhas. O Elias ainda continua trabalhando, o Sérgio se aposentou, abaixo o Válter(tem 18 anos de casa) que prestou todas as informações.
As mesas e cadeiras de ferro ainda resistem, mas já começaram a aparecer as de plásticos... rsrsrs...
Para encerrar, fiquei sentado lá no cantinho do alto, e aí pedi um guaraná Cerpa, lembras? a garrafa é diferente, né?
Para muitos(eu me incluo), o Bar do Parque é um lugar imaterial, solto do chão, habita o nosso imaginário poético...





terça-feira, setembro 11, 2007

Ivan e suas manias...

O Ivan é um cara muito legal, ele é poeta!
O poeta Ivan é cheio de manias, é verdade, o suco cativo do poeta é o de pêssego, agora prestem atenção, o Ivan vai ao supermercado compra os seus enlatados e coloca, sempre, as latas viradas na geladeira, olha a imagem abaixo, é assim mesmo, é mania de poeta louco... Outra, o cara anda com a máquina fotográfica, aí ele vai captando instantâneos do cotidiano, em Macapá, no extremo norte, ele fotografou um carro com a placa: GAY 24.. A placa abaixo, ele fotografou sem saber como era o nome do bar, vou completar a informação, trata-se do "Bar Santa Fé", perto de casa, mas, não conheço o Ernesto que assina a frase... Ahahaha... Valeu Ivan!!!



segunda-feira, setembro 10, 2007

Alter do Chão - a paz que eu quero!

Amigos e amigas da blogosfera, o final de semana em Alter-do-chão foi maravilhoso, encontrei o amigo Vanderlei Ladislau e sua esposa Edilene e o pequeno Vinícius, festejamos o encontro casual com apenas leite e água mineral...

Nessa banana puxada por lancha fomos jogados na água, alguém tem a idéia da dificuldade de subir depois de dez mil copos de leite???
O Gabriel nos atendeu na terceira barraca(não lembro o nome), pedi um tambaqui na brasa e de repente lá vinha ele com o peixe pedido ainda resistindo e se batendo... será que posso falar de peixe pego na unha?!
As fotos abaixo são de Alter-do-chão, a praia com a paz de criança, sem poluição sonora, só com o barulho das ondas e vento...

Não vejo a hora de voltar ao Caribe amazônico, talvez no próximo feriado, eu vou de novo!!!