segunda-feira, setembro 10, 2007

Alter do Chão - a paz que eu quero!

Amigos e amigas da blogosfera, o final de semana em Alter-do-chão foi maravilhoso, encontrei o amigo Vanderlei Ladislau e sua esposa Edilene e o pequeno Vinícius, festejamos o encontro casual com apenas leite e água mineral...

Nessa banana puxada por lancha fomos jogados na água, alguém tem a idéia da dificuldade de subir depois de dez mil copos de leite???
O Gabriel nos atendeu na terceira barraca(não lembro o nome), pedi um tambaqui na brasa e de repente lá vinha ele com o peixe pedido ainda resistindo e se batendo... será que posso falar de peixe pego na unha?!
As fotos abaixo são de Alter-do-chão, a praia com a paz de criança, sem poluição sonora, só com o barulho das ondas e vento...

Não vejo a hora de voltar ao Caribe amazônico, talvez no próximo feriado, eu vou de novo!!!






22 comentários:

Patrícia Gabriela disse...

Que bom q o passeio foi maravilhoso, realmente a propaganda parece ser realista, quero ir conhecer também!

Ah o mais legal foi "alguém tem a idéia da dificuldade de subir depois de dez mil copos de leite???" Posso não ter idéia, mas imagino,kkkkkkkkk... Leite... Sei...kkkk...

Beijos amigo Pedro!!!

Amanda_Bia disse...

ai que lugar lindo! tudo que eu precisava agora!
pensei que vc tinha parado com o blog!
beijos!

citadinokane disse...

Gabi,
Foi ótimo!
Experimenta beber dez mil copos de leite... só de lembrar me dá arrepios... argh!!!
Beijos,
Pedro

citadinokane disse...

Oi Bia!
Voltei no início do mês, vou ajustar as vindas aqui conforme o tempo profissional...
Sempre é bom receber-te, a casa é nossa pode entrar, sempre!
Beijos,
Pedro

Tozé Franco disse...

Ai que inveja....
Um abraço.

Direito & Esquerdo disse...

Nelito tô com inveja de dois amigos bebedores de "leite".
Afinal, no próximo ano comppletará 18 anos que estive naquele paraíso.
Agora, por falar em leite, tô precisando embriagar-me com "ministro da educação".
Um amplexo

tadeu disse...

leite , é né???
já orví tudo que é nome pra mardita , mas leite num cunhicia.
Abraços
Tadeu Mineiro e fazendeiro de "leite"

Anônimo disse...

Pedro,
Algo me diz que às vezes é mesmo necessário o grito interno do nosso coração, para que possamos aproveitar o que a vida tem de mais simples e mais maravilhoso.
A vida quer de nós... apenas "vida"e nós fazemos questão de complicar tudo em nossa "vida".
Beijos no "Coração" cheio de vida.
Esfinge

crisblog disse...

Caramba...que farra !

rsrs

Beijos.

Anônimo disse...

a foto deita é com seu companheiro,rsrsrsr

citadinokane disse...

Tozé,
O que me chamou a atenção - lá não existe barulho, só a magnífica melodia da natureza, abençoando este encontro do homem e a essência do mundo: água, as matas e a bondade do criador se derramando em raios solares abundantes...
Impossível não ficar deslumbrado com a beleza do lugar, cheguei em silêncio a agradecer instintivamente ao criador daquela natureza.
Abraços,
Pedro

citadinokane disse...

Bruno,
Muita cautela! leite não é fácil, viu?!

citadinokane disse...

Fale Tadeu!
É leite sim!
Ah, essa mardita!
Abraços,
Pedro

citadinokane disse...

Esfinge,
Enquanto bater no peito esse músculo... Não desistirei um minuto, e sempre agradecendo a oportunidade de estar aqui nessa grande e maravilhosa aventura - VIVER tudo agora, já!!!
E como diria o Tozé: "Faça o favor de ser feliz!" ok?!
Beijos,
Pedro

citadinokane disse...

Cris,
Mas como?
Só leite e água mineral...
Beijos,
Pedro

citadinokane disse...

Anônimo,
Ao meu lado o meu amigo e camarada Wanderlei, talvez o melhor advogado de Belém em direito previdenciário.
Abraços,
Pedro

Osc@r Luiz disse...

Cara!
Você anda mesmo aproveitando, hein!
Muito bom isso. Renova a gente!
Um grande abraço!

Yúdice Andrade disse...

Santarém, terra de minha esposa. Suspiro ao me lembrar que, em Alter do Chão, a isca de peixe é de pirarucu e o tambaqui, um dos meus peixes favoritos, vem fresquinho. Quem sabe em janeiro eu volte.
A propósito, já passei pela humilhação de não conseguir voltar para a banana, senão com muito esforço e ajuda. Mas o meu problema não foi o leite e sim a barriga.
Pedro, a sunguinha vermelha está ótima.

citadinokane disse...

Oscar,
Viver é necessário, navegar também...

citadinokane disse...

Yúdice,
Não vá em janeiro, a praia fica submersa, o período das enchentes, ok? Bom mesmo a partir de maio.
Égua sumano!!! Eu consegui, era uma questão de honra, eu gritei pro cara da lancha, "Pode virar a lancha que eu não caio da banana". Fui o primeiro a cair... ahahaha...
Não te falei que ela ia ficar legal?! Relutaste em emprestar-me a dita sunguinha vermelha, falaste que era presente da tua esposa e etecetera e tal, mas consegui te demover da intenção de nefar-me a tua sunguinha vermelha.
Já escaldei e vou te devolver a tua sunguinha vermelha, ok irmão?
Abraços,
Pedro
____
Retornei ao "Lar de Maria", tô com fé que continuarei.

Mixikó disse...

uau...que belo paraíso...
leite...ehehehehehhehe...pois sim

citadinokane disse...

Mixikó,
É um paraíso mesmo.
lá não existe a maldade, ainda... e ninguém te enchendo a paciência.
E o que é mais importante, bastante leite!
Beijos mama mixikó,
Pedro