sexta-feira, setembro 14, 2007

Cálculo virtuoso

Me apresso logo em dizer, o cálculo abaixo é sinistro pra caramba! Mas, como tem sido a nossa prática, vem o e-mail com o pedido: - publica esse negócio lá no teu blog... E como deixar sem resposta os nossos amigos, né?
Quem mandou esses cálculos virtuosos, foi a colega de trabalho Érica Santos, depois de ler senti um alívio, ufa! ainda bem que não sou tão valorizado... Leiam e todos irão entender o que acabo de afirmar.
"Já pensou naquelas pessoas que dizem que estão dando mais que 100 % delas mesmas?
Todos nós ja estivemos em reuniões em que alguém quer que você dê mais de 100%, certo?
Que tal então chegar a 200% ???
Aqui vai uma pequena matemática que pode ser útil:
se: A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z
são respectivamente:1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26
Então: S A B E D O R I A = 19+1+2+5+4+15+18+9+1 = 74%
T R A B A L H A R = 10+18+1+2+1+11+8+1+18 = 80%
A T I T U D E S = 1+20+9+20+21+4+5+19 = 99%
F A Z E R PORRA N E N H U M A = 6+1+26+5+18+16+15+18+18+1+14+1+14+5+14+8+21+13+1 = 200%
Conclusão:A SABEDORIA vai te dar 74%.
Enquanto TRABALHAR vai melhorar um pouco seu aproveitamento.
Já as ATITUDES vão levá-lo bem próximo da perfeição.
Mas FAZER PORRA NENHUMA vai levá-lo ao dobro do Máximo de sua capacidade.
Não é por acaso que QUEM FAZ PORRA NENHUMA É MAIS VALORIZADO!!!"

12 comentários:

Navi Leinad disse...

É... verdade.

Patrícia Gabriela disse...

Acho q preciso aderir mais ao "fazer porra nenhuma",kkkk...

Adorei receber scrap seu no orkut,viu amigo?

Otimo fim de semana =)

Beijos!!!

Mari disse...

Concordo com a última frase. Então, não façamos porra nenhuma tá mermão?!
Rsrsrs

citadinokane disse...

Ivan,
Ô injustiça desgraçada...

citadinokane disse...

Gabi,
Negativo! Já estás valorizada por esses lados daqui e pronto.
Beijos,
Pedro

citadinokane disse...

Mari,
O Ivan comentou que tu estavas enchendo a cara de "Periquita", cuidado!
Beijos,
Pedro

Anônimo disse...

Pedro ,
Tenta "fazer porra nenhuma bebendo todas no Ranulfo"
dá mais 1000%
Abs
Tadeu

citadinokane disse...

Tadeu,
És o "matador" que o papão precisa...
Acho que esse post é direcionado para o boteco, né?!
Lá eu sou supervalorizado mesmo.
Abraços,
Pedro

tadeu disse...

Amigo velho ,
Papão?????? Vá na sede nautica do Remo na cidade Velha , se é que existe ainda , e verás na parede uma placa de bronze de 1907 (creio eu) com os fundadores do Glorioso Leão e lá encontrarás : Karl Heinrich Schumann , pai de d.Elsa ,linda ,loira paraense que casou-se anos depois no Rio com um cearense "neurastenico" (todo nordestino é antes de tudo um .... "neurastenico") , e geraram um monte de "arrebentos" inclusive este que te escreve então : Papão , jamais.
Contudo para que nosso amigo Joel Santana não me sirva em copo pequeno ou cerveja quente falaremos na primeira vez que somos todos Botafoguenses , o que me conforta.
Abraços
Tadeu

citadinokane disse...

Tadeu,
Vou lá na sede náutica daquela "coisa"... bater uma foto e postar.
Cabe uma observação, a sede náutica do R... foi leiloada, justiça do trabalho e etc., um colega nosso, remista "doente", só podia ser,né?! Arrematou e devolveu a mesma para aquela "coisa"...
Mas, vou lá...
Abs,
Pedro

tadeu disse...

Não tenhas ojeriza em falar o nome do Remo afinal eu apesar de Leão histórico vibrei com o Papão na Libertadores assim como no passado torcí pelo belo time do Flamengo na epoca da seleção de 82/83 ( e olha que sou absolutamente doente pelo Botafogo , aliás doente pelo Botafogo é redundancia)
A rivalidade fica pra consumo interno e o respeito para consumo geral.Será que existe a placa ainda , se sim , fotografe e mande para que eu possa mostrar pros bisnetos do alemão e garantirás um espaço maior ainda dentro do meu coração.
Finalmente o que realmente não interessa é o futebol paraense na draga em que está.
Abs
Tadeu

citadinokane disse...

Pô cara!
Que lição me deste, hein?!
Esqueci que estás muito tempo fora daqui, e joguei com as armas que os meus amigos remistas costumam utilizar, sabe como é que é... rivalidade absurda, e a gente acaba reproduzindo... argh! Não repetirei mais, espero conseguir o teu perdão, ahahahaha...
Irmão, tens razão, a rivalidade fica para consumo interno e o respeito para consumo geral.
Fui até à sede náutica daquela... ops! melhor dizendo, do Clube do Remo, quase choro de tristeza, o abandono é grande, fui invadindo o local, depois conheci o vigia - o Manoel, expliquei a minha missão, ele me tratou muito bem, reviramos tudo e não encontramos a placa.
No dia seguinte, me dirigi à sede na Avenida Nazaré, conversei com alguns diretores e eles não lembraram do teu avô, fucei mais um pouco e tirei fotos de duas placas, uma de 1905 e outra de 1911, com os nomes dos fundadores e reorganizadores do grandioso Clube do Remo.
Eles pediram para que fosse feito o contato, a fim de resgatar a história do teu avô, depois vou te passar o telefone da sede e o e-mail de lá, ok?
_______
Cabe aqui fazer mais um comentário, lá na sede náutica, perguntei para o Manoel se estava funcionando o remo, ele disse que estava e fez o convite para que eu fosse praticar o esporte, pois tinha barco de sobra... fiquei tão sensibilizado que quase digo sim, mas, algo lá no meu íntimo, gritou:NÃO! JÁ IMAGINOU A CAMISA DO REMO TOCANDO A PELE... (perdoe o amigo... recaída...)
Abraços,
Pedro