domingo, setembro 02, 2007

Meu boteco, meu pé-sujo...

1234567Há um bom tempo o amigo Tico solicitava um post sobre o nosso Boteco. Boteco vem de "botica", que seria armazém, depósito de alimentos. Mas, boteco pra nós significa o local para encontrarmos os amigos e falarmos sobre a vida, sobre tudo, tudo mesmo!
Para alguns amigos o boteco seria um templo intangível onde festejamos o mistério da vida, guardando um profundo apelo ao "aproveite o dia", um eterno "liberar-se de si" e esquecer as vicissitudes do cotidiano.
Existe todo um ritual, cerveja bem gelada, copos levantados quase que transbordando e palavras soltas ao vento, como por exemplo:"que nossas esposas nunca fiquem viúvas!!!" ou "eu bebo sim e estou vivendo, tem gente que não bebe, está morrendo...".
Guardando as devidas proporções, é muito parecido com o ritual de partilhar pão e vinho na comunhão dos católicos, sacerdote ergue a taça de vinho e hóstia oferecendo a todos que tenham confessado os seus pecados, veja a importância do confessionário lá no canto da igreja, de onde todos saem com suas penitências, no boteco o confessionário tanto pode ser a mesa como o balcão de cimento, no boteco os amigos fazem as vezes de confidente, caso não apareça nenhum amigo, tem o balcão para a confissão e o dono do boteco para ouvir, agora não é certeza que ele irá guardar segredo, e a primeira frase que o dono do mafuá vai te dizer depois de ter espalhado as tuas frustrações: "Qualé mermão!Eu não sou túmulo..."
O nosso boteco é o "Bar do Ranulfo", o nome oficial?! É chique, olha só: - "Vital Drinks"! inclusive, o boteco do Ranulfo foi indicado em 2005 pela Revista Veja, como um dos melhores botecos de Belém(foto 4). A cerveja sempre gelada, o peixe frito crocante e saboroso(acho que é o melhor peixe-frito dessas bandas), tinha uma costeleta de leitão na brasa, huumm... uma delícia! Mas como o churrasqueiro (o cara era piauiense, uns chamavam pra ele de "Ceará" e outros pra encher o saco, chamavam pra ele de "Gaúcho") colocou ele na Justiça, ele resolveu acabar com a costeleta na brasa...
O advogado Mário Damasceno ganhou a causa para o Ranulfo, e recebe de honorários advocatícios - cerveja e peixe-frito at eternum; o Dr. Mário Damasceno além das causas trabalhistas é conhecido no boteco como o "advogado dos cornos", oh meu Deus! que eu nunca precise dos serviços dele... ahahaha...
Na foto 1, o dono do boteco - Ranulfo.
Fotos 2, 3 e 4 - o boteco.
Foto 5 - Edgar Augusto Proença e Silvinha Proença.
Foto 6 - Marco Moreira, Juju e Marcelo Costa.
Foto 7 - Rogério Friza.
Na verdade, o nosso boteco se aproxima o que muita gente chama de pé-sujo, e não vejo nada de mal chamá-lo de pé-sujo, posso dizer com orgulho: - Eu tenho um pé-sujo!!!

Ode ao pé-sujo(Renato Casimiro)
Tua sedução é menos de bar
que de imensas catedrais a nos habitar
pois vem do éter
do hálito
do hábito de te freqüentar.
Mesmo em tempos de falta de tempo
de deselegância e parcos salários
um botequim não é nunca
só para se embriagar
pois além do vício
do vento
da vida e da chuva
existe o que em ti
é somente verso, música
horas passadas em meditação profunda
seus vazios
vasos partidos
amores perdidos
entre mesas balcão e odores
e restos de tira-gostos amargos nos dias difíceis.
Sugerem a bêbados
um purgatório provável
de francos sorrisos largos
Suas paredes mal revestidas
de rios e mares e bebidas baratas
exercem sobre os fregueses
desejos de gozos e doses e goles e guizos que guiam
à ternura plácida de um copo.
(http://palavrarte.sites.uol.com.br/Equipe/equipe_rcasimiro_poemas.htm)

27 comentários:

Kiara Guedes disse...

Oi Pedro!! Oh coisa boa essa combinação de boteco, a espuma e os amigos!!!
E então... vc foi assistir Útero?!!! Ah, não queo escutar um não como resposta eim!... Bem, se a resposat foi sim, vc me conhece pelo menos de palco...rsrs. Mas acho mesmo que as pessoas devem se movimentar pra que o circuito cultural não fique restrito a uma meia duzia, pode contar comigo... Porém não conheço muitos blogueiros, mas estou dentro! Abraços e uma ótima semana!

as-nunes disse...

Olá Nelito
Estava a habituar-me a umas férias que eu arranjei, assim a modos que mais ou menos caseiras, mas tive que voltar ao activo. De qualquer modo a minha ideia é aposentar-me, se calhar ainda antes do fim do ano. Vamos lá a ver. Só que com este post, fiquei práqui a magicar que não arranjei nenhum boteco como esse aí. E chego a esta triste conclusão. Tantos anos a levar as coisas tão a sério...
talvez demasiado a sério!?
E fiquei com inveja de não poder pertencer também a um boteco como esse. Deve ser porreiro!...
Um abração!
António, também Nunes

Roseane disse...

Sinto falta de um boteco...tu me deixaste com água na boca desse peixe frito...e o papão comanda aí??? Boa semana professor!

Anônimo disse...

Grande Pedro , será o Ranulfo , irmão mais novo do Joel Santana???
Boa matéria para ser debatida no local.
o lugar , imbatível.
Abs
Tadeu

Anônimo disse...

Continuando o acima Pedro , o lugar imbatível exceto pela presença nefasta de um timinho fora das séries rsrsrsrs
Abs
Tadeu

Carlos Ponte disse...

Deve ser bem bacana - em roma sê romano -, aí a sua "catedral". Com as devidas diferenças trouxe-me à memória a adega Parente na cidade do Porto onde jantávamos nos meus de estudante, já lá vão uns anitos. As mesas quase a pingar gordura e nós a deliciarmo-nos com as alheiras da casa. Bons velhos tempos. Hoje a ficalização alimentar mandava fechá-la em três tempos mas na altura prestou bons serviços ao pessoal. Pedro, um abraço para si.
Carlos Ponte

crisblog disse...

Caramba...a Silvia e o Edgar Augusto...deve ser muito legal esse "boteco"...já quero ir.. rsrs

Beijinhos.

citadinokane disse...

Kiara,
Fico obrigado moralmente contigo, vou assistir "útero".
E de hoje em diante farei de tudo para reverter o "não" que te dei em um "sim" permanente...
Vamos combinar como fazer a divulgação do Espaço Cuíra, né?
beijos

citadinokane disse...

António,
Fico feliz em ver-te por essas bandas, estou em dívida contigo, penso que minha nau deve mais vezes ancorar em terras de além-mar...
Por aqui, e em todo Brasil, temos essa mania nacional, em vez de procurarmos um psicólogo ou um profissional que trate de nosso estresse, sentamos à mesa ou balcão de um boteco ou pé-sujo e descarregamos todos os problemas diários, fala-se mal dos políticos, sogras e etc...
E incrivelmente as amizades são fortalecidas com a benção do dono do mafuá, que nem sempre é muito "educado", ahahaha...
O petisco sempre a acompanhar uma tulipa de chopp ou cerveja, variedade; carne assada, peixe frito, bolinho de bacalhau ou de piracuí(farinha de peixe)...
Abraços amigo de além-mar,
Pedro

citadinokane disse...

Roseane,
Tão distante geograficamente, e num instante, o coração começa a bater como se estivesses andando pelas ruas de Belém atrás desse peixe-frito, né?!
Tenho acompanhado o teu blog e volto a dizer: não tem pavulagem, não. É simples como a chuva das três... ahahaha...
Beijos e sempre bem vinda,
Pedro

citadinokane disse...

Tadeu,
Bingo!!!
O Ranulfo fica p... da vida, quando o Joel Santana aparece na Tevê e a gente grita: olha o Ranulfo!
Uma teoria para explicar a semelhança - o pai do Ranulfo era caixeiro viajante.
Mas, ano que vem irás conhecê-lo pessoalmente, para provocar entra chamando pra ele de Joel Santana.
Abraços,
Pedro

citadinokane disse...

Tadeu,
Mesmo com o brasão pendurado na pernamanca, os remistas freqüentam em peso e nunca houve confusão. O boteco é o espaço mais democrático que existe, lá no Ranulfo temos médicos, jornalistas, advogados, engenheiros, vigilantes, entregadores de marmitas, auditores, empresários, sambistas...
Ah! ia esquecendo, o palavrão é liberado... pode chamar com vontade... ninguém se assusta... ahahaha...
Eu quando estou fulo da vida, chamo só o "garaio".
Abraços,
Pedro

citadinokane disse...

Carlos,
Tocaste num ponto nevrálgico para todos os botecos, nunca peça para visitar a cozinha, o resultado seria com certeza - sair correndo e chamar a polícia... ahahaha...
Alguns especialistas do assunto sustentam que é importante que seja dessa maneira, pois, só assim adquirimos resistência e anti-corpos para algumas doenças...
Fica a lembrança das conversas e a amizade construída ali, ali mesmo, no boteco nosso de cada dia.
Abraços,
Pedro

citadinokane disse...

Cris,
Se quiseres matar o Edgar e a Silvinha, pode ir lá no sábado às 11h. Não esqueça do peixe-frito, se for para esnobar peça o pirarucu frito.
Beijos,
Pedro

Anônimo disse...

Esse é o lugar.Du garaio.
E vale o Papão , o Leão , Tuna e outros mais , o importante é a gente pegar com Joel Santana e receita pra ser campeão carioca.
Na realidade mais atraente e simpático que o Quiosque.
Abs
Tadeu

citadinokane disse...

Tadeu,
O dono no primeiro contato, parece durão, depois com o passar do tempo,percebe que ele realmente é durão... com a convivência, ele amolece e até pendura a conta, mas só para os "caras de fé", aqueles que não falham... Quando o cara tá devendo e pede uma cerveja, ele pega a cerveja põe na mesa e traz um copo bem pequeno, e todo mundo fica sabendo que o cara está devendo...
Resumindo é superdivertido...
Abraços,
Pedro

Anônimo disse...

Tá vendo , cheio de táticas o nosso (já gostei dele) Ranulfo , essa do copo pequeno é boa demais.Moro em Perdizes e tem miles barzinhos , chiques etc meu preferido é um pé-sujo em frente de casa o mais simples da região também frequentado por todo o arco social onde o porteiro fala tão grosso como o empresário ou marchand milionário.Chamamos o bar de Sabe-Tudo porque lá vc encontra resposta pra tudo , pra tudo mesmo vai por mim mano véio( desde questões existenciais , filosoficas , sexuais , cura pra cornice ,dor nos quartos e na sala tb , unha encravada , pilori-pax além é claro de qual foi a pressão que o Charles Miller deu no capotão que ele trouxe da Inglaterra quando da primeira pelada de football-association no Brasil , sabe-se tudo data e escalação dos times se for o caso)
Meu cunhado fala que todo mundo quer morar de frente pro mar e eu de frente pro bar.
Aquele abraço
Tadeu

citadinokane disse...

Pô irmão Tadeu!
Nas vezes que fui a São Paulo, por que não encontrei esse boteco?!
O boteco é apenas o pretexto para desarmarmos o espírito, e darmos vazão no que temos de mais autêntico em nós, não sei se tu concordas?
Falamos o que vem n'alma, né?
Abraços,
Pedro

citadinokane disse...

Tadeu,
Boteco sabe-tudo... é paidégua!

rєnαtinhα! disse...

É bão d+ bbr no boteco com amigos e jogar conversa fora...

Fazia mto isso no tempo d facu, era soh atravessar a rua...

Hehe...

Kiara Guedes disse...

Sim sim salabim!! rs
Já estas linkado pra gente não se perder mais...

Direito & Esquerdo disse...

Pô Nelito,

Até que enfim irmão.
Nosso amigo "ministro da educação" precisava de homenagem como esta.
Só quem conheçe aquela extensão de nossas casas poderá realmente ter noção do ambiente que lá existe.
Um abraço
Bruno Soeiro

citadinokane disse...

Renatinha,
Era só atravessar a rua e tinha o copo-sujo, né?

citadinokane disse...

Kiara,
Não vamos nos perder, jamais...

citadinokane disse...

Valeu Bruno!!!

Mixikó disse...

Legal...ou será:legau...

No outro dia ouvi uma expressão assim:não vou a restaurante pé sujo...

E eu fiquei a pensar...eh pá...o que será que isso significa????

Que é um sitio onde só vão pessoas sem dinheiro??Ou um sitio em que o chão é tão sujo que se forem descalços ficam sujos?????

lolllllllllllllllllllll

POis gostei desse "boteco" Pedro...parece boa onda...viva o botecooooo

citadinokane disse...

Mixikó,
Pé-sujo quer dizer - lugar sem muitas formalidades, simples...
Beijos,
Pedro