sábado, novembro 10, 2007

Carlito em "Tempos Modernos"

Osvaldo Guimarães envia e-mail e pede que publique, encontrou as fotos do filme "Tempos Modernos" e quer compartilhar com todos...
Em minhas lembranças, um vagabundo mudo e de bigodinho caminha numa corda bamba de chapéu e bengala, me lembrou Carlito...
Limelight(Chaplin)
"Vidas que se acabam a sorrir
Luzes que se apagam, nada mais
É sonhar em vão tentar aos outros iludir
Se o que se foi pra nós
Não voltará jamais
Para que chorar o que passou
Lamentar perdidas ilusões
Se o ideal que sempre nos acalentou
Renascerá em outros corações"






22 comentários:

Tozé Franco disse...

Grande filme.
Faz parte das aulas que dou aos meus alunos quando falamos em taylorismo e produção em cadeia.
Um abraço.

francisco rocha junior disse...

Pedro, bem a propósito, o Canal Brasil da Sky está exibindo, na noite deste sábado, um documentário do Costa-Gavras sobre "O Grande Ditador". A cena de Chaplin brincando com o globo, inclusive, é tratada como histórica.

Princesa Dariak disse...

Chaplin es un vanguardista.
Su pelicula Tiempos Modernos, habla casi en silencios.

abrazos de luz.

Anônimo disse...

Embora triste, gosto da música. Adorei a postagem.

Beijos amigo...

Mari

Amanda_Bia disse...

perfeito!!! amo carlito!
beijos!

elvira carvalho disse...

Incrível com um filme tão antigo continue tão actual.
Um abraço

as-nunes disse...

Ena Pedro. Andei à brocha para esperar que o teu blogue descarregasse tudo, fotos e textos. Talvez seja pela minha ligação à Net. Tem que ser através do rádio-estção móvel.
Continuas incrivelmente original, Pedro. A forma como abordas, nas tuas calmas e descontracção, os mais variados temas é balsâmica.
Estava já para fechar o computador, que amanhã tenho que me levantar cedo, tenho que dar mais uma mãozinha à minha filha na ajuda a levar os filhos à escola e o trabalho ainda é muito. Bem precisava de me reformar, nem que fosse parcialmente. Aliás, até era uma boa ideia. Começar a pôr os cotas na prateleira para dar lugar aos novos,mesmo que fosse devagar, por fases. Fazia bem para ajudar aos desempregados...penso eu!
Um grande abraço
António

Patrícia Gabriela disse...

Assisti na universidade e me encantei, lindo filme!

As palavras ai citadas do Chaplin me fizeram calar e pensar. Enfim roubei-as e dia desses postarei se me permitires...

Gosto muito de ti querido Pedro, que essa luz e dedicação sutil e fiel aos amigos jamais se perca de vc^^

Beijos amigo!!!

Anônimo disse...

Filme , um clássico.
Interpretação da música..........Moacyr Franco.Piegas a gravação mas bonita.
caramba , eu sou histórico pra não dizer outra coisa
Abs
Tadeu

citadinokane disse...

Tozé,
Somos professores, e também já utilizei em sala de aula...

citadinokane disse...

Francisco,
A dica foi excelente, tomei aquele banho e fiquei bem acomodado na frente da tela da tv esperando... Acordei tarde da madrugada sem assistir o documentário... rsrsrs... é o cansaço desgraçado que se apossa da gente, vou vasculhar se haverá reprise. Obrigado!!!
Abraços,
Pedro

citadinokane disse...

Princesa,
A grande sacada de Chaplin é justamente falar muito, em pleno silêncio...
Besos,
Pedro

citadinokane disse...

Mari,
Por mais que a dor se manifeste, a letra é verdadeira.
Bjs,
Pedro

citadinokane disse...

Bia,
Amamos esse vagabundo... Ele anda de chapéu e bengala em nossos corações, né?!
Beijos

citadinokane disse...

Elvira,
Acertaste! Chaplin é atualíssimo.
Beijos

citadinokane disse...

António,
Meu amigo, fico a imaginar o teu dia-a-dia em Leiria, tranqüilo e cheio de idéias, aquela vontade de correr para o blog e comunicar todas as emoções que a tua gente e o teu lugar desperta em ti...
Obrigado António por continuares a fortalecer essa ligação com Portugal.
Abraços,
Pedro

citadinokane disse...

Gabi,
Existem espaços que cada um de nós constrói no coração do outro, posso afirmar que o teu espaço aqui já cabe uma cama, podes entrar e descansar querida amiga.
Beijos,
Pedro

citadinokane disse...

Tadeu,
Fica o convite para escutares a divina Maria Bethânia, interpretando "Luzes da Ribalta", considero maravilhosa a interpretação.
Abraços

Mixikó disse...

Bela partilha Pedro.

citadinokane disse...

Mixikó,
Um pouco de Chaplin faz bem.

Anônimo disse...

Conheço com a divina , claro , comentei do Moacyr Franco para estampar minha provecta idade.
Bethania fará show aqui em Sampa e estarei na fila do cuspe , custe o que custar.
Abs
Tadeu

citadinokane disse...

Tadeu,
Morar nesse eixo faz bem culturalmente falando, Bethânia, Chico... Estaria direto nessa fila... ahahaha...
Abraços,
Pedro