segunda-feira, novembro 12, 2007

Segura a língua!!!


"Certa vez, um homem tanto falou que seu vizinho era ladrão, que o vizinho acabou sendo preso.
Algum tempo depois, descobriram que era inocente.
O rapaz foi solto, após muito sofrimento e humilhação, e processou o homem.
No tribunal, o homem disse ao juiz:
- Comentários não causam tanto mal...
E o juiz respondeu:
- Escreva os comentários que você fez sobre ele num papel.
Depois pique o papel e jogue os pedaços pelo caminho de casa.
Amanhã, volte para ouvir a sentença!
O homem obedeceu e voltou no dia seguinte, quando o juiz disse:
- Antes da sentença, terá que catar os pedaços de papel que espalhou ontem!
- Não posso fazer isso, meritíssimo! - respondeu o homem - O vento deve tê-los espalhado por tudo quanto é lugar e já não sei onde estão!
Ao que o juiz respondeu:
- Da mesma maneira, um simples comentário que pode destruir a honra de um homem, espalha-se a ponto de não podermos mais consertar o mal causado".

Moral da história:
"Se não se pode falar bem de uma pessoa, é melhor que não se diga nada!
Sejamos senhores de nossa língua, para não sermos escravos de nossas palavras!"

E...
Nunca se esqueça:
"Quem ama não vê defeitos...
Quem odeia não vê qualidades...
E quem é amigo vê as duas coisas."

"O que mais preocupa não é nem o grito dos violentos, dos corruptos, dos desonestos, dos sem-caráter, dos sem-ética. O que mais preocupa é o silêncio dos bons"(Martin Luther King)

11 comentários:

Tozé Franco disse...

Grande estória. Bonita lição.
A frase de Luther King é uma grande verdade.
Um abraço.

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...

Frase do Martin Luther King é parecida com aquela do Brecht.
Cris me salva , fala sobre os que lutam sempre.
Abs
Tadeu

citadinokane disse...

Tozé,
Boa semana irmão.
Luther King está presente diante das injustiças espraiadas pelo globo terrestre, não?
Abraços

citadinokane disse...

Tadeu,
É aquela frase declamada por Mercedes Sosa na música "Sueño con serpientes"?
"Hay hombres que luchan un día
Y son buenos.
Hay otros que luchan un año
Y son mejores.
Hay quienes luchan muchos años
Y son muy buenos.
Pero hay los que luchan toda la vida:
Esos son los imprescindibles."
(Bertolt brecht)
_________________
Abraços meu irmão, estou te esperando por aqui e vamos beber muita cerveja de bacuri, lá na cervejaria da estação das docas, ok?!

Luciane disse...

Muito bom. Daí se vê a importância da ética no Jornalismo. E tem gente que esquece que omissão tb é pecado.

Bjs e te cuida!!!

Lu.

citadinokane disse...

Lu,
É incrível como existem pecadores na grande mídia... todos para o purgatório, já!!!
Beijos e está tudo dominado.
Pedro

Mixikó disse...

o pior é que as pessoas gostam de falar mal...gratuitamente...sem pensar no mal que causam...é impressionante.

citadinokane disse...

Mixikó,
O segredo é controlar a nossa impetuosidade...

Anônimo disse...

Cerveja de bacuri???????hummmmmm
Acho que vou passar e fazer o seguinte : tomar cervejas de cerveja mesmo e sorvete de bacuri na Cairú ou na Sta Martha (existe ainda???) para curar a ressaca.
Sou verdadeiro José Aznar , um Juan Carlos , um Maluf em matéria de revoluções com a fórmula egipicia aprimorada pelos Tchecos de Pilsen.
Abraços
Tadeu - o conservador.

citadinokane disse...

Tadeu,
Tenho que te confessar:- Bacuri só o sorvete.
Mas vamos provar essa cerveja de bacuri, só para exaltar a fórmula egípcia e nada mais.
Ainda sou do tempo da Santa Martha, a Cairú ficou com o prédio e agora impera sozinha.
Abraços meu amigo conservador,
Pedro