sábado, março 22, 2008

O Diário de um Valentão


Não resisti e arranquei as folhas de um diário...
As primeiras linhas do diário começava como tantos outros diários; Caro leitor, não se trata do "Diário de Anne Frank", ou "Diário de um Mago" e nem tampouco "Diário de Bridget Jones"... trata-se do diário de um valentão! E começa...
"Querido diário,
Hoje dia 21/março, em plena sexta-feira santa, telefonei p'ro meu amigo Pedro e o convidei para beber um chope, ele concordou em me acompanhar ao Shopping, mas beberia apenas água mineral, aceitei essa condição porque eu estava há umas 6 horas sem beber nada e não sei beber sozinho.
Chegando lá encontramos o amigo Dirceu, conversamos bastante, e bebi horrores, precisava ver como fiquei.
Querido diário, não-sei-não, mas acho que fiz alguma coisa feia, agora estou lembrando direitinho tudo.
Sabe o que aconteceu diário? Ah, não sabe?! Vou te contar tudinho.
Enquanto o Dirceu bebia um chope, eu engolia num piscar de olhos três tulipas, sabe como é que é, tava com muita sede, uma secura!
O meu amigo Pedro, que bebia só água mineral, vivia me cutucando e sussurrava algumas palavras impublicáveis, mais ou menos assim: Ê garaio te comporta!
Diário querido, tu me entendes, sabes que não fiz nada por maldade, né?! Mas, quando chegou na hora de pagar a conta, o meu cartão não passou e eu escutei o gerente dizendo pra garçonete: Diz pra esse fdp dar o jeito de pagar!
Aí eu não agüentei, fui pra cima do gerente, gritei que pagaria no dia seguinte e joguei a minha carteira de identidade e saí que nem um touro, bufando pelas ventas...
Querido Diário, depois fiquei morrendo de vergonha, quando vi o meu amigo conversando com o gerente e pedindo desculpas, o meu amigo me disse depois, que nem ele e nem o gerente entenderam a minha reação, o meu amigo pagou a conta e trouxe a minha carteira de identidade.
Querido Diário, acho que eu estava com vontade de "armar um porradal" pra ver se os meus amigos eram bons de carreira... Depois fiquei lembrando como o gerente era forte e musculoso. É querido Diário, eu fui muito valente, diria valentão!
Sempre seu, eternamente B."

32 comentários:

Dirceu Franco disse...

Pedro,

Sabes o que é pior nisso tudo e o valentão deixou de acrescentar no diário:

1 - o gerente era um senhor de uns 70 anos de idade, 1,60m, com o lado direito paralisado por um esquemia cerebral;

2 - Como o valentão era o cliente nº 24 do dia, a conta dele sairia de cortesia e ele ainda ganharia uma flor de brinde;

3 - o cartão do valentão não passou, e nem poderia, por ele puxou por engano uma carteira de meia passagem, e a máquina do Visa Electron é claro recusou.

Uma sequência de equívocos dignas de um "pit-bicha".

Até mais...

Lidiane disse...

Tive de rir aqui.
Bom feriado pra você também.

Um beijão.

Lívia García disse...

hahahahaha adorei o comentário do Dirceu, só venho aqui pra me surpreender, um beijo Pedro!

Ivan Daniel disse...

Ainda bem que o valentão tem amigos como vocês.
rsrsrsrs...

citadinokane disse...

Dirceu,
Ele nem pensou que o velho com esquemia podia puxar um "trezoitão", né?
Já tinha um bom tempo que o valente tava calminho...

citadinokane disse...

Professora Lidiane,
Depois que passa o susto, a gente consegue até rir, assim de lado...
Beijos,
Pedro

citadinokane disse...

Oi Lívia!
Venha sempre!
Surpresa é a tua presença.
Beijos,
Pedro

citadinokane disse...

Ei Ivan!
Olha que serve pro Valentão do Caymmi:

"João Valentão é brigão
Pra dar bofetão
Não presta atenção e nem pensa na vida
A todos João intimida
Faz coisas que até Deus duvida
Mas tem seu momento na vida
É quando o sol vai quebrando
Lá pro fim do mundo pra noite chegar
É quando se ouve mais forte
O ronco das ondas na beira do mar
É quando o cansaço da lida da vida
Obriga João se sentar
É quando a morena se encolhe
Se chega pro lado querendo agradar
Se a noite é de lua
A vontade é contar mentira
É se espreguiçar
Deitar na areia da praia
Que acaba onde a vista não pode alcançar
E assim adormece esse homem
Que nunca precisa dormir pra sonhar
Porque não há sonho mais lindo do que sua terra."

Ivan, detalhe quando ele está do lado da mulher que ele ama, que por sinal é morena, ele fica mansinho, mansinho...
Quer que ele fique furioso? Segura ele pelo ombro e diz baixinho no ouvido dele: - Calma valentão!
Cuidado!
Abraços,
Pedro

A Poetinha disse...

Querido Pedro,
Simplesmente Feliz Páscoa.
Lilian.

Hellen Rêgo disse...

Ave Maria! Que memória da Sexta Santa heim?
Se um amigo me tirar de casa num dia desses p passar por isso... coitado é dele.rsrs
Cm não foi comigo é sempre engraçado.
Feliz Páscoa e obrigada pela visita.
Vou linkar vc.
Bjinhos

citadinokane disse...

Lili,
Uma Páscoa cheia de paz e amor!
Beijos,
Pedro

citadinokane disse...

Hellen,
Chamei a atenção dele, e já me prometeu que vai pegar leve, vai beber só Schin... ahahaha...
Foi tudo contornado, e estamos em paz, é a semana santa.
És amiga do David do Centro Acadêmico de Direito - Édson Luís, muito legal, volte sempre, ok?!
Beijos,
Pedro

Hellen Rêgo disse...

Sim, conheço David, bom menino. Mas não é da minha época de Cadel...
Acho q conheço vc tbm de algum lugar... nao lembro de onde.
acho q Raoni ou Tati falavam de vc, os conhece?
Passa no MP e ve o seu post...
bj

citadinokane disse...

Deve ser lá da Federal fui professor de sociologia jurídica e introdução ao direito.
Conheço a Tati e já fui ao MP, ficou legal.
Beijos,
Pedro

Hellen Rêgo disse...

Bjos Pedro.
Até mais
Hellen

Carlos Ponte disse...

O valentão não teria ficadado bravo - é assim que se diz, bravo, não é? - por olhar para o lado e ver um copo com água mineral?
Será um pormenor a analisar com mais acuidade.
Abraços

Codinome Beija-Flor disse...

No fundo ele só queria mesmo é ter certeza da AMIZADE do amigos.
E, ele viu que tem amigos nota 10.
Bjos

Priscila disse...

Olá, Pedroca!
Passei para dizer que voltei! rsss.. escrevi "alguma coisa" sobre o filme "Babel" que vi ontem. Mas com isso não resisti e li o diário de um valentão. E mais: adorei o comentário do Dirceu....

beijinhos e beijos para o Valentão

PS: Todo bêbado é valente..rs

Priscila disse...

Assista e me fala, ok?
Os outros dois tb são ótimos...
bjs, Priscila

citadinokane disse...

Hellen,
Volte sempre!
bjs,
Pedro

citadinokane disse...

Carlos,
Ficaste atento a esse detalhe, realmente vou levantar esse questionamento.
Hoje o valentão está bem calmo.
Abraços,
Pedro

citadinokane disse...

Beija-flor,
Ele precisava nos expor?
Olha, ele poderia pegar um "pedala robinho", e até seria merecido.
Beijos,
Pedro

citadinokane disse...

Priscila,
É verdade!
Todo bebum é "brabo" quando está acompanhado, sozinho é cauteloso.
Já fui ao blog e fiquei feliz pelo teu retorno.
Beijos,
Pedro

citadinokane disse...

Priscila,
Vou atrás do filme e depois comento.
Beijos,
Pedro

Valentão disse...

Eu tô arrependido... snif, snif...
Fiquei muito deprimido com o que aconteceu... snif, snif...
:´(

citadinokane disse...

Oi Eternamente B.!
Só espero que não se torne uma rotina, né?
Abs,
Pedro

Wanessa disse...

Oi Pedro,
Adorei o blog!
A história do Valentao até agora ainda me faz morrer de rir, em especial as paginas arrancadas do Diario, vou comecar a guardar o meu, bem guardadinho!

Quanto ao Valentao, CALMA,VALENTAO!
Adoro voces!
Kisses
Wanessa

citadinokane disse...

Ei Wanessa!
Pode ficar tranqüila, eu só arranco as folhas do diário de valentões. Não é o teu caso, és muito meiga e não coloca em risco a vida de ninguém. O "eternamente B." gosta de armar "porradal", volto a repetir - não é o teu caso.
Gostei da tua visita.
Vou te esperar outras vezes por aqui, ok?
Beijos,
Pedro

Kelly Kalynka disse...

Pior que conheço "muito bem" um valentão mala sem alça que também seria capaz de uma incivilidade dessas, hahahaaha!!!
Amanhã tenho um curso se avaliação cognitiva. Vou usar o valentão como exemplo das alterações cognitivas provocadas pelo alcool...tipo, auto-percepção zero, auto-controle zero, impulsividade 100!

Hahahaahahahahaah!

Amei o caderninho.....

Amo seu blog! Beijos!

Kalynka

Sábado no Portela hein!

Anônimo disse...

Caracs...! foi o teu grito primal reprimido !


(E.BUERES)

citadinokane disse...

Ei Kelly!
Para os "valentões" de plantão um chá brochante...
Sábado eu vou!
Beijos,
Pedro

citadinokane disse...

Bueres,
O meu?
É do nosso amigo B.S., sabes de quem estou falando, não?
Abraços,
Pedro