sexta-feira, abril 04, 2008

Aberta a porteira...


"Na fumaça negra vinda na brisa da manhã
Ah, como é difícil tornar-se herói
Só quem tentou sabe como dói
Vencer satã só com orações"
(Agnus Dei by Aldir Blanc e João Bosco)
Não é meu propósito nesse diário de bordo fazer charminho (a Mari é implacável!), e também não sou Sílvio Caldas (um cantor com vozeirão da velha guarda, que todo ano se despedia do palco, e quando a grana rareava, lá ele voltava... ahahaha...), não sei cantar e pronto. Mas, voltando ao início, ou melhor, ao post anterior, não é possível "vencer satã só com orações", já dizia o poeta maior da MPB, vivo - o médico Aldir Blanc, em "Agnus Dei", letra de Aldir e música de João Bosco, com interpretação única, impecável de João Bosco, ninguém consegue trinar os falsetes de voz que João produz, agudos melodiosos... é bão ouvir João Bosco! Sempre voltando, utilizei o trecho de Agnus Dei para dizer que o "meu amor profano estava e continua entre a cruz e a espada", e vou dizer algo mais, diante da experiência da blogosfera, sinto-me como o visionário Jean-Jacques Rousseau em seu romance "A Nova Heloísa", ele é pura ansiedade, seus personagens expressam isso, diante do mundo novo que se abria, a velha modernidade... Rousseau falava pela boca de Saint-Preux, este escreve para Julie, a amada que ficou no campo, sobre suas impressões da cidade: "Todos se colocam freqüentemente em contradição consigo mesmos" e continua "Começo a sentir a embriaguez a que essa vida agitada e tumultuosa me condena. Com tal quantidade de objetos desfilando diante de meus olhos, eu vou ficando aturdido. De todas as coisas que me atraem, nenhuma toca o meu coração, embora todas juntas perturbem meus sentimentos, de modo a fazer que eu esqueça o que sou e qual meu lugar", para finalizar ele arremata "Eu não sei, a cada dia, o que vou amar no dia seguinte... eu vejo apenas fantasmas que rondam meus olhos e desaparecem assim que os tento agarrar..."
Por incrível que pareça para muitos, a blogosfera para mim é tudo isso que foi descrito acima por Rousseau... Ainda fico assustado, é humano, profundamente humano o meu sentimento, mas sinto uma atração indefectível por esse lugar, tento me afastar para cuidar da vida real e não consigo, o carinho de pessoas distantes e tão próximas, é contradição constante...
Beija-flor, Mami, Mari, Rogério, Tozé, Carlos Ponte, Dirceu, Hellen, Lilian, Cris, Ivan, Lia, Elvira, "Carlão", Rafaela, Amanda, Luciane, Lívia, Tânia, Kiara, Jussara e muitos outros amigos, vocês venceram... Uma vez por semana postarei, porque eu gosto também.
Beijos,
Pedro
P.S.: O cadeado foi aberto, onde passa boi, passa boiada... ahahaha...

30 comentários:

Hellen Rêgo disse...

eeeeeeeeeeeeeeeee!!!
:)
Bjo!

as-nunes disse...

De tão afastado que tenho andado, perdido que ando na blogosfera (mas a pensar mais em experimentar...)nem me tinha dado conta deste vai e volta, Nelito.
Fiquei preocupado, de seguida aliviado. Mas continuo preocupado. De vez em quando, neste curto III ano do meu blogue, tenho dado comigo a pensar se não deveria estar a ocupar o meu tempo com actividades mais lucrativas, financeiramente. A verdade é que toda a minha vida tenho trabalhado que nem um galego e continuo a ter de contar os tostões (dizem que agora temos que falar em €uros!...)
De modo que, acho que já está na hora de fazer um pouco daquilo que gosto de fazer sem me preocupar em demasia com o dinheiro.
De qualquer modo é esta tertúlia em que nos vamos integrando quase sem darmos por isso, que nos anima e motiva a continuar.
Vamos manter os barcos a navegar?
Um abraço amigo
António

Ivan Daniel disse...

Deixa a chave desse cadeado com a gente.

Codinome Beija-Flor disse...

Iupeee. Vivas, hehehe, lá lá lá lá
LINDO,
LINDO,
LINDO,
LINDO,
LINDO,

Beijo enormeeee nesse seu coração.
Bjos

Cris Moreno disse...

Nossa quanto PODER eu tenho...nem imaginava..rsrs

Beijos Pedrão!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

:)

Tânia Defensora disse...

Oba!
Pelo menos uma vezinha!
Beijão

citadinokane disse...

Hellen,
Rsrsrs...
Beijos,
Pedro

citadinokane disse...

António,
Nem quero dinheiro, mas outras ocupações estão exigindo-me algum tempo... Nem sempre tenho.
Continuemos a nossa tertúlia, por todo o sempre!
Abraços,
Pedro

citadinokane disse...

Ivan,
Alguém pegou...
Porteira aberta.
abs,
Pedro

citadinokane disse...

Beija-flor,
Ah, como é difícil tornar-se herói
Só quem tentou sabe como dói
Vencer satã com orações...
Por isso, continuo!
Beijos,
Pedro

citadinokane disse...

Cris,
O poder está com as mulheres, sempre!
Beijos,
Pedro

citadinokane disse...

Tânia,
És defensora, mesmo!
Beijos,
Pedro

Mari disse...

Ei "mermão"! Cuidado com esse negócio de porteira aberta hein, hum, hum, rsrsrsrsrs...

Vamos ao que interessa. Eu quero saber como é que vai ficar o dia 30. É uma quinta-feira e véspera de feriado. Ano passado, mascaradamente me deixaste de fora dessa, só que desta vez o teu débito comigo é muito alto viu?! Vou cobrar!

Bjs

A Poetinha disse...

Ufa, Q. alívio!!!!!!!! Beijo!

Sandra Leite disse...

Adoro João Bosco ;)
Não pare mesmo de escrever viu?

bjs

Anônimo disse...

Pedro,
Ainda bem que no meu retorno a "crise" já está remediada, pelo menos uma vez por semana teremos emcontros.
Eu não tinha este hábito (agora quase uma necessidade) desta confraria. Podemos um dia reunir todos os que te visitam e teceremos comentários/avaliaçoes sobre este elo que se forma em torno do que publicas.
No caminho de volta ou na saida de casa, passar aqui é sempre uma expectativa de que algo vai nos aliviar a alma, ou como um dever de casa levaremos p reflexão, ou melhor ainda seja poder fazer parte dos agregados que tens a capacidade de reunir.
Enfim, continuas me cativando, logo .....
Bjs, MAMI

Tozé Franco disse...

Ora viva. Fico contente com o regresso.
Vou continuar leitor assíduo deste espaço.
Um abraço.

citadinokane disse...

Mari,
Presta atenção!
40 e poucos anos, sem festejos... apenas contemplarei, às margens da Baía do Guajará, o pôr-do-sol, jogando pedrinhas na água, com muitas interrogações na cabecinha e uma garrafa de água mineral na mão esquerda... ahahaha...
Agora se tu declarares a tua idade, aí o papo muda, porquê?
Não sei! Mas, muda...
bjs,
Pedro

citadinokane disse...

Lili,
Eu não poderia viver sem os amigos.
Bjs,
Pedro

citadinokane disse...

Sandra,
O teu bossa-nova é bão! Não pare, também.
A música popular brasileira é um tesouro, apesar de toda dificuldade, os talentos vão surgindo.
Abenção João Bosco, Chico Buarque, Caetano, Gil, Paulinho Moska, Zeca Baleiro, Lô Borges...

citadinokane disse...

Mami,
Quem é cativante? É vosmicê, Mami!
Antigamente, quando amávamos os beatles e os rollinstones, sempre bebíamos uns suquinhos, nos sábados às 11h47 no Café da Sol, depois nos perdemos, entrelaçados em nossos compromissos e esquecemos dos caminhos que levavam ao Café da Sol...
Quando o "Carlão" retornar, e com certeza ele tem a bússola, o caminho será descoberto novamente e todos reunidos contigo, em tertúlia matinal iremos contar os nossos "causos" e são muitos, hein!?
Beijos,
Pedro

citadinokane disse...

Tozé,
Não poderia perder essa luz que vem da terra de Camões.
Estarei por aqui com menos intensidade, mas estarei presente.
Abraços,
Pedro

mari disse...

Se com 40 e poucos anos não conseguiste achar delicadeza nesta vida, tá difícil então. Considero caso perdido...

Desconsidere a minha lembrança da data!

Pra quem está cheio de interrogações na cabeça e quer jogar pedrinhas na água, realmente tá complicado.

Tchau!

Anônimo disse...

O Bush pai e filho fazendo cagadas no oriente e eu sempre pensando nos versos proféticos do Aldir:
"vão levar aos reinos do minaretes
a paz na ponta dos arietes
a conversão para os infiéis
iê andá pra cataranda que Deus tudo vê"
Grande lembrança , Pedrão estou com a mão direita meio imobilizada por isso estive sem escrever muito mas é bom saber que estás de volta , teu blog já não te pertence mais , é uma mesa do centro do teu coração onde a gente vem e senta e troca um dedo de prosa com esta grande figura que és tu , caboco.
Abras
Tadeu

citadinokane disse...

Ei Mari!
Vou te dar um brochante, lá do ver-o-peso, ok?
Não vem forte, que eu sou do norte, hein!?
Tu bem querias que eu jogasse tijolos nas águas do Guajará? Olha a classe!
Delicadeza nesta vida? Encontrei sim, muita delicadeza na vida, por exemplo - tu és uma pessoa superdelicada e cativante...
Mas, não sabe o que eu sei... ah, minha amiga! Depois vou te contar a históriadobrasil...
Beijos,
Pedro

citadinokane disse...

Pô mermão! Quando falo do Aldir, só me vem a lembrança das garrafas de uísque que joguei no Rio Guamá, quando queria me tornar um monge... Ai meu Deus! Depois postarei sobre essa loucura.
Realmente, os Bushes armaram o circo, agora quem vai desarmá-lo? Tô fora, é muita confusão pela frente.
Passa andiroba na mão, é tiro-e-queda, quer que eu te envie, vou amanhã mesmo no Verô(é o ver-o-peso mesmo!).
Abraços,
Pedro

Anônimo disse...

Nelito,

Como diz a Marinês: Tu és só máscara.
Um abraço
Eternamente B.

citadinokane disse...

Fala Bruno!
Resolveste assumir o "Eternamente B.", parece máscara, não?!
Abraços,
Pedro

Carlos Ponte disse...

Pedro, fiquei contente. Da próxima vez que lhe dê vontade de esperar o saveiro, tenha à mão o Rousseau para o ajudar a "ver".
Um abraço.

citadinokane disse...

Carlos,
Pois é... o saveiro não apareceu e acabei ficando, ahahaha...
Um forte abraço irmão,
Pedro