quinta-feira, agosto 28, 2008

Nomes, nomes... Cuidado!!!

O meu aluno Denis Mattos, podes anotar aí: um garoto muuuiiito bacana! Entregou-me uma relação de nomes registrados em cartórios de todo o Brasil, o objetivo não é ridicularizar ninguém... apenas chamar a atenção, peloamordedeus! Não queiras para os teus filhos, o que não quereis para ti!
Nomes absurdos! Acreditem são verdadeiros... Leiam uma pequena amostra:

Abrilina Décima Nona (nasceu em abril, com certeza!)
Agrícola Beterraba Areia Leão (adoro verduras)
Amazonas Rio do Brasil Pimpão (o rio é nosso mesmo!)
Amin Amou Amado (amou demais)
Antonio Buceta Agudim (saliente, hein?!)
Antonio Veado Prematuro (bora respeitar as minorias, né?!)
Benedito Frôscolo Jovino de Almeida Aimbaré Militão de Souza Baruel de Itaparica Boré Fomi de Tucunduvá (o pai é flórida!)
Carabino Tiro Certo (Tiro fijo)
Caso Raro Yamada (É Yamada, mesmo?!)
Chevrolet da Silva Ford (o cara gostava de carros)
Comigo É Nove na Garrucha Trouxada (é na bala...)
Espere em Deus Mateus (Vou esperar...)
Ilegível Iniligível (não é possível!)
Inocêncio Coitadinho (Ai coitado!)
Janeiro Fevereiro de Março Abril (e o calendário, heim?!)
João de Deus Fundador do Coito (libertinagem...)
Joaquim Pinto Molhadinho (Molhado não vale!)
José Xixi (Molhou?)
Maria Cristina do Pinto Magro ( na dieta?)
Maria Tributina Prostituta Cataerva (Prostituta, não!!!)
Padre Filho do Espírito Santo Amém (Que assim seja!)
Otávio Bundasseca (não tá com nada!)

Direito e Sociedade


Infelizmente não consigo tirar o tempo que necessito da cartola...
Resolvi atender a ordem dada pelo poeta maior - abrir a camisa e correr para a vida.
E não é que a vida responde?! Surpresas acontecem!
Nas últimas semanas tenho trabalhado que nem um louco... Fora os compromissos profissionais, recebi um convite-desafio, aceitei e espero que seja concretizado no mês de setembro.
O jornalista Ronaldo Maiorana depois de um bate-papo superagradável me incumbiu de uma tarefa revolucionária: editoriar um suplemento de oito páginas sobre Direito no Jornal "O Liberal"(o maior jornal da Amazônia).
Ronaldo é uma pessoa instigante e simpática, gosto disso... É muito agradável conversar com pessoas inteligentes, sempre a oportunidade de aprendermos, né?
Definimos o nome do suplemento - "Direito e Sociedade".
Estou adorando a experiência de visitar a redação de um grande jornal, aprendemos, aprendemos...
Estou recebendo vários artigos de juristas, a pretensão é fazer que o suplemento traga o debate sobre o campo jurídico, é a minha esperança...
Por tudo que foi exposto acima, peço desculpas aos meus amigos da blogosfera pelo pouco tempo dedicado.

quinta-feira, agosto 21, 2008

Alunos de 2006...

Vasculhando o arquivo de imagens, encontrei a foto acima dos meus alunos de 2006 - Cesupa... O tempo não pára!!!

domingo, agosto 17, 2008

Adeus Caymmi!!!



É duro morrer no mar...

Adeus Dorival Caymmi!!!

Ao jovem poeta David...

Depois de compartilhar o sábado com o amigo-poeta David Carneiro, deixo as linhas escritas por Vinicius para ele, vale muito ler o poetinha...

"A um jovem poeta

O almoço que tivemos outro dia, meu caro Jovem Poeta – e três poetas éramos nós em três idades da existência tão importantes como os trinta, os quarenta e os cinqüenta -, deixou-me triste. Triste porque o seu descaminho, a sua angústia, a sua neura são sintomáticos de uma luta inglória. Você, que ainda é puro e sabe o quão fundamental é ela para a sua aventura de poeta, fica irado contra os outros, ao sentir que a sua presente agressividade é fruto de um complexo de culpa. É você, não os outros, quem está em crise. E se os outros também o estiverem, razão a mais para você afirmar-se em sua luta, que é a luta de todo poeta, para ajudá-lo a sair dela. Pois você não auxiliará ninguém, muito menos a si mesmo, se seu coração não estiver limpo de ressentimento e sua luta contra "o outro" não for constante. "O outro", não preciso dizer, é você próprio. É o súcubo que, todos, temos dentro de nós; o ser calhorda, comprável com a moeda da mentira e da lisonja, que de repente adota a gratuidade como norma, por isso que a paixão é mais insaciável que o infinito aberto em cima. E a paixão não se vende nunca.
Cada poeta é uma coisa em si, mas todos os poetas devem o mesmo à Poesia: a própria vida. Há, o poeta, que queimar-se e causar sempre mal-estar aos que não se queimam. Há que ser o grande ferido, o grande inconformado, o grande pródigo. Há que viver em pranto por dentro e por fora, de alegria ou de sofrimento, e nunca dizer "não" a ninguém, nem mesmo àqueles que optaram pelo não chorar. Há que também não ter o pejo do ridículo, da intriga ou da risota alheia. Quando Gide, ao ver Verlaine bêbado e maltratado, numa rua de Paris, por um grupo de jovens que o perseguiam e caçoavam com empurrões e doestos, contrariou voluntariamente o impulso de socorrê-lo preferindo deixá-lo entregue a um destino que sabia já traçado – que grande página deixou de escrever sobre a covardia humana, sobre o mal da disponibilidade e a tristeza do egoísmo! Veriaine, o pobre Verlaine, talvez dentre os poetas o que mais amou e sofreu...
Você meu caro Jovem Poeta, que foi dotado de talento e de beleza, não tem o direito de negar-se ao seu martírio. Só ele pode tornar a sua poesia emocionante. Só ele pode salvá-lo do formalismo em que caem os que se recusam a estar sempre despertos. É preciso que todos vejam a luz que seu coração transverbera, mesmo coberto por bons panos. Não negue o seu olhar de poeta aos homens que precisam dele, mesmo tendo o pudor de confessá-lo. Abra a sua camisa e saia para o grande encontro!"

1965

in Para uma menina com uma flor (crônicas)
in Poesia completa e prosa: "Para uma menina com uma flor"

Vita brevis!

Ao final da tarde uma vontade imensa de jogar-me numa rede e descansar... Será a lembrança tão recente de Dorival Caymmi que adorava uma rede? Eis que jogo o olhar sobre uns papéis que estavam na mesa em frente, e encontro o bilhete de Mário Quintana, de uma simplicidade profunda, simples, simples... Repetirei com ele bem baixinho - Deixa em paz a mim! a vida é breve, e o amor mais breve ainda...

Bilhete

Se tu me amas, ama-me baixinho
Não o grites de cima dos telhados
Deixa em paz os passarinhos
Deixa em paz a mim!
Se me queres,
enfim,
tem de ser bem devagarinho, Amada,
que a vida é breve, e o amor mais breve ainda...

A cerveja do Ivan... Huumm... Deixa pra lá!

Definitivamente irei concordar com o nosso amigo-sumido Tadeu Schumann, beber cerveja sem álcool é igual dançar com a irmã... sem graça!!!
O Ivan é simpatia total, forçou a barra, diz que está encantado com a cerveja sem álcool... Será que ele bebeu alguma coisa, hein?!
Olha o bilhete eletrônico que ele me enviou:

"Salve Nelito!
Tô voltando aos poucos pra blogosfera, depois de um longo mês praticamente isolado da internet em Macapá. Cheguei sexta e tô fazendo uns ajustes no meu computador, mas antes de parar completamente tinha que te enviar essa foto (em anexo). Depois de passar meu primeiro dia dos pais com o Enzo e ouvir no rádio a vitória do Papão, resolvi comemorar com cerveja... mas sem álcool. E não é que dá pra descer legal essa cerveja?
Saudade de ti, mermão.Abraço!"

Amigo com erotomania!

Peço licença para tratar de algumas questões suscitadas por comportamentos abusivamente libidinosos... Comportamento de quem? Não direi o nome da pessoa, vou preservá-lo. Mas, tenho certeza, ele ao ler o post perceberá o seu rosto no espelho.
Quem nunca fez comentários sacanas e libidinosos em uma mesa de bar? Quem levantar a mão agora pode passar nos recursos humanos para receber as contas... Ahahaha... É duro ser politicamente correto todo tempo, mas é um esforço louvável.
Muito bem, voltando ao cerne do assunto a ser postado aqui, soltar um comentário picante de vez em quando, consigo tolerar, mas toda hora é irritante mermão!
Estou escrevendo para um cara bacana, e que ultimamente tem insistido em uma verborragia delirante, não quero saber de desempenho sexual de ninguém, não quero mesmo!!! Entendo que o tratamento entre os amigos tem que perpassar pela fraternidade dos justos... profundamente fraterno...
Por favor, evite esse costume ruim! Palavras e toques fraternos, ok?! Estás consumindo cialis ou viagra? És muito jovem para essas aventuras, hein?!
Incrível coincidência, fazendo a minha mudança para outro apartamento, encontrei o meu caderno de medicina legal do tempo de estudante de direito(guardo tudo), minhas anotações vão ajudar o meu amigo libidinoso a discernir o seu enigma, ahahaha... Olha o título das minhas anotações: - Desvios do sexo.
São pequenas anotações e só.
1. Anafrodisia-> diminuição do instinto ou desejo sexual no homem. Pode decorrer de algumas doenças - Mal de Addison, tabes, diabetes... -, ou de gasto perdulário de energias. Sintetizando, a diminuição do desejo sexual decorre de debilidade orgânica, esgotamento nervoso, onanismo(masturbação) ou polução(emissão involuntária de esperma), ou ainda por defeito dos órgãos reprodutores. Esses casos podem levar a anulação de casamento por impotência, isto é, por impossibilidade da realização do coito, da conjunção carnal.
2. Frigidez-> diminuição do instinto sexual na mulher. Resultante da inversão(homossexualidade), do vaginismo(contração espasmódica dos músculos da vagina), da incapacidade do macho, de doenças nervosas e glandulares. Em alguns casos a origem é psíquica, traumas que inibem as emoções genésicas, impedem o surgimento do orgasmo.
3. Erotismo-> aumento do apetite sexual(desejos exaltados temperamentais). Apresenta-se como satiríase, priapismo e erotomania.
3.1. satiríase: consiste numa ereção quase contínua, com ejaculações repetidas e ardor genésico excessivo, acompanhado de alucinações e delírios.
3.2. priapismo: ereção contínua sem desejos.
3.3. erotomania: desejo imoderado sem ereção mas com delírios. O erotômano considera que tudo gira em torno do sexo.
4.Auto-erotismo-> erotismo sem parceiro. A contemplação de retratos, telas, esculturas pode determinar o orgasmo.
Vou parar por aqui, são pequenas anotações, mas muitas...
Vamos liberar nossas emoções genésicas equilibradamente e com muita fraternidade, assim é melhor, né?

sexta-feira, agosto 15, 2008

A gente não quer só comida...

COMIDA
Bebida é água.
comida é pasto.
você tem sede de quê?
você tem fome de quê?
a gente não quer só comida,
a gente quer comida, diversão e arte.
a gente não quer só comida,
a gente quer saída para qualquer parte
a gente não quer só comida,
a gente quer bebida, diversão, balé.
a gente não quer só comida,
a gente quer a vida como a vida quer.
bebida é água.
comida é pasto.
você tem sede de quê?
você tem fome de quê?
a gente não quer só comer,
a gente quer comer e quer fazer amor.
a gente não quer só comer,
a gente quer prazer pra aliviar a dor.
a gente não quer só dinheiro,
a gente quer dinheiro e felicidade.
a gente não quer só dinheiro,
a gente quer inteiro e não pela metade.
bebida é água.
comida é pasto.
você tem sede de quê?
você tem fome de quê?
Arnaldo Antunes/Marcelo Fromer/Sérgio Brito

Meu apoio à candidatura de Eduardo Bueres é acima de tudo uma confissão de que acredito na arte... Acredito que temos fome de arte, diversão, balé, música, vida...
A possibilidade de superarmos a mediocridade que aflige aos homens e mulheres de bem, passa pela percepção que existe vida inteligente na letra de uma canção, sentimento em elevação na música, emoções benfazejas numa peça teatral, leveza e amor em nossos relacionamentos cotidianos.
Só quem tentou sabe como dói, vencer satã só com orações... A candidatura do meu amigo Eduardo Bueres é a antimatéria da mediocridade dentro do Partido dos Trabalhadores em Ananindeua, enfrenta com muito garbo os obstáculos que surgem. Muita gente tem medo que ele se eleja, tudo porque mobiliza jovens e gente que forma opinião, muitos artistas, professores universitários e estudantes de direito. Existem muitos ciúmes... ciúmes...
As pessoas acreditaram, e por isso, vamos inaugurar o comitê central da campanha do Bueres, na verdade conseguimos pessoas que cederam sem ônus um pequeno prédio.
O comitê está quase pronto, pertence ao Café Teatro Portela, ao final da campanha com certeza Eduardo será eleito, é o nosso presente para o amigo Flávio Portela, o comitê se traduz em amor e doações de amigos.

#a foto acima - Eduardo Bueres e a cantora Ligia Saavedra

domingo, agosto 10, 2008

Planejamento...

Pra ver só... Podemos interpretar maliciosamente a placa abaixo, né?
Mas... planejamento familiar é planejamento e não se discute mais.
Até que o SESI se esforça...

Portugal querido!!!

Recebo do amigo Olívio um e-mail com algumas imagens de Portugal, ele passou com toda família quase dois meses na terra de seu sogro e sogra... A viagem foi um reencontro da família de Rosa, esposa de Olívio e nossa amiga também, encontro com tios e primos que ela não conhecia, depois do retorno ao Brasil, a vontade e a promessa de voltar ao meu querido Portugal, breve, breve...


"Caro Pedro,
Gostaria de compartilhar alguns momentos vividos às margens do rio Douro, especialmente nas "Caves" da Real Companhia Velha a mais antiga do Porto (Vila Nova de Gaia), autorizada a funcionar em 1776, lá tivemos oportunidade de fazer um tour completo pelo armazém repleto de tonéis, encerrando com a degustação do "nécta dos deuses", ( três taças de diferentes vinhos do Porto). Lá encontram-se tonéis de vinho produzidos desde 1776. No dia seguinte fizemos um tour nas barcaças pelo majestoso Douro, onde se pode observar as montanhas repletas de videiras, que na época (setembro) se produz os melhores vinhos.
Atenciosamente,
Oliviomar S. Barros"

quarta-feira, agosto 06, 2008

Senhor, que és o céu...


Para quem não me conhece, sou fervorosamente crente!!! Acredito num poder superior. Acredito que existe algo que dirige as nossas vidas...
Busquei o meu poeta para me explicar... Vai Fernando Pessoa!!!

PRECE
Senhor, que és o céu e a terra, que és a vida e a morte! O sol és tu e a lua és tu e o vento és tu! Tu és os nossos corpos e as nossas almas e o nosso amor és tu também. Onde nada está tu habitas e onde tudo está - (o teu templo) - eis o teu corpo.
Dá-me alma para te servir e alma para te amar. Dá-me vista para te ver sempre no céu e na terra, ouvidos para te ouvir no vento e no mar, e mãos para trabalhar em teu nome.
Torna-me puro como a água e alto como o céu. Que não haja lama nas estradas dos meus pensamentos nem folhas mortas nas lagoas dos meus propósitos. Faze com que eu saiba amar os outros como irmãos e servir-te como a um pai.
[...]
Minha vida seja digna da tua presença. Meu corpo seja digno da terra, tua cama. Minha alma possa aparecer diante de ti como um filho que volta ao lar.
Torna-me grande como o Sol, para que eu te possa adorar em mim; e torna-me puro como a lua, para que eu te possa rezar em mim; e torna-me claro como o dia para que eu te possa ver sempre em mim e rezar-te e adorar-te.
Senhor, protege-me e ampara-me. Dá-me que eu me sinta teu. Senhor, livra-me de mim.
Fernando Pessoa em "O Eu Profundo". 1912

Pai me ajuda a olhar!!!

"Diego não conhecia o mar. O pai, Santiago Kovadloff, levou-o para que descobrisse o mar.
Viajaram para o Sul.
Ele, o mar, estava do outro lado das dunas altas, esperando.
Quando o menino e o pai enfim alcançaram aquelas alturas de areia, depois de muito caminhar, o mar estava na frente de seus olhos. E foi tanta a imensidão do mar, e tanto fulgor, que o menino ficou mudo de beleza.
E quando finalmente conseguiu falar, tremendo, gaguejando, pediu ao pai:
- Pai me ajuda a olhar!"
(Eduardo Galeano - extraído do Livro dos abraços)


Amigos,
Acrescentei o "pai" no "me ajuda a olhar!", belíssimo, belíssimo!!!
O livro recebi de presente do amigo-irmãozinho David Carneiro, esse livro é cheio de
pérolas, pérolas...

Elias Pinto empurrando carro velho...

Resolvi postar em homenagem à querida professora e jornalista Cris Moreno.
Cris, o rapaz que está empurrando o fusca, é verdade, é a mais límpida verdade... É o Elias Pinto... ahahaha...
Deixa explicar melhor. Estava com o Tico no Café da Sol Informática num sábado ensolarado, e estava por lá também o jornalista Elias Pinto, numa outra mesa, bebendo um suco de manga. O Elias é irmão de outro jornalista, o Lúcio Flávio Pinto, ou será que o Lúcio é irmão do Elias?! Deixa pra lá! Os dois são excelentes jornalistas.
A professora Cris Moreno adora muuuiiito os escritos do Elias, inclusive publica no blog dela a coluna que o Elias escreve no Diário do Pará.
O amigo que estava com ele disse assim: - Elias eu te dou uma carona, vem comigo!
E lá foi o pobre Elias...
Ficamos no Café da Sol, só urubuservando a pavulagem dos meninos como diria a Mari. Essa carona custou caro ao intelectual Elias Pinto, o cara suou bastante... Apesar dos cabelos longos, não tinha a força do Sansão, o cara tem musculatura só para levantar livros, não para empurrar fusca...
O azar do Elias, eu estava com a minha máquina digital.
Taí Cris!

terça-feira, agosto 05, 2008

Apoiando a Lei Seca

O Nilton Atayde é danado, mata a cobra e mostra o pau... Resolveu fazer uma reunião com a família que não é pequena, pedindo votos para o companheiro Eduardo Bueres, a conversa foi regada com muito uísque, na 1ª foto: o subcomandante Xico Rocha, Eduardo Bueres e Nilton Atayde como cabide do Bueres, ahahaha...
Como o Nilton Atayde está apoiando a lei seca, resolveu telefonar para o serviço muito útil para levar o nosso amigo... Anota o telefone abaixo, alguém pode precisar, né?!