sábado, janeiro 10, 2009

O canto de atravessar do Márcio Montoril

Nunca tínhamos conversado antes, depois de muitos anos fiz um comentário picante, mas sem antes fazer uma perguntinha...


Calma hermanos! Vou explicar as primeiras linhas do post.
Hoje o post é em homenagem ao Márcio Montoril, Professor, compositor, cantor e militante social. Conheço o Márcio há muitas primaveras, mas nunca tínhamos conversado antes, hoje fiquei surpreso em encontrá-lo numa reunião de um Instituto em que fui escolhido para exercer a função de Secretário do Conselho Deliberativo e ele escolhido como membro do Conselho Fiscal.
No passado já um pouco distante, moramos no mesmo conjunto residencial, eu bem novinho e ele mais maduro já professor de educação física, eu um menino com a testosterona transbordando pelos póros, huumm... embasbacado com uma linda menina que jogava vôlei na quadra de areia, aí o Márcio chegava com uma moto posante e a garota saía correndo cheia de graça ao seu encontro e montava na garupa da moto e eles batiam em retirada. Jurei com os dentes cerrados que um dia teria uma moto, e aí eu queria ver esse Márcio Montoril arrastar as mina na nossa frente, ahahaha... Já passou a revolta, ahahaha...
Perguntei pro Márcio: - Tinha uma loirinha que sempre tu carregavas na moto, casaste com ela? Ele respondeu: - Era a fulana de tal, não, não casei com ela.
Retruquei incontinênti: - Ela era muuuuiiito gostosa!!!
Depois dessa inconfidência demos boas gargalhadas, e todos estavam perdoados pelo tempo que se passou.
Quero dizer que acompanho há algum tempo o trabalho musical do Márcio, trabalho que resgata as raízes de nossa cultura amazônica, o cara pesquisa e compõe carimbó, lundú, merengue, boi-bumbá... Letras e batidas com influência caribenha...
Fiquei extremamente feliz em assistir na televisão a desenvoltura do Márcio e a minha amiga Rosah Corrêa na "Opereta do boi" que foi encenada no palco de teatro, dá até vontade de chorar de tão bonito.
Márcio acredita que a arte pode mudar e melhorar a vida, por isso desenvolve o projeto Música e Cidadania nas escolas públicas, a "Opereta do boi" no ano passado contou com um elenco de quase 30 alunos da Escola Estadual Luiz Nunes Direito, além de outros tantos músicos, técnicos e pessoal de apoio, o espetáculo arrancou boas críticas dos expertos das artes cênicas de Belém. A tradição do Boi-bumbá na opereta ganha uma linguagem bem atual, misturando teatro, dança e música, tudo bem encadeado pelas toadas e canções que o Márcio compõe.
Fica a letra do "Canto de Atravessar" e no final do post o vídeo no qual a Banda Calypso canta a música do Márcio.

Canto de Atravessar(Márcio Montoril)

O pescador quer beber
Vai beber no Guajará
Vento no bote, força no remo,
Canto de atravessar

O pescador quer beber
Vai beber no Guajará
Vento no bote, força no remo
Canto de atravessar

Sentir a força do vento que vem do norte
Levantei peguei o bote
Naveguei pra Gapuiá
Tava tão forte essa maré tava de morte
Quase que virou o bote, fez bote rodopiar

Virei a proa pro rumo de São José
Pra não pegar contra maré pra ver se dava pra chegar

Cheiro de peixe, pitiú, olho de boto
Barco que dorme no porto de costa pro Guajará

Vem morena, vem de Canapijó
Vem mostrar pra gente como se dança o Carimbó
Quero te ver morena, quero que venha só
Pra dançar o tipiti e também o Carimbó

Sentir a força do vento que vem do norte
Levantei peguei o bote
Naveguei pra Guapiá
Tava tão forte essa maré tava de morte
Quase que virou o bote, fez bote rodopiar

Virei a proa pro rumo de São josé
Pra não pegar contra maré
Pra ver se dava pra chegar

Cheiro de peixe pitiú olho de boto
Barco que dorme no porto de costa pro Guajará

Vem morena, vem de Canapijó
Vem mostrar para gente como se dança o Carimbó
Quero te ver morena, quero que venha só
Pra dançar o Tipití e também o Carimbó.





5 comentários:

Madame S. disse...

e a loira?

citadinokane disse...

Oi Gabi!
Virou fumaça, ahahaha...

Anna Paula disse...

Márcio, já tem uma década que não falo com ele!!!!

Marcio Montoril disse...

Obrigado, obrigadop e muito obrigado pelo seu reconhecimento sôbre o meu trabalho musical

Marcio disse...

obrigado e muito obrigado pelo seu reconhecimento