domingo, março 08, 2009

Mulher chama que não se apaga


Mulher.
O que posso dizer-te?
Se gritar que és mulher!
Não seria o lugar-comum...
Afinal trazes a chama do amor
que não se apaga, nunca!
Mas, posso repetir as palavras do
Cristo a caminho do calvário,
em Lucas 23:28-29:
“- Filhas de Jerusalém, não choreis
por mim, chorai antes por vós mesmas
e pelos vossos filhos, pois dias virão
em que se dirá: Felizes as estéreis,
os ventres que não geraram
e os peitos que não amamentaram.”
Não quero exaltar as beldades
brasileiras...
Meu pensamento repousa em cada
guerreira brasileira, venezuelana, boliviana, cubana,
portuguesa, espanhola, americana, francesa, argentina...
Quero falar de ti,
mulher esquecida, desamparada, sozinha...
Que luta, luta e luta todos os dias!
Mulher que carrega a fé que aprendi ao colo
de minha mãe: - amanhã vai melhorar!
Vai à luta acreditando que o milagre
vai acontecer...
E diferente das mulheres
que seguiam Jesus no caminho do calvário,
A mulher guerreira não lamenta e nem chora mais...
Luta incessantemente,
porque um outro mundo é possível!

4 comentários:

Tozé Franco disse...

Tenho pena que se celebre o dia da Mulher, pois é sinal que muitoa inda há para fazer.
para o celebrar, tenho um cheirinho a Brasil no meu canto.
Uma braço.

Mari disse...

Concordo com o Tozé, mas a luta diária continua...

citadinokane disse...

Tozé,
Muito temos ainda que caminhar...

citadinokane disse...

Concordo com a Mari...