domingo, novembro 15, 2009

Eu acredito em Deus.


"Eu acredito no sol, mesmo quando ele não ilumina.
Eu acredito no amor, mesmo quando não o sinto.
Eu acredito em Deus, mesmo quando permanece calado".
(escrito na parede de um sótão utilizado por Judeus, que se escondiam de nazistas).

12 comentários:

Luciana Klopper disse...

Também acredito e tenho provas de Deus

Ellen disse...

Eu tenho cá minhas dúvidas, mas td bem...

citadinokane disse...

Luciana,
Tenho um Deus feminino, cá dentro de mim... amoroso e bondoso.
beijos

citadinokane disse...

Ellen,
Eu tenho certezas, ahahaha... tudo bem, também!
beijos

Lafayette disse...

Bela mensagem, Pedrão.

Com relação a certezas e dúvidas, serei como Lavoisier.

Lavoisier, que era ateu, uma vez ao ser indagado se, quando morresse, fosse levado à presença de Deus, e este lhe perguntasse:

-Porque, Lavoisier, não acreditaste em mim?

-Por total ausência de provas, Senhor... por total falta de provas!

;-)

mauricio leal dias disse...

amici,
escrevi alguma linhas sobre o novo shopping no meu blog

http://juscidade.blogspot.com

aguardo tua visita
abs
mauricio leal dia

Luciene disse...

Acreditar tem a ver com ter fé, e ter fé é crer mesmo diante da ausência de provas. às vezes como o sol, elas existem mas estão sob as nuvens...
Linda citação Pedro.
Beijos

citadinokane disse...

Lafa,
Um amigo de Lavoisier, certa vez, argumentou que Deus existia pelos sinais que deixava...
Era uma vez uma floresta, os moradores reclamavam para as autoridades competentes sobre um certo animal que circundava a mesma, como não sabiam qual animal, solicitaram que fosse identificado.
Os peritos que adentraram à floresta, não escutaram o rugido ou coisa semelhante, não encontraram pelos e vestígios do animal selvagem...
Mas, ao final da investigação, concluiram que havia sido um urso, como?
Afirmaram que encontraram as pegadas do animal no entorno... Vejam só! Encontraram os sinais do animal selvagem, tinham certeza.
Como nós temos certeza sobre os sinais...

citadinokane disse...

Maurici,
Fui lá e deixei o meu comentário.
Abraços manovelho,
Pedro

citadinokane disse...

Lu,
Eu tenho fé!

Lafayette disse...

Já disse o Gil:

"Andá com fé eu vou
Que a fé não costuma faiá
Andá com fé eu vou
Que a fé não costuma faiá
Que a fé tá na mulher
A fé tá na cobra coral
Ô ô
Num pedaço de pão
A fé tá na maré
Na lâmina de um punhal
Ô ô
Na luz, na escuridão
Andá com fé eu vou
Que a fé não costuma faiá
Andá com fé eu vou
Que a fé não costuma faiá
A fé tá na manhã
A fé tá no anoitecer
Ô ô
No calor do verão
A fé tá viva e sã
A fé também tá pra morrer
Ô ô
Triste na solidão
Andá com fé eu vou
Que a fé não costuma faiá
Andá com fé eu vou
Que a fé não costuma faiá
Certo ou errado até
A fé vai onde quer que eu vá
Ô ô
A pé ou de avião
Mesmo a quem não tem fé
A fé costuma acompanhar
Ô ô
Pelo sim, pelo não"

*Acabei de ver sua ligação. Como são quase meia-noite, estou meio sem jeito de lhe retornar. Amanhã de manhã lhe retorno.

Se for algo urgente, e se o amigo estiver lendo isto agora, pode me ligar, que costumo dormir tarde.

citadinokane disse...

Lafa,
É pra andar com fé? A fé tá comigo, mermão!
abraços