segunda-feira, novembro 30, 2009

O mensalão do DEM - propina na cueca, na meia e sei lá!

Pandora na mitologia grega foi a primeira mulher que existiu na Terra. Criada por Zeus como um presente aos mortais - os homens. Zeus envia Pandora para a Terra com uma caixa onde cada um dos deuses havia colocado uma virtude, o todo-poderoso do Olimpo recomenda que ela só abrisse a caixa no meio dos homens, infelizmente, Pandora abriu a caixa na descida do Monte, e todas as virtudes dos deuses que eram etéreas escaparam retornando ao Monte Olimpo... Quando os homens se apossaram da caixa, o que havia restado no fundo da caixa? Sozinha, tristinha, acanhada: a esperança!
A esperança é considerada por muitos como a jóia mais preciosa, pois fortalece os homens para o enfrentamento dos dissabores da vida.
Feito o intróito, vamos aos fatos.

O governador José Roberto Arruda tem que explicar o que mesmo?!

A Polícia Federal deflagou na última sexta-feira(27/11) a operação Caixa de Pandora. A operação foi desencadeada para investigar a distribuição de recursos ilegais à base aliada do Governo do Distrito Federal - é o mensalão do DEM, hoje "Democratas", ontem "PFL".
As investigações tiveram o apoio do secretário de Relações Institucionais do Governo do Distrito Federal - Durval Barbosa, este aceitou colaborar com a Polícia e a Justiça em troca de uma punição mais branda em outro caso de corrupção, revelado pela Operação Megabyte, ainda na gestão de Joaquim Roriz. Durval Barbosa está envolvido, em muitos outros escândalos, como as irregularidades na terceirização de serviços prestados pelo Instituto Candango de Solidariedade (ICS) e pela Companhia de Planejamento do Distrito Federal (Codeplan).
Agora o que assusta até os padres?
A CNBB se diz perplexa com oração de aliados de Arruda após receberem propinas.
Sabe o que aconteceu?

Os deputados do DEM que recebiam as propinas, depois de recebê-las davam as mãos e oravam ao nosso Pai Todo-Poderoso em agradecimento... É sério mermão!!!

Os caras recebiam a grana e enfiavam os maços de verdinhas na cueca, bolsos e até dentro de meias.
O secretário geral da CNBB Dom Dimas, reafirmou ainda a perplexidade da entidade diante dos vídeos divulgados e cobrou apuração rigorosa dos fatos. "Estamos perplexos com o que já vimos nesse caso e queremos que as investigações sejam ágeis e que, o quanto antes, a ética possa prevalecer e os fatos possam ser esclarecidos."

2 comentários:

mari - pedra de alquimia disse...

Pedro,

Até o final deste post pensei: e a "oração da propina" será, ele esqueceu de publicar? Mas, aqui está. Que vergonha hein? É muito descaramento. Infelizmente, é capaz de tudo isso terminar em pizza. Fala sério!!!

citadinokane disse...

Mari,
O que me deixa fulo-da-vida é os caras me terem o meu pai (Deus) nessa parada, né?!