terça-feira, janeiro 05, 2010

Bóris Casoy é uma vergonha!

Direto do www.tribunadodavi.blogspot.com, o meu amigo blogueiro Davi denuncia a postura fascista do jornalista Bóris Casoy da Rede Bandeirante.
Além de Bóris existem outras coisas ruins na grande mídia - escrita e televisionada.
A "Revista Veja" é enviada de graça pra mim, não me conquistam mais, não quero esse tipo de imprensa que não aceita a alternância de poder e fica fazendo chantagem contra os que não rezam pela sua cartilha. E a televisão paulista - BAND? A Bandeirante regrediu... É tucana até o último fio da zizica.
A Empresa Abril dona da Revista Veja começou a enviar-me de graça a revista, telefonei e disse que não queria, continuam enviando... porquê?
Por incrível que eu possa escrever, a "Revista Veja" considera o educador Paulo Freire um embusteiro, é sério! A Unicef e outros organismos internacionais consideram Paulo Freire um dos maiores educadores de todos os tempos, e aí?
Li Paulo freire e vivenciei Paulo Freire... Fui durante um tempo "educador de rua", trabalhei com meninos e meninas de rua. Como vou ler Veja? Como diria Raul Seixas: - Mentir sozinho, eu sou capaz!
Mas, vamos ao post do Davi Carneiro. Ah! Ia esquecendo: - O Bóris é um escroque!
________________
ISSO QUE É UMA VERGONHA (David Carneiro)

1 - Recentemente, em uma edição do Jornal da Band, o âncora Boris Casoy, conhecido por seus posicionamentos conservadores, deu para humilhar dois garis que desejavam feliz ano novo, veja a transcrição:
Casoy: "Que merda, dois lixeiros desejando felicidades do alto da sua vassoura." Millena: apenas ri (condescendente) Casoy: "O mais baixo da escala do trabalho..." Operador: "Deu pau, deu pau..."
2 - Na edição seguinte, logicamente, o apresentador pediu desculpas. Mas qual o motivo para alguém pedir desculpas? Considerar do fundo do coração que errou e que todos merecem a mesma dignidade? O que levaria Boris de um dia para o outro a mudar seus valores a este ponto? Assumir que fez uma piadinha infeliz? Mas que tipo de pessoa cultiva um senso de humor que consiste em humilhar os mais pobres? De uma forma ou de outra, longe de representar um fato isolado, este episódio retrata fielmente como pensam parte das elites conservadoras do país e seus correspondentes midiáticos. Piadinhas como essas são comuns a colunistas assíduos da Revista Veja (como Reinaldo Azevedo e Diogo Mainardi), e outros meios da mesma estirpe. Também são quase a regra nos círculos dos abastados que, apesar de se considerarem modernos burocratas ou empresários, cultivam a ética senhorial de tempos remotos de nossa história, tempos que aliás insistem em nos assombrar quando o assunto é política e cidadania. Aliás, a título de lembrança, a Band de Boris Casoy é a mesma que recentemente quis incitar um golpe contra o presidente Lula, conforme mostrado aqui na Tribuna. Tudo por conta do ódio da emissora aos sem-terra e à reforma agrária.
3 - Combater este tipo de conservadorismo, ao contrário do que pode se pensar, não é meramente um embate entre dois posicionamentos políticos, entre duas visões sobre o estado ou a economia. Mas é uma luta do verdadeiro progresso contra o atraso, da cidadania e da dignidade contra uma elite caquética e preconceituosa que acha que não faz parte do país e sua "gentinha". O engraçado é que este é o mesmo pessoal que diz que "o povo precisa ser educado", o "povo é ignorante", vive falando absurdos e acha que não tem nada a ver com os problemas do país. Desta vez, no entanto, o rei está nu. E não vamos deixar barato.

Nenhum comentário: