segunda-feira, dezembro 27, 2010

A Vaca Mimosa, filosofia pura.

Filosofia de Banheiro.
Para os filósofos sofistas cada pessoa possuía suas próprias percepções e ninguém podia afirmar qual dessas percepções era “verdadeira”. Como o conhecimento provinha dos sentidos, não existiria para os sofistas uma verdade absoluta, universal ou imutável. O “homem é a medida de todas as coisas”, o argumento lógico e persuasivo construirá uma “verdade” racionalmente compreensível e relativa.

Mimosa, a Vaca
Uma fazendeira, que era dona de uma vaca chamada Mimosa, vendia leite estragado, e muitas pessoas morriam. Mesmo assim, ela continuava a vendê-lo. E estava errada por fazer isso? De acordo com os sofistas, não há moralidade absoluta e, se há, os seres humanos não têm conhecimento disso. Fulano diz que vender o leite é errado, e Beltrano diz que é certo. Realmente, todos nós temos de lembrar que são opiniões de homens, e essas opiniões diferem de pessoa para pessoa.

Fonte: “Filosofia de Banheiro”/ autor Gregory Bergman/ editora Madras/ ano 2004.

8 comentários:

Desnuda disse...

Hum hum...

Amigo,


Um Novo Ano Feliz sob todos os aspectos pra voce e os seus. Beijos com carinho.

Guará Matos disse...

Amigo Nelito, com vaca, ou sem vaca lhe desejo um excelente Ano Novo!
Abraços.

Tozé Franco disse...

Ora viva.
Não sei se concorde ou discorde. De qualquer forma nunca será uma concordância ou uma "disconcordância" absoluta, pelo que estou sempre a tempo de mudar de opinião.
Depois desta filosofia barata, aqui deixo os meus votos de um próximo ano com tudo de bom.
Um grande abraço desde este lado do Atlântico.

citadinokane disse...

Sarita,
É com extrema alegria que recebo teu comentário.
Como não direcionar para ti um pensamento fraterno?! A vida proporciona esses momentos - conhecer pessoas lindas!
2011 pleno de felicidade!
Beijos

citadinokane disse...

Guará irmão de guerra,
2011 será maravilhoso!
Estarei aí no Rio contigo redescobrindo a cidade maravilhosa, ahahaha...
abraços

citadinokane disse...

Tozé,
Nada será absoluto... Ahahaha...
Deste lado do Atlântico continuamos vibrando por ti e outros irmãos de além-mar.
2011 pleno de felicidade.

J.BOSCO disse...

Pedro Nelito, o banner do Terra do Meio já está lá no blog.
tá show!
a jamburana pegou fogo na chuva mesmo, teve até batucada...rsss
abs
feliz 2011

citadinokane disse...

Bosco,
O nome do restaurante deveria ser "Terra-da-Jamburana", né?!
Os dedos dos cartunistas pegaram fogo...
Vi o banner ficou dugaraio.
Feliz 2011, mermão!!!