segunda-feira, fevereiro 28, 2011

Por onde andará Stephen Fry ou "Quêde" o Elias Pinto?

Minha língua é minha pátria...

Hoje para ser um "bom bandido", um profissional de responsa... Tem que estudar!
Amigo me enviou o caso acima, hilário... Ahahaha... Ladrão burro! Acabou se entregando, olha a foto acima.
Como diria o Cebolinha, personagem criado pelo Maurício de Sousa, diante de tal situação: - Ô bandido buro, não sabe cronar a praca!!!
A capital de Santa Catarina é linda! Gosto mais de Florianópolis do que Frorianopolis, ahahaha...
Viva a língua portuguesa!

quarta-feira, fevereiro 23, 2011

Apoteose da dengue: Belém.

A dengue começa a assustar a todos, sem escolher classe social, totalmente democrática...
Há seis anos com a eleição de Duciomar Costa para a Prefeitura de Belém, houve um relaxamento no combate ao mosquito da dengue... Era para ter prosseguido o trabalho do prefeito anterior - Edmilson Rodrigues.
Acima uma fantasia sobre a charge do artista André Abreu. Os mosquitos dominam o prefeito Dudu - a apoteose da dengue. Infelizmente! 

terça-feira, fevereiro 22, 2011

JBosco: "Esta noite eu queria que o mundo acabasse..."

Como são as coisas... O cara acima cantando é o JB, era uma noite linda no Bira's Bar, ele já mucho loco...

No final de semana passada fui degustar o melhor peixe-frito de Belém, encontrei com os amigos Andrézinho Abreu e Osvaldo "o chacal". André nos contou que o JB numa noite no Bira's Bar levantava o copo e cantava: "Esta noite eu queria que o mundo acabasse..." De repente faltou energia e tudo ficou escuro, aí o Bosco ficou assustado, baixou o tom da voz, mas continuou cantando: "e para o inferno o senhor me mandasse..." A luz retornou, e o amigo JB ficou alegre e totalmente desinibido, de pé com o copo de gelada na mão, entoou novamente o seu canto com a voz empostada e a desenvoltura espetacular: "Esta noite eu queria que o mundo acabasse e para o inferno o senhor me mandasse..." Aconteceu o inesperado, bem em frente ao Bira's tem um poste com o transformador de energia, pois bem, o transformador estourou, segundo o Andrézinho foi um barulho ensurdecedor, mas o que aconteceu com o nosso cantor JBosco???
Andrézinho dando boas gargalhadas, disse que depois de todos se recobrarem do susto deram conta que o JBosco tinha sumido... Com a explosão do transformador de energia, o Jbosco se assustou, engoliu a língua, saiu correndo pela famigerada Vila Pombo varando na Travessa Generalíssimo Deodoro.
Depois que estava tudo "dominado" ele reapareceu no Bira's Bar, sóbrio, calado, tímido e sem mais querer cantar...

domingo, fevereiro 20, 2011

Bons alunos.

Registro histórico: da esquerda para a direita - Manuella, Adele, Citadinokane e Bruno "remista" sofredor.
Todos bons alunos.

Jota Pinto por ele mesmo.

O meu amigo Jota Pinto desenhado por ele mesmo.
Fez aniversário sexta-feira.
Parabéns meu amigo, muitos anos de vida!

O 1º Encontro de Blogs do Pará: Eu vou!!!

Não esqueçam de fazer a inscrição para o 1º Encontro de blogs do Pará.
Eu vou!!!

Jamburana vai continuar.

Todos acima agradecem. A jamburana continuará sendo o licor dos dioses.
Recebi o e-mail do Xamã André Nunes, a notícia é alvissareira, vamos ler abaixo:

"Elias, Nelito, Lafa et caterva,

Habemus jamburana em Belém.
O Ranulfo, aquele um do Quenzão, é o novo distribuidor autorizado do néctar da encantaria uriboquense.
Aguardem que brevemente tem novidades de gandaia.
André
--
"TERRA DO MEIO"
Um lugar para ser feliz"

SHOW SEM RUMO - RENZO MÁRTIRES

Se alguém quiser me matar estarei na sexta-feira no Show do Renzo, não estarei sozinho irei com a minha tribo, afinal de contas não estamos soltos nesse mundo.
Renzo Mártires compôs e gravou sua primeira música chamada Areia de Algodoal em abril do ano passado (2010), e em seguida editou um vídeo amador com a canção que foi postada no youtube. Com o sucesso de visualizações do vídeo que atingiu mais de 3000, voltou ao estúdio para gravar mais duas músicas em junho e julho de 2010: Sem Rumo e Rouco, e, novamente editou mais dois vídeos, postando-os também no youtube. A partir de agosto de 2010 ele compôs e gravou em seu próprio computador mais 13 músicas. Os vídeos já contam com mais de 10.000 acessos no youtube.
Renzo participou da Banda Diahspora que tocava coveres de Pop Rock Nacional e Internacional se apresentando em 2001 na Festa de San Gennaro.
O cantor e compositor atingiu 10.000 acessos no youtube e irá gravar um DVD intitulado Sem rumo para comemorar. De volta aos palcos, misturando o Rock Clássico e o Folk ele fará show nos dias 25 e 26 de fevereiro, às 19h , no Old School Rock Bar com participação dos músicos Márcio Pato (contrabaixo), Tom Salazarcano (guitarra), Bererê (bateria), Dan Bordalo(teclados) e participação especial de Elaine Valente (back vocal e guitarra da banda Álibi de Orfeu). Contando ainda com uma equipe de profissionais de gravação dirigida por Afonso Gallindo, irá laçar seu DVD ainda neste primeiro semestre. Contatos e vendas de mesas
Roberta Mártires
8150-2214

Corrente eu quebro!!!

Não é a primeira vez que faço isso.
Tenho um defeito, todas as vezes que recebo e-mail pedindo para que eu envie para os meus amigos, as chamadas correntes... Eu quebro!
A minha amiga Marta enviou-me a seguinte mensagem:
"Amigo,
O filme intitulado 'Corpus Christis' (O Corpo de Cristo), que vai sair em breve na América do Norte, e mostra Jesus mantendo relações homossexuais com os seus discípulos. A versão teatral já se apresentou. É uma paródia repugnante de Jesus.
Uma ação concentrada da nossa parte poderia mudar as coisas. Você aceita juntar o seu nome no fim da lista? Em caso afirmativo, poderíamos evitar a projeção deste filme no Brasil e até em outros paises. Este filme nega a verdade da Palavra de Deus.
PRECISAMOS DE MUITOS NOMES em adesão a esta proposta para evitar a exibição do filme.
Na Bíblia está escrito: "Quem me confessar diante dos Homens, Eu o confessarei Diante de meu Pai, que está nos Céus."(Mt 10.32). "Mas aquele que me negar diante dos homens, também eu o negarei diante de
meu Pai que está nos céus."(Mt 10.33)
POR FAVOR: Não faça 'ENCAMINHAR' desta mensagem, mas sim:
SELECIONE TODO O CORPO DA MENSAGEM (INCLUINDO A LISTA DE NOMES), COPIE
(Ctrl+C) e COLE (Ctrl+V) numa Mensagem Nova. Depois, acrescente o seu nome no fim da lista e envie-o a todos os seus amigos."

Respondi para a minha amiga:

"Minha amiga Martinha,
Entendo a tua preocupação com o filme que pode denegrir a imagem de Jesus Cristo. Mas... Não tenho como continuar essa corrente.
Primeiro, eu sempre quebro corrente, até acho que estou amaldiçoado "ad eternum", foram muitas correntes quebradas... ahahaha...
Segundo, acredito na livre expressão de ideias, e cinema é uma arte, precisamos assistir para criticar, qualquer censura antecipada, como por exemplo "Não vi, mas não gostei...", é muito preocupante, faz lembrar o medievo e aí é um passo para instituir a fogueira para os hereges... Tenho muito medo, às vezes sou herético, não concordo com os senhores guardiões da moralidade oficial.
Falando dessa maneira, podes pensar que não sou cristão, né?
Acredito em Jesus Cristos, é a minha referência... Reflito muito a partir da mensagem do Cristo, ele venceu mesmo sendo crucificado, despedaçaram o seu corpo, mas não as suas ideias, por isso te digo com todas as letras, NADA ABALA A MINHA FÉ NO CRISTO! Se um filme mudar a imagem que eu tenho no Cristo, seria a constatação que a minha fé era uma fé apenas de fachada, de gêlo que se desfaz com os primeiros raios do sol...
O Cristo deve achar engraçada essa corrente, tenho certeza que ele não pediu, quem decidiu??? Os sacerdotes??? Os fariseus???
Bora viver a vida e amar incessantemente, ok?!
Beijos,
Pedro"

sexta-feira, fevereiro 18, 2011

O coração perdoa...

Queria impressionar uma menina no tempo do curso de Sociologia, solteirinho-da-silva. Estávamos sentados à mesa de um boteco em frente da UFPA, gritei para o mãozinha: - Ei Edson! Mais uma cerveja, garaio!
Depois que os copos estavam cheios, transbordando... Comecei a declamar algumas poesias, os olhos delas brilhavam e o sorriso discreto revelava que "eu tava bem na foto"...
Definitivamente conquistei aquele sorriso, corpo e alma, depois de declamar a poesia de Chico Buarque e Ruy Guerra na canção - "Fado Tropical":

"Se trago as mãos distantes do meu peito
É que há distância entre intenção e gesto
E se o meu coração nas mãos estreito
Me assombra a súbita impressão de incesto.


Quando me encontro no calor da luta
Ostento a aguda empunhadura à proa
Mas o meu peito se desabotoa.

E se a sentença se anuncia bruta
Mais do que depressa a mão cega executa
Pois que senão o coração perdoa..."

Quando ainda falava perdoa ela me abraçou, beijando sussurrava ao meu ouvido: - Adorei Pedro!
Obrigado Chico!

Papãozinho valente!

Para a mais nova seguidora...
Ela que procurava notícias
de sua terra... Belém.
Acabou encontrando o CitadinoKane.
O post é para ti... Sandra!
A imagem acima foi enviada pelo amigo remista juramentado Hélio Azevedo. No e-mail a sinceridade de um verdadeiro remista: "Pedro, a imagem que te envio retrata o que foi o duelo do domingo passado, o papãozinho, o time reserva do Paysandú, foi pra cima do Leão e foi um sufôco... Graças a Deus que o goleiro e a zaga do papãozinho entregaram o jogo, para falar a verdade nem acredito que vencemos..."
Quem não mora em Belém não tem a dimensão o que representa o clássico da Amazônia, o embate dos dois maiores clubes de futebol do Pará: Paysandú x Remo.
A semana que antecede o clássico, os torcedores adoram fazer "blefe", ou melhor dizendo, adoram afirmações prenhes de convicção: - Claro que venceremos! Afirmam remistas e bicolores insanos (estou inserido nesse contexto, ahahaha...).
Quando o apito final ouvimos, necessário se faz um preparo psicológico para aguentar a semana... Tem gente que não suporta a gozação e se mata...
Nos últimos dez anos o número de torcedores do Clube do Remo que cometeu suicídio é espantoso!
Mesmo sem os titulares o papãozinho deu uma canseira no Leão Azul, observe o rosto e as patas do pobre Leão, o papãozinho pequeno é verdade, mas, valente!
2/3 do Pará entristeceu no domingo.

sexta-feira, fevereiro 11, 2011

Rogério Friza: - Naquele dia eu derrotaria até o Anderson Silva.

Só uma pessoa pode parar o demônio chamado Anderson Silva, darei nome e sobrenome dessa pessoa, peguem caneta e papel, estão prontos para anotar o nome da fera? Então lá vai: - Rogério Friza.
Quem é Rogério Friza?
O Rogério é um amigo nosso advogado.
Antes de me perguntarem mais sobre o Rogério, vou contar uma historinha sensacional e verdadeira.
Rogério queria praticar uma atividade física e começou a treinar jiu-jitsu na academia do primo dele, aqui em Belém.
Algumas semanas depois, talvez dois meses de treinamento sério, Rogério chega do trabalho e pega a sacola com a roupa de treinamento. Quando ia saindo a esposa com as duas filhas pediram para ir com ele, queriam assistir o treino, ele de pronto concordou com o pedido, as meninas ainda levaram mais dois primos para que eles vissem o papai delas lutando no tatame.
Rogério tomou um susto ao chegar na academia, foi informado que haveria uma competição e a luta seria valendo, os lutadores foram distribuídos não pela faixa, mas pelo pêso... O cara que ia lutar com o amigo Rogério era faixa preta, enquanto ele faixa branca.
Rogério ainda pediu para o professor quebrar o galho dele, que colocasse um cara de faixa pelo menos roxa, mas não foi atendido...
Já enfiado no seu kimono, ainda teve tempo de olhar em derredor e viu as filhas gritando o seu nome. Entrou em desespero, pensou angustiado: - Não posso voltar pra casa com uma derrota, as minhas filhas estão aí, me ajuda meudeus!!!
Tomou uma decisão, não voltaria vivo para casa se não ganhasse do seu opositor, murmurou baixinho: - Nem que eu me f..a! Vou dar nesse cara um mata-leão ou um armlock, deus me ajude, por favor!
Começou a luta e o seu opositor voou pra cima dele, mas como se o corpo do meu amigo fosse uma couraça de aço, ele resistiu brilhantemente, retirava força e energia não sabia de onde.
No chão Rogério deu um jeito de segurar com firmeza o kimono do faixa preta, puxava com toda a força do seu ser e segredava ao ouvido do adversário: - Cara, daqui tu não vais sair, nem pelo garaio! Vamos morrer abraçado...
Usou de tanta força que acabou rasgando o kimono do faixa preta.
Depois ele deu um jeito e conseguiu enfiar as pernas não sabe onde no corpo do seu adversário e inclusive, no desespero, deu até umas dedadas impudicas no assustado faixa preta que reagia gritando que aquilo era jogo sujo, no que Rogério retrucava em tremenda angústia: - Na guerra e no amor, vale tudo e nem tô aí!
O relato do Rogério é hilário, principalmente, quando confidenciou que não sabe como, mas deu um abraço forte no faixa preta se emboletando mais ainda com ele, se assustou quando o cara bateu na lona desistindo da luta.
- O juiz falou pra mim que eu tinha aplicado um lindo "crucifixo partindo da guarda". Concluiu Rogério todo sorridente.
Perguntei pra ele o que era esse crucifixo?
Resposta dele: - Mermão, estava tão agoniado que eu nem sei o que fiz naquela hora, joguei pernas para os lados segurei os braços deles com muita força e sair puxando...
Ele não deu nenhum armlock da meia guarda, nem estrangulamento com omoplata, mas um lindo crucifixo partindo da guarda...
A imagem das filhas, sobrinhos e esposa correndo em sua direção gritando que ele era campeão, foi eternizada em sua memória.
Ainda escutei ele dizendo: - Naquele dia eu derrotaria até o Anderson Silva.

quinta-feira, fevereiro 10, 2011

País rico é país sem pobreza.

Em primeiríssima mão o logotipo do governo Dilma Rousseff.

A marca foi criada por João Santana e Marcelo Kertesz.
Como estou no mesmo barco, dos brasileiros e brasileiras, acrescentarei ao meu mantra: - País rico é país sem pobreza!
Viva o povo brasileiro!!!

Muhammad Ali, o eterno Cassius Clay.

Recebo e-mail do amigo Hélio, pessoa maravilhosa, com o seguinte recado: "Meu amigo Pedro Nelito gostaria, se possível, que você colocasse uma frase dita por Muhammad Ali no seu blog. Uma frase que representa muito em minha filosofia de vida. Acredito que temos que divulgá-la, pois vivemos em um uma sociedade cheia de limites e opiniões pré-determinadas. Com várias pessoas indispostas a mudar o mundo. Em anexo uma foto de Ali que foi um grande boxeador, um herói que venceu os preconceitos de todos e a injustiça."
Gostaria de dizer que continuo chamando Ali de Cassius Clay.


A frase:

"Impossível é apenas uma palavra grande jogada
ao redor por homens pequenos
que acham mais fácil viver no mundo
que lhes foi dado do que
explorar o poder que têm para mudá-lo.
Impossível não é um fato.
É uma opinião.
Impossível não é uma declaração.
É um desafio. Impossível é potencial.
Impossível é temporário.
Impossível é nada."

sábado, fevereiro 05, 2011

"Passarinhar" por André Abreu.

André mataste a pau!
És pós-moderno, ahahaha...
Quem já não ouviu as pessoas que criam passarinhos falarem: - Vou passarinhar!
Pois bem, o cartunista André Abreu é high-tech, ele também vai passarinhar... tuitando...


sexta-feira, fevereiro 04, 2011

50 anos do velho e bom J. Bosco.

Imagens abaixo cedidas pela assessoria de imprensa do cartunista J. Bôsco, aniversário em 18 de Janeiro de 2011 do cartunista com a presença de artistas, jornalistas e intelectuais de Belém. Fica o registro.


Perna quebrada.

Não anotei o nome do jogador, a imagem já guardo faz tempo...
Fica o instantâneo de dor captado pelo fotógrafo.
Impressionante!

As 4 fases líquidas do homem.

O post é dedicado aos amigos: Tadeu Alemão, JBosco, André Abreu, JPinto, André Nunes, Osvaldo Jr., Elias Pinto, Duda Bueres, Xico Rocha, Nilton Atayde, Jober Freitas, Edilben Falcão, Rogério Friza, João Friza, Flávio Portela, Fernando Maia, Rui Santana, Oliviomar Barros, Davi Carneiro "o chacal", Sérgio Galiza, Élcio Aláudio, Pedrinho Cavaléro, Dias...
In memoriam Juvêncio Dias.
Em suma a todos que um dia tomaram na veia para ressuscitar, ahahaha... 


Acima as quatro fases líquidas do homem.
As esposas ficam furiosas quando apresentamos essas fases, não entendem a nossa diversão, perigosa é verdade, mas, fascinante, né?!

Sábado na República do Peixe Frito.

quarta-feira, fevereiro 02, 2011

Carnaval no Bira's Bar.

Olha a gente aí no Bira's Bar!
Cheguei lá no sábado (22/01/11) e fui contagiado pela alegria...
André Abreu e JBosco comandando a folia na República do Peixe Frito, uma bandinha tocando músicas antigas repletas de ingenuidade, ali no nosso boteco - as pessoas jogando confetes e fraternalmente cantando e bebendo "água mineral"... Fomos felizes naquele sábado chuvoso.
Só não entendi quando o velho e bom Bôsco comentou o seguinte: - Ei moleque! Olha só aquela mesa.
Imediatamente fixei o meu olhar na indicação do jamburânico cartunista e retruquei: - Sim e aí?!
Na mesa tinha umas cinco ou seis mulheres "maduras".
O Bôsco com o copo de "gelada" na mão e sorrindo, sentenciou: - Somando as idades de todas, uns 500 anos por baixo, né?!
O comentário do Bôsco demonstra que o carnaval é muito democrático.
Diversão para todos!

terça-feira, fevereiro 01, 2011

"A água da loucura" por Roberto Pimentel.


Amigos o meu amigo Roberto Pimentel solicitou um espaço para as suas reflexões.
Leiam abaixo o nosso irmão Roberto Pimentel.
_____________________________________

Eu ouço esta história desde garoto (olha que já faz um tempão, mais de meio século) e não sei quem é o autor. Até um patrício metido a escritor e recordista na venda de seus livros que mundo afora já contou-a, mas não é dele. Quem ainda não a leu, leia. E quem já a leu, VALE A PENA LER DE NOVO.

A água da loucura

Um poderoso feiticeiro querendo destruir um reino, colocou uma poção mágica no poço onde todos os seus habitantes bebiam. Quem tomasse aquela água, ficaria louco.
Na manhã seguinte, a população inteira bebeu, e todos enlouqueceram. O rei – que tinha um poço só para si e sua família, onde o feiticeiro não conseguira entrar – tentou controlar a população. Baixou uma série de medidas de segurança e saúde pública, mas não havia mais policiais ou inspetores, pois eles também haviam bebido a água envenenada.
Quando os habitantes daquele reino tomaram conhecimento dos decretos, ficaram convencidos de que o rei enlouquecera, e agora estava escrevendo coisas sem sentido. Aos gritos, foram até o castelo e exigiram que renunciasse à coroa.
Desesperado, o rei prontificou-se a deixar o trono, mas a rainha o impediu, dizendo: “vamos agora até a fonte, e beberemos também. Assim, ficaremos iguais a eles”.
E assim foi feito: o rei e a rainha beberam a água da loucura, e começaram imediatamente a dizer coisas sem sentido. Na mesma hora, os seus súditos se arrependeram: agora que o rei estava mostrando tanta sabedoria, por que não deixá-lo governando o país?
O país continuou em calma, embora seus habitantes se comportassem de maneira muito diferente de seus vizinhos. E o rei pode governar até o final dos seus dias.