sexta-feira, abril 22, 2011

Vidas

Numa imagem, muitas vidas...
Numa vida, muitas lições...

O Tom de Berzé.

Acima o Tom Jobim nos traços do cartunista mineiro: Berzé.
O amigo Berzé captou o grande maestro brasileiro na fase mais preservacionista...

quinta-feira, abril 21, 2011

Habaname!!!

Já não é o momento para se acabar com embargo econômico a Cuba???
Porque Cuba não se dobrou ao Tio Sam enfrenta todo ódio do governo norte-americano e suas elites.
Solidariedade ao povo cubano e respeito a autodeterminação dos povos.
Sem embargo econômico mais cedo Cuba teria caminhado para uma democracia política.
O CitadinoKane estará no final de ano com uma plêiade de blogueiros e curiosos em Havana.
Habaname!!!

Lei Maria da Penha para proteger Belém do Pará.

Murilo Couto, ator paraense que trabalhou na Tv Globo no seriado/novela "Malhação", disse uma verdade no programa do Jô Soares: "Belém é igual a qualquer cidade do Brasil. FEIA, SUJA e com um PREFEITO RUIM..."
O que dá pra rir, dá também pra chorar...
Não irei despejar impropérios aqui no post, não... Lembro que Jesus em Mateus 15.18,19 assevera que "o que sai da boca do homem é que lhe faz mal, porque vem do coração".
Mas, tirei o que vai no meu coração, me sentirei melhor.
Belém é FEIA e SUJA?
Respondo. Pense numa cabôcla morena e bonita, depois de 8 anos maltratada fica feia mesmo!
Minha Belém como cantou Pedrinho Cavalléro nos versos que Alcyr Guimarães dedicou para a nossa cidade é uma...
Cabocla desajeitada e pequenina,
simples como a beleza de uma rosa,
mundana...

Uma cidade pequenina que nos últimos 8 anos cresceu de qualquer jeito, com donos de construtoras tomando conta de tudo, mandando em todos, construindo em qualquer lugar, desrespeitando a legislação, enchendo de espigões o centro da cidade, maximizando lucros em detrimento do bem estar do belemense, ilhas de calor, ruas engarrafadas... o planejamento urbano? Lucro, lucro, lucro e omissão, omissão do poder público municipal.
Pedrinho Cavalléro continua cantando...
Na janela que se abre aos meus olhos,
me embriago na tua coreografia.

As mangueiras são derrubadas, sufocadas pelo trânsito intenso e pelas ervas daninhas, caem com as chuvas mais intensas.
Nas noites que me sinto nos teus braços,
na paz que um cigarro encontrou,
por cima de mangueiras e telhados,
tu me finges o cuidado de quem quase me amou.

Ando por Belém e sinto uma revolta que aperta no peito, as praças sujas e mal cuidadas, mato crescendo ou sumindo com os espaços de lazer, brinquedos quebrados... Abandono total, meudeus!
Minha cidade tão bonita, pequena e jeitosa, perdeu seu charme...
Belém, minha morena querida, conversarei com os amigos advogados, és um caso de violência doméstica...
Para proteger Belém do PREFEITO RUIM só a Lei Maria da Penha, por favor dôtor!
Sigo cantando com Pedrinho Cavalléro...
Eu digo que tu tens jeito de valsa
que ainda não consigo terminar.
Mais tarde, como antigos namorados,
em qualquer dia de chuva, te convido pra dançar.

Bora assistir o Murilo no Jô Soares.



Clarisse, Marco André e Pedrinho Cavallero - Janela de Belém (Olê, Olá, Belém)

quarta-feira, abril 20, 2011

Cerveja que levanta o brio da tropa.

A postagem é dedicada para os seguintes jovens: Xico Rocha, Eduardo Bueres,
Pascoally, Nilton, Flávio Pinto, JBosco, Pedrinho Cavaléro,
Rogério Friza, Marcelo Costa, Maurício Leal Dias,
Augusto Nunes, Tadeu Schumann, Berzé
e muitos outros, tudo dentro da lei.

Primeiro vamos ler a notícia que se apresenta como alvissareira para uma tonelada de amigos:
"Uma empresa britânica anunciou um lançamento que mistura dois prazeres: a cerveja que já vem com Viagra.
Segundo o "The Sun", beber três garrafas da nova cerveja equivale a uma dose do pequeno remédio azul.
A "bebida-remédio" foi batizada Royal Virility Performance - em tradução livre, algo como "performance régia de virilidade".
Como se não bastasse a dose de Viagra, a bebida ainda tem, para garantir, outras pequenas doses de afrodisíacos - como chocolate.
Ainda segundo o "The Sun", a cerveja foi criada especialmente em homenagem ao casamento real britânico, e serão produzidas apenas 40 garrafas."
A notícia acima extraí do portal da Uol.
Quando lembro do amigo Pascoally que se bateu com a peteca azul que escapuliu de sua mão trêmula de emoção porque uma jovem morena resolveu fazer uma caridade pra ele... A pílula de viagra caiu na pia do motel e ficou na cruzeta, Pascoally tentou em vão resgatar a azulzinha, não conseguiu, pensou em aspirar com a boca, não teve coragem... Afinal era uma pia de motel.
Pronto Pascoally, não precisas mais pedi para o Locobueres umazinha azul.
Basta beber três cervejas dessa que está aí no post, felicidade total, né mano?!

domingo, abril 17, 2011

Aécio Neves pisou na bola.

Aécio Neves teve a sua Carteira de Habilitação de motorista apreendida em blitz da Lei Seca no Rio de Janeiro, não foi nenhuma armação pra cima do Aécio, simplesmente ele tomou umas doses de aguardente mineira em apartamento de amigos e voltava para sua casa no Leblon (pensei que ele morasse em Belo Horizonte).
Quando foi parado desceu muito puto, o policial pediu a carteira de habilitação, o mineiro Aécio entregou e foi constatado pelos policiais que o documento estava vencido há um ano.
Em seguida, como o policial percebeu que ele estava alterado, solicitou que ele soprasse no bafômetro para verificação da dosagem de álcool no organismo, ele se negou.
Aécio Neves foi multado. O senador não teve o carro apreendido, pois apresentou um condutor habilitado, e foi liberado.

Veja a nota da assessoria do doidivana mineiro:
"A assessoria de imprensa do senador Aécio Neves informa que:
Na noite deste sábado para domingo (17-04-11), o senador Aécio Neves jantou nas redondezas de seu apartamento no Rio de Janeiro.
Ao retornar à sua residência, foi abordado durante blitz policial quando foi constatado o vencimento da validade do seu documento de habilitação como motorista.
Em respeito à legislação vigente, o senador entregou a habilitação ao agente e, seguindo as orientações recebidas, providenciou um condutor habilitado - um taxista que se encontrava no local - que dirigiu seu veículo até sua residência a poucos quarteirões.
Com relação às notícias veiculadas sobre o uso ou não do bafômetro, essa assessoria informa que, uma vez constatado o vencimento do documento de habilitação e providenciado outro motorista para condução do veículo, o mesmo não foi realizado.
O senador cumprimentou a equipe policial responsável pelo profissionalismo e correção na abordagem feita aos motoristas durante a blitz."
Fonte: Portal G1 

Homofobia é coisa de viado!!!

Pedrinho Cavaléro divulgou essa campanha no Facebook, somos todos contra a homofobia.
Tenho um amigo que sempre diz: - Se um dia te chamarem de gay, não fique ofendido, pois não é desvio de caráter.
Atitudes e discursos como os de Bolsonaro dificultam a convivência dos que são "diferentes". Diferentes, mas iguais em direitos...
Vamos parar com essa frescura de agredir os homossexuais, ok?!

Jober bicudo!

Abaixo o velho e bom amigo Jober com seus cabelos precocemente embranquiçados.
Não faz tempo almoçamos em Mosqueiro, uma ilha de lindas praias bem próxima de Belém, Edilben fotografou a gente degustando uns charutos puros guardados desde o nascimento do Chiquito.
Charutos com cuba libre eis a senha!
Fica o registro histórico.
Ah! Ia esquecendo de segredar, nesse dia o Jober colocou a sua sunga anos 60, esqueceu de dar o laço forte no cordão da sunga, pois é... O cara com toda essa barba, entupido de cuba-libre e tossindo pra garaio por ter tragado a fumaça do charuto, correu em direção de uma onda gigante e se lançou diconforça na água, e aí?! Foi hilário ele procurando a sunga, é isso mesmo! Ficou nú, em verdadeiro atentado ao pudor... Um verdadeiro tucano, só bico...
Ele recuperou a sunga, mas foi muito engraçado.

sexta-feira, abril 15, 2011

Oitentista!

JBosco ao modo de galã da Globo, o calção é da Makel ou Regatão???
Mano Bosquinho tu eras enjoado pra cacete!
É só olhar a foto, mermão!
Os pelos pubianos expostos...
As tiazinhas cercando, metido a phodão, heim?!

Olivio saliente!!!

Mermão!
Esse Oliviomar é muito saliente olha só as tirinhas que ele me enviou, ahahaha...
É de espocar de rir, ehehehe...

quarta-feira, abril 13, 2011

Ivan Amanajás

Fica a lembrança do Ivan "O Terrível" com sua esposa num encontro de blogueiros...

República do Peixe Frito: Bira's Bar.


Acima a publicidade de graça e merecida, estamos falando do melhor peixe-frito de Belém do Pará.
Os caras que tiveram a ideia de produzir o banner acima são as figuras abaixo, estou falando de JBosco e André Abreu.
Os caras se amarram em cerveja, especialmente a Antárctica.
Quero dizer uma coisa, quando eu bebia cerveja, desde que estivesse gelada, saboreava com todo o respeito.

JBosco the best!

Quero prestar minha homenagem ao Príncipe dos Cartunistas Paraenses: JBosco.
Existem excelentes cartunistas em Belém do Pará...
JBosco the best!
São tantos cartunistas, e tenho certeza, alguém dirá um outro nome como o melhor cartunista...
O amigo Bosco é um verdadeiro gentleman, sou testemunha da simplicidade e da extrema humanidade que transborda dos seus gestos e falas.
É fácil, muito fácil gostar desse cara. Bosco nos abraça como se já nos conhecesse há dez mil anos...
Ao lado do maior cartunista paraense nos sentimos acolhidos e valorizados.
São todos bons: André Abreu, Casso, Waldez, Biratan, Atorres...
Com o passar do tempo fica melhor, igual o vinho Periquita.
Abaixo a arte contemporânea de Jbosco:

domingo, abril 10, 2011

Cuba: mojitos, margueritas e bucaneros.

A ideia é do amigo Augusto.
Ele sugeriu que nós fossemos visitar a Ilha de Fidel. Filmar, fotografar e escrever sobre a Ilha que desafiou o gigante do norte.
Tudo certo.
O nosso cronograma indica a viagem para dezembro, mas existem os preparativos, patrocínios...
Confirmados na delegação do projeto "Cuba: mojitos, margueritas e bucaneros": CitadinoKane, Augusto Nunes, Maurício Leal Dias e Osvaldo Jr.
Quem quiser nos acompanhar, pode chegar mermão!

Naná - a delicada e educada garçonete do Bira's Bar.

Acima a imagem dela!
Revelamos para o mundo a charmosa e delicada garçonete da República do Peixe Frito: Naná.
Já contei aqui no blog a saga minha e do Osvaldo para encontrarmos um lugar ao sol no Bira's Bar.
A Naná foi preparada no Batalhão de Operações Policiais Especiais do Rio de Janeiro, o famigerado BOPE, ela vai te levando ao limite, só para ver se somos merecedores do melhor peixe-frito de Belém.
Foi duro... A gente não desistiu.
Hoje as maiores porções do peixe-frito servido pela Naná são nossas, quando chegam os nossos pratos, é um rebuliço... Os outros clientes olham e perguntam: - Por que as postas de peixe deles são maiores?!
Eu não tô nem aí! Faço que não escuto.
O Osvaldo ainda fala em voz sussurrada: - Foi uma ralação chegar onde chegamos...
Pego a pimenta-de-cheiro e amasso no prato, huuummm... O cheiro é embriagante e deixa a boca salivando, o filé de dourada é saboreado pedaço a pedaço entre louvores ao criador e suspiros de contentamento.
A Naná é o nosso Capitão Nascimento do peixe-frito, ahahaha... Vai lá! Não desista, nunca!
Obrigado Naná!

sexta-feira, abril 08, 2011

Um minuto de silêncio pelos brasileirinhos...

Estava me arrumando para ir trabalhar.
Quando consegui dimensionar o que havia ocorrido, paralisei...
Não acreditei.
A loucura resolveu se manifestar.
A pior desgraça... Um louco resolveu reproduzir os loucos norte-americanos.


 “A Terra Desolada” T.S. Eliot

Abril é o mais cruel dos meses, germina
Lilases da terra morta, mistura
Memória e desejo, aviva
Agônicas raízes com a chuva da primavera.
...

Filho do homem,
Não podes dizer, ou sequer estimas, porque apenas conheces
Um feixe de imagens fraturadas, batidas pelo sol,
E as árvores mortas já não mais te abrigam, nem te consola o canto dos grilos,
E nenhum rumor de água a latejar na pedra seca. Apenas
Uma sombra medra sob esta rocha escarlate.
(Chega-te à sombra desta rocha escarlate),
E vou mostrar-te algo distinto
De tua sombra a caminhar atrás de ti quando amanhece
Ou de tua sombra vespertina ao teu encontro se elevando;
Vou revelar-te o que é o medo num punhado de pó.
...

Aqui é um lugar de desamor
Tempo de antes e tempo de após
Numa luz mortiça: nem a luz do dia
Que reveste formas de lúcida quietude
Transfigurando sombras em beleza transitória
E cuja lenta rotação sugere permanência
Nem a escuridão que purifica a alma
Esvaziando o sensual com privação
Purgando de afeto o temporal.
Nem plenitude nem vazio. Um bruxuleio apenas
Sobre faces tensas repuxadas pelo tempo
Distraídas da distração pela distração
Cheias de fantasmagorias e ermas de sentido
Túmida apatia sem concentração
Homens e pedaços de papel rodopiados pelo vento frio
Que sopra antes e depois do tempo, vento
Fora e dentro de pulmões enfermos
Tempo de antes e tempo de após.

quinta-feira, abril 07, 2011

#forabolsonaro

Sempre busco em esforço continuado ficar do lado do justo.
Bolsonaro não entendeu que vivemos num mundo plural.
Escrevo o post em homenagem aos meus amigos gays, negros, remistas...
As minorias merecem respeito!
Unidade na diversidade, Brasil!

quarta-feira, abril 06, 2011

Para o meu amigo Davi Carneiro.

Escrevo para um amigo bem jovem, o meu amigo mais jovem...
Outros amigos falam de cãibras, dores e desesperanças.
Davi expressa a irreverência contida de um Tadeu Schumann no "Cena Aberta", transborda a intelectualidade cheia de charme do Elias Pinto num déjà vu socialista oitentista (o Elias hoje é anarquista-liberal), a musicalidade escrachadamente brasileira em chorinhos e sambas de Wilson Batista e Geraldo Pereira.
Tão jovem e profundamente comprometido com muitas lutas.
Ecce Homo!
Quem conhece o amigo Davi sabe que estamos diante de pessoa que construirá na história brasileira uma página de amor e solidariedade ao povo brasileiro...
Espero viver para confirmar o vaticínio de um xamã Marcelinho, ahahaha... Dizia o xamã entre torres de chope e garrafas de Periquita: - Esse moleque é phoda, vai vingar a gente.
Irmão Davi, escrevo para dizer que não fui no sábado festejar contigo aquela conquista porque tive alteração na saúde, a pressão me sufocou...
Estás no Rio de Janeiro?
Deixo-te fraternalmente as linhas escritas por Carlos Drummond de Andrade, a tradução no momento dos meus sentimentos.
Um forte abraço mano!
__________________________________________
Mãos dadas (Carlos Drummond de Andrade)
Não serei o poeta de um mundo caduco.
Também não cantarei o mundo futuro.
Estou preso à vida e olho meus companheiros.
Estão taciturnos mas nutrem grandes esperanças.
Entre eles, considero a enorme realidade.
O presente é tão grande, não nos afastemos.
Não nos afastemos muito, vamos de mãos dadas.

Não serei o cantor de uma mulher, de uma história,
não direi os suspiros ao anoitecer, a paisagem vista da janela,
não distribuirei entorpecentes ou cartas de suicida,
não fugirei para as ilhas nem serei raptado por serafins.

O tempo é a minha matéria, o tempo presente, os homens presentes,
a vida presente.

sexta-feira, abril 01, 2011

Periquita... Vou ficando.

Quem primeiro me indicou o vinho "periquita" foi o amigo blogueiro Tozé.
Desde então o periquita tem me acompanhado...
Não consigo me dedicar ao blog com o tempo necessário para amadurecer os posteres. Pensei em abandonar o blog... Outras vezes fui embora e acabei voltando.
Quando degusto o periquita, diante do monitor do computador, o tinto do além-mar dialoga comigo... e em cada taça que esvazio e insisto em transbordá-lo, vou me convencendo que não posso abandonar esse diário ou quase diário eletrônico.
Vou ficando por aqui.

Raios de sol na mureta

Irmãos e irmãs, sinceramente confesso que não sei de onde a imagem foi captada.
Não é de Belém.
O arquiteto que projetou a mureta, jamais pensou que o ângulo do sol e a projeção dos seus raios iria formar várias imagens indecentes...
Moçoilas do Brasil varonil peloamordedeus não olhem as figuras vazadas pelos raios de sol na mureta desgraçada.