quarta-feira, abril 06, 2011

Para o meu amigo Davi Carneiro.

Escrevo para um amigo bem jovem, o meu amigo mais jovem...
Outros amigos falam de cãibras, dores e desesperanças.
Davi expressa a irreverência contida de um Tadeu Schumann no "Cena Aberta", transborda a intelectualidade cheia de charme do Elias Pinto num déjà vu socialista oitentista (o Elias hoje é anarquista-liberal), a musicalidade escrachadamente brasileira em chorinhos e sambas de Wilson Batista e Geraldo Pereira.
Tão jovem e profundamente comprometido com muitas lutas.
Ecce Homo!
Quem conhece o amigo Davi sabe que estamos diante de pessoa que construirá na história brasileira uma página de amor e solidariedade ao povo brasileiro...
Espero viver para confirmar o vaticínio de um xamã Marcelinho, ahahaha... Dizia o xamã entre torres de chope e garrafas de Periquita: - Esse moleque é phoda, vai vingar a gente.
Irmão Davi, escrevo para dizer que não fui no sábado festejar contigo aquela conquista porque tive alteração na saúde, a pressão me sufocou...
Estás no Rio de Janeiro?
Deixo-te fraternalmente as linhas escritas por Carlos Drummond de Andrade, a tradução no momento dos meus sentimentos.
Um forte abraço mano!
__________________________________________
Mãos dadas (Carlos Drummond de Andrade)
Não serei o poeta de um mundo caduco.
Também não cantarei o mundo futuro.
Estou preso à vida e olho meus companheiros.
Estão taciturnos mas nutrem grandes esperanças.
Entre eles, considero a enorme realidade.
O presente é tão grande, não nos afastemos.
Não nos afastemos muito, vamos de mãos dadas.

Não serei o cantor de uma mulher, de uma história,
não direi os suspiros ao anoitecer, a paisagem vista da janela,
não distribuirei entorpecentes ou cartas de suicida,
não fugirei para as ilhas nem serei raptado por serafins.

O tempo é a minha matéria, o tempo presente, os homens presentes,
a vida presente.

10 comentários:

as-nunes disse...

São dez e meia, aqui no largo da Sé de Leiria.
Estou semi-reformado (nem eu sei bem o que ando a fazer...a trabalhar quando devia estar a descansar das obrigações quotidianas, fazer o que me desse mais alento para viver - quantos anos mais? - que tempos estes!... anda tudo louco, que país é este? ), quer dizer, estou aqui para trabalhar, para cumprir prazos do simplex/burocraditex, etc etc

Como vai o nosso amigo David?
Também gostava de saber notícias dele. Acompanhei-o duranet algum tempo, quando andou pela Europa, depois perdi-lhe o rasto. Ainda tem blogue?

E tu, Pedro? Com tensão desiquilibrada? A Periquita não andará por aí metida?! eheh

Um abraço
António

Anônimo disse...

O Davi foi uma grande conquista do coração nestes últimos tempos , estivemos juntos rápida mas intensamente e me impressionou a postura , o saber sem prepotência , ouvidos atentos a escutar mesmo os menos preparados e por vezes antagônicos e além de tudo o fidumaegua ainda é bonitão rsrsrsrsrs que inveja meu!.Gravei o nome dele na barra do boi e escrevo o que falei pra ele na primeira vez que o conheci : "Voce é o jovem que eu queria ter sido".
Agora Dom Pedrito, comparar uma grande figura que nem ele as atuações canastronas que cometi no "Cena Aberta" é desmerecer o "homi".
E pra finalizar , Dom , tu sabes gostar das pessoas.
Beijos nos dois
Tadeu

Berzé disse...

Oi Pedro,
Esse troço de intermet é meio Quebracabeça. A gente vai pegando uma fala aqui, outra ali, soma com os comentários e vai compondo pessoas.
Vc é dos bons.
Abração!
Berzé

citadinokane disse...

António,
O Periquita faz um bem danado, o problema é o estresse...
Quantos em Portugal para o trabalhador se aposentar???
O Davi está fazendo mestrado em Direito na Universidade do Estado do Rio de Janeiro.
Como anda a crise econômica de Portugal?

citadinokane disse...

Tadeu,
Tens o poder de síntese, nunca falei e sempre pensei quando trocava minhas impressões sobre música e o escambau ilustrado com o Davi.
Queria ter sido assim na juventude, inteligente e acima de tudo generoso com os adversários de ideias e projetos políticos que não eram os meus, o amigo Davi Carneiro me ajudou muito...

citadinokane disse...

Berzé,
Pelos traços e sentimentos que rolam em teus desenhos, bom és tu!
abs

Anônimo disse...

Pedro ,
O David está no Rio??? Me passa o mail dele que tenho ido sempre ao Rio e quem sabe não levo ele pra esbórnia num final de semana desses??
Abs
Tadeu

citadinokane disse...

Tadeu,
O Davi está morando no Rio, o cara foi aprovado no mestrado de Direito da UERJ. Acho que ele mora em Copacabana ou Ipanema, é mole?!
Vou te enviar o email do nosso irmão.
Um forte abraço!

Anônimo disse...

beleza , me manda o mail que vou marcar qq coisa com ele
Abs
Tadeu

citadinokane disse...

Tadeu,
Anota aí mano.
david_carneiro@hotmail.com
abs