sexta-feira, abril 08, 2011

Um minuto de silêncio pelos brasileirinhos...

Estava me arrumando para ir trabalhar.
Quando consegui dimensionar o que havia ocorrido, paralisei...
Não acreditei.
A loucura resolveu se manifestar.
A pior desgraça... Um louco resolveu reproduzir os loucos norte-americanos.


 “A Terra Desolada” T.S. Eliot

Abril é o mais cruel dos meses, germina
Lilases da terra morta, mistura
Memória e desejo, aviva
Agônicas raízes com a chuva da primavera.
...

Filho do homem,
Não podes dizer, ou sequer estimas, porque apenas conheces
Um feixe de imagens fraturadas, batidas pelo sol,
E as árvores mortas já não mais te abrigam, nem te consola o canto dos grilos,
E nenhum rumor de água a latejar na pedra seca. Apenas
Uma sombra medra sob esta rocha escarlate.
(Chega-te à sombra desta rocha escarlate),
E vou mostrar-te algo distinto
De tua sombra a caminhar atrás de ti quando amanhece
Ou de tua sombra vespertina ao teu encontro se elevando;
Vou revelar-te o que é o medo num punhado de pó.
...

Aqui é um lugar de desamor
Tempo de antes e tempo de após
Numa luz mortiça: nem a luz do dia
Que reveste formas de lúcida quietude
Transfigurando sombras em beleza transitória
E cuja lenta rotação sugere permanência
Nem a escuridão que purifica a alma
Esvaziando o sensual com privação
Purgando de afeto o temporal.
Nem plenitude nem vazio. Um bruxuleio apenas
Sobre faces tensas repuxadas pelo tempo
Distraídas da distração pela distração
Cheias de fantasmagorias e ermas de sentido
Túmida apatia sem concentração
Homens e pedaços de papel rodopiados pelo vento frio
Que sopra antes e depois do tempo, vento
Fora e dentro de pulmões enfermos
Tempo de antes e tempo de após.

4 comentários:

J.BOSCO disse...

12 mortos e 190 milhões de feridos!!!
manchete do jornal Diário de Pernambuco!

citadinokane disse...

Príncipe,
A manchete pernambucana retrata o nosso sentimento. Muito boa sacada.

Sandra S. Menezes disse...

Nossa!chorei muito nesse dia!
pensei se fosse meus filhos!
muito triste!
existe muito maníaco por ai
bjs Pedro

citadinokane disse...

Sandra,
Os teus sentimentos foram os meus.