sexta-feira, maio 06, 2011

Era uma vez um quarteto fantástico...

Era uma vez... um quarteto fantástico!
Alex da guarda pretoriana, pronto para a revolução... e ela não veio, resolveu ganhar dinheiro.
Locobueres foi amar e cuidar da vida.
Pascoally se entregou ao dominó e bingo. Caso o camarada Lênin fosse ressuscitado e o convocasse para alguma reunião, ele diria: - Meu véio não fique puto comigo, mas eu tenho que comprar uma peteca azul e tomar uma gelada no Portela, vou depois...
O Vieira?! Resolveu, também, cuidar da vida.
Um dia formaram um quarteto fantástico, era uma vez...

4 comentários:

Lígia Saavedra disse...

Abandono por justa causa, amigo? Rs
Bjs

citadinokane disse...

Lígia,
Foram cuidar do jabá.
bjs

Alex Allan Lima disse...

Meu amigo/irmão Pedro Nelito, estou sempre apostos e mais próximo do que imaginas, a espera de um chamado que pode ser o seu!!!!
Alex Allan Lima

citadinokane disse...

Alex,
É verdade!
Nós já estivemos juntos ombreados em grandes vitórias e tristes derrotas... Sobrevivemos e estamos prontos para novos embates, é isso mesmo!
Somos os espartanos hich-tec, ahahaha...
Valeu mano!