terça-feira, junho 14, 2011

Adeus blogosfera!!!

Chega um momento que precisamos parar.
Alguém avisou que o blog não me pertence mais...
Ele vai parar.
Não consigo atualizar como gostaria e tenho outros projetos para a blogosfera.
Vou parar com o blog, não definitivamente, preciso me afastar um pouco, ok?!
Um mês, ano... sei lá!
Espero retornar com mais fôlego e com mais substância para compartilhar com os amigos do mundo virtual.
Uma leitora do blog, não lembro o nome, me enviou certa vez uns versos de Cecília Meireles que desnudaram um mundo para mim. Gostei tanto dos versos que os imprimi no papel, depois recortei para andar na minha carteira porta-cédula...
Eis abaixo os versos de Cecília Meireles:

"Cântico VI


Tu tens um medo:
Acabar.
Não vês que acabas todo o dia.
Que morres no amor.
Na tristeza.
Na dúvida.
No desejo.
Que te renovas todo o dia.
No amor.
Na tristeza.
Na dúvida.
No desejo.
Que és sempre outro.
Que és sempre o mesmo.
Que morrerás por idades imensas.
Até não teres medo de morrer.


E então serás eterno!"

Não publicarei mais nada, talvez em agosto... dezembro... em 2012.
Valeu amigos e amigas!!!

18 comentários:

Sandra S. Menezes disse...

poxa!!!
Vai ser triste ter que trabalhar e não ter uns momentos de descanso lendo seu blog Pedro.
Te desejo sorte e tudo de bom,de coração!!!
Terei saudades!!!
bjs e fica com Deus!!!
Qualquer dia talvez nos encontramos.

tadeu disse...

Dom Pedrito
O blog , reafirmo , não te pertence e sim a nós cativados por tua inteligência , bom humor e bem gostar mas como somos bonzinhos e entendemos tuas razões , te liberamos para postar PELO MENOS UMA VEZ A CADA 15 DIAS.
Mano , sem vc perco a referência que retomei com minha mangueirosamente bela Belém.
take yr time mas "não se esqueça de mim , não se esqueça de mim , não desapareça........"
Abraço forte
Tadeu Schumann

Felipe Fonseca disse...

Pedro,
Adoro esse poema da Cecília que estava em algum lugar obscuro de minha memória. Muito bom tê-lo reavivado. Aproveita teu tempo, cada dia, de acordo com as necessidades do momento. Se tiveres que parar com o blog, que pare. Mas se der vontade de voltar, que volte. A vida é assim mesmo como o poema pinta - uma tela em branco por dia; uma tela pintada por dia.
Por falar em parar, escrevi um poema novo no meu, que estava há tanto tempo parado... Dá uma olhadinha lá. Forte abraço.

Felipe Fonseca disse...

Aos seguidores do Nelito que se interessarem, segue o link que peço vênia para postar aqui:
http://felipefonseca79.blogspot.com
Abraços,
Felipe.

Tozé Franco disse...

Um abraço amigo Pedro.
Que o regresso se faça em força.

Mari (Pedra de Alquimia) disse...

Pedro, fala sério! Vou lá pro Felipe Fonseca, homem de fé e coragem...

Carlos Ponte disse...

Que a paragem seja breve, meu amigo.
Um abraço.

Juliana disse...

Logo agora que criei o meu e comecei a lhe seguir...

Eduardo Bueres disse...

kkkkkKKK ! pô, Felipe Fonseca: pegou mal, este 'defunto' ainda esta fresquinho, sendo portanto muito cedo para a entrega dos seus brilhantes despojos.É que voce não sabe mas, certamente, ainda restam alguns bilhões de litros de nanquim invisível na pena de ouro e nos afiados dentes dos nervosos neurônios do mestre animal, Kane.
Quem conhece esse neto rebelado das depressões de Jocasta, sabe melhor que ninguém que ele é possuidor de um horror bem maior ao silêncio,que, propriamente, uma afeição sincera ao desejo de sumir. É uma pegadinha intelectual de primeiríssima, aguardem calmos...ele ressurgirá como Bruce Lee, impávido e bem mais cruel, abatendo a golpes precisos a mesmice pueril e a chatice que impera - feito praga - na blogosfera. Mas...lembrem-se: ele só volta se for chamado e mimado para tal,hein...kikikikikiki...

Citadino Kane disse...

Sandroka,
Viajei para lugares nunca antes visitado.
Estou com Deus...

Citadino Kane disse...

Tadeu,
Mataste.
Depois de contatar com Vital Lima, entendi que o nosso diálogo enriquece a nossa cultura paraense.
Bora continuar essa luta!
bjs

Citadino Kane disse...

Felipe,
Voltei.
Gosto dessas linhas...

Citadino Kane disse...

Tozé,
Em força multiplicada, conte comigo mano de além-mar!

Citadino Kane disse...

Mari,
Vou contigo!

Citadino Kane disse...

Carlos Ponte,
Foi breve!

Citadino Kane disse...

Juliana,
Não vais acreditar... Mas, voltei por ti.
Sério!
Não me perdoaria deixares de postar por minha causa...
Beijos,
Pedro

Citadino Kane disse...

KKKKKKKKKKK...
Bueres... És um desgraçado, ahahaha...
Voltei por ti.

Citadino Kane disse...

Felipe,
Vou seguir teu caminho...