domingo, julho 31, 2011

PARÁ UNIDO: GRANDE PARÁ.

Todos juntos pelo GRANDE PARÁ!



Que ninguém desconheça as suas raízes... Triste a vida do homem que não sabe de onde veio e para onde vai.
Peço a todos que abracem essa luta contra os aventureiros!!!
O Pará é nossa pátria, avante e sem medo de ser feliz!

Hino do Pará (Letra: Arthur Porto/ Música: Nicolino Milano)

Salve, ó terra de ricas florestas,
Fecundadas ao sol do equador!
Teu destino é viver entre festas,
Do progresso, da paz e do amor!
Salve, ó terra de ricas florestas,
Fecundadas ao sol do equador!

(Estribilho)
Ó Pará, quanto orgulho ser filho,
De um colosso, tão belo e tão forte;
Juncaremos de flores teu trilho,
Do Brasil, sentinela do Norte.
E a deixar de manter esse brilho,
Preferimos, mil vezes, a morte!

Salve, ó terra de rios gigantes,
D'Amazônia, princesa louçã!
Tudo em ti são encantos vibrantes,
Desde a indústria à rudeza pagã,
Salve, ó terra de rios gigantes,
D'Amazônia, princesa louçã!

quinta-feira, julho 28, 2011

A imagem diz tudo: Clube do Remo vulgo "Leão Azul".

Homenageados: Rogério Friza, Marcelo Costa, Davi Carneiro,
Lafayette Nunes, Lourenço Cesupa, Élcio Aláudio,
Flávio Portela, Xico Rocha,
Duda Bueres, Mauro Leão...
são muitos órfãos!

O cartunista Waldez num momento de rara iluminação, conseguiu captar subliminarmente o que existe na Antonio Baena com Almirante Barroso.
Precisa falar mais alguma coisa???
É a pura arte do cinema mudo, uma imagem valendo mais que mil palavras...

quarta-feira, julho 27, 2011

TODOS PELO GRANDE PARÁ!

Já pintei no muro de casa o logotipo da campanha contra a divisão do Pará.
É uma criação do publicitário Glauco Lima.
O Duda Mendonça foi contratado para fazer a campanha pela divisão do Pará. Falador e fanfarrão disse que o melhor para o Pará é a divisão, o engraçado é que o mesmo Duda Mendonça fez a campanha contra a divisão da Bahia... Ahahaha...
Por que ele não diz que fala o que a Vale do Rio Doce mandar ele falar, afinal de contas o minério é nosso, mas o ouro é da Vale!
Elementar meu caro!!!

TODOS PELO "GRANDE PARÁ"!!!

terça-feira, julho 26, 2011

Aprender a dobrar paraquedas ou se tornar o 1º eunuco da Amazônia?!

O Marcelinho parou de beber, viva!!!
Parou, parou... não parou!
Bebe agora cerveja sem álcool.
Sempre que nos encontramos e à medida que vamos ingerindo a bebida que o deus Dionísio inventou, o Marcelinho vai ficando chato.
O Rogério até me chama de lado e fala sussurrando: - Manda esse garaio embora.
Deixa o Marcelinho com a cerveja sem álcool dele!
Ele não é chato. É a minha opinião, ok?!
Uma história paid'égua que me contaram sobre o Marcelinho vou compartilhar com os meus bródis agora.
A família da esposa do MC(Marcelinho) tem um sítio lá para os lados de Marituba fronteira com Benfica, o ponto de referência para encontrar o sítio é o Motel "Só Prazer", segundo o MC passou do "Só Prazer" é dobrar e não tem erro é só alegria.
Certo dia o sítio estava sem freezer e o sogro do MC pediu que ele providenciasse gêlo. MC pegou o carro juntamente com sua querida esposa e foram atrás do famigerado gêlo.
A região onde fica o sítio é localizada na periferia de Belém, na área metropolitana, nos anos recentes ocorreram muitas invasões e ocupações consolidadas sem a presença do Estado, a violência é muito grande...
MC com a esposa chegaram num vendedor de gêlo, o estabelecimento todo gradeado, uma portinhola giratória de 1m², similar ao dos estabelecimentos bancários, por onde se colocavam os sacos de gêlos, butijões de gás e etc.
Na hora que o MC e esposa solicitaram um saco de gêlo e estavam pagando o comerciante pela grade, chegou um cabôclo fortão com cabelo rastáfari, segundo MC o cara deveria ter mais de 1m80...
MC e esposa se tremeram de medo, pensaram que seria um assalto, tão comum na região, mas ficaram só na moral.
O comerciante gritou para o MC: - Ei doutor olha o saco aí!
Quando a portinhola rodou e o saco de gêlo se mostrou, a esposa do MC percebeu que ele não teria força suficiente para levar o saco até o carro, aí ela toda cheia de sorriso falou para o cabôclo porrudo: - O Sr. poderia ajudar o meu marido?
O cara estava encostado no balcão, olhou para o MC que tem 1m55 e balançou a cabeça negativamente, acrescentando ainda a seguinte fala: - Bora lá meu irmão! Não vai fazer feio diante da patroa.
MC muito puto disse para a esposa: - Ei amor! Deixa comigo que eu me garanto.
Passando da fala para a ação, MC parou diante do saco de gêlo e fixou o olhar no mesmo, por alguns instantes ficou sério e balbuciando, talvez um mantra tibetano... Fechou os olhos e foi buscar forças em suas entranhas para em seguida abraçar o saco de gêlo e gritar: - Bora garaio!
Correu com o saco abraçado para o carro. Conseguiu. Missão cumprida?
Não.
Na verdade ele carregou meio saco de gêlo, era muiiito gêlo...
Faltava mais outra metade de gêlo.
MC não perdeu o rebolado e disse que ia buscar o outro saco, não precisa dizer que ele estava esbaforido, exausto e sem forças.
E novamente escutou do rastáfari: - Não vai fazer feio na frente da patroa.
Ele pensou calmamente: - Vou carregar esse saco e vou encher esse fdp de porrada.
Determinado se agarrou, novamente, no saco de gêlo, gritou e carregou para o carro, mas... sentiu alguma coisa, quando jogou o saco de gêlo no porta-mala do carro.
MC fez tanta força que ocorreu uma rotura da bolsa escrotal.
Ele viu a bolsa escrotal engrandecer, ficou doido, correu pra cima do Rastáfari e muquiou o cara na porrada.
MC disse que o cara era grande, mas não tinha o saco do tamanho dele, e aí usou da garganta, tapas, socos, chutes e muitas artes marciais que ele aprendeu nas ruas do Canudos (bairro onde não tem bandidos).
Dilema...
Após a refrega com o peão de quase dois metros (vejam como ficou o rosto do MC na foto acima), MC ficou pensativo, ele precisava urgentemente aprender como se dobrava paraquedas, ou teria que operar(retirar) o grande saco místico que se formou no seu baixo ventre.
Eis o dilema do MC, aprender a dobrar paraquedas ou se tornar o primeiro eunuco da Amazônia.
Façam as suas apostas!!!

Boxeur des rues

O tempo em que o Boxe era boxe...
Atendendo o pedido do atleta de fitness - Rogério Friza (precisa ver a coreografia dele, huuummm... deixa pra lá!).

Ô Payxão desgraçada!!!

A radiografia do meu coração.
O médico disse: - Precisamos operar!
Respondi sem pestanejar: - Pode deixar! Não quero me curar...
Ô payxão desgraçada!

sábado, julho 16, 2011

Agora vai Papão!!!

Infelizmente o maior clube de futebol do norte do Brasil está na 3ª divisão.
O Paysandu Sport Club, detentor da maior torcida da região norte, inicia o caminho de retorno para a elite do futebol brasileiro... Vamos com muita calma, sem cometer os erros do passado.
O problema maior do Paysandu está relacionado ao comando administrativo, o Papão é conduzido ao longo dos anos de forma amadora, lamentável! Resta depois dívidas e mais dívidas...
E olhem que disputamos uma Taça Libertadores, lembram?! Inesquecível a nossa participação, demos porrada em todo mundo da América do Sul: Cerro Portenho, Universidad do Chile, Boca Juniors...
Espero que o início de nossa participação na 3ª divisão seja alvissareira, afinal de contas esse clube possui, segundo pesquisa do IBOPE, 85% de todos os torcedores do Estado do Pará, os 15% restantes se dividem entre o Independente, Águia, Cametá... e o... ... Remo.
Bora subir Papão!!!

sexta-feira, julho 15, 2011

Santa ignorância by André Abreu

KFN: o 1º time de futebol da blogosfera!

Peguei corda!
Inédito!
Foi formado o primeiro time de futebol da blogosfera: - KFN (Kane Futebol e Notícias).
Já mandei confeccionar o uniforme do time e vou comprar uma bola.
Quero só ver se eu não jogo nesse time!
Quem for blogueiro aqui de Belém pode fazer contato que de repente tem uma vaga no banco de reserva, ahahaha...

Fuerza Paraguay!!!

Os três primeiros quadros temos duas torcedoras paraguaias, no último quadro uma singela e bem agasalhada torcedora venezuelana.
As torcedoras paraguaias não podiam ver as câmeras dos fotógrafos na Copa América, porque mostravam o decote, tatuagem, levantavam as saias para mostrar o documento... Ai meudeus!
Desde que a Riquelme colocou aquele celular entre as cordilheiras dos Andes, durante a Copa do Mundo de 2010, pronto! As paraguaias enlouqueceram...
As venezuelanas como nascem para serem coroadas misses em beleza, a discrição no olhar e sorriso encantam.
Paraguaias queridas, calma!
Sentimentos confusos se apossam da gente quando essas saias são levantadas generosamente, uma lascívia arrebenta no peito e se avoluma o desejo de sussurrar impunemente no ouvido de uma paraguaia: - Vem cá me ensinar o castellano, vem!

Aveiro (Pará)

Acima o município de AVEIRO do Estado do Pará.
Distância de Belém: 207 km.
Localização: mesorregião sudoeste do Pará.
Municípios limítrofes: Belterra, Itaituba, Juruti, Rurópolis e Santarém.
Unidades de conservação: Parque Nacional da Amazônia; Floresta Nacional do Tapajós e Reserva Extrativista Tapajós-Arapiuns.
Data de criação: 29/12/1961.
Área: 17.082,30 km2.
População: 20.266 habitantes.
Clima: 25,6ºC (média anual).
Umidade do ar: acima de 80%.
Período mais chuvoso: Dezembro a junho.
Vegetação: Florestas densas e abertas mistas.
Recursos hídricos: Rios Tapajós, Capuri, Andirá, Mamurú e Arapiuns; Igarapés Parone, açú, Arara e Furo do Custódio.
Economia:
1. agropecuária: 20,26%.
2. indústria: 9,97%.
3. serviços: 69,77%.
Banco: Bradesco.
Manifestações culturais: festas da santa padroeira, de São José do Sagrado Coração de Jesus, de São João Batista e do Balão Vermelho.
Padroeira: Nossa Senhora da Conceição.
IDH: 0,635.

O poeta e a língua do boi.

Propagandas ideológicas...

Caramba!
A propaganda capitalista acerta na nossa veia libidinosamente, né?!
O soviete russo expunha esse cabôclo brabo e todo musculoso com uma marreta no ombro...
Será que a loirinha está no Iraque?

quinta-feira, julho 14, 2011

Livros baratos pra caramba!!!

Onde???
Eu gosto de livros, tem gente que não gosta.
A dica vai para quem gosta, ok?!
O HiperLíder da Doca colocou um bocado de livros em promoção, os preços: R$4,90/ R$9,90/ R$14,90.
Comprei muitos livros de filosofia/história/ciência política/psicanálise/romances.
Um livro que comprei por R$4,90 encontrei na Livraria Newstime com o preço de R$48,00.
Pode ir lá! Já catei os que me interessavam, ahahaha...
O meu carro estava cheio de livros, tive que sair com minha filha e quando estacionei disse pra ela: - E agora o que faço com todos esses livros aqui?
Ela me respondeu tranquilamente: - Pai pode deixá-los aí mesmo, os bandidos não gostam de livros...
É verdade!
Os bandidos detestam o mundo dos livros...

Vale-Tiririca para a oposição perdida...

Resolvi postar sobre algo que incomoda muita gente, pessoas que se consideram "muito entendida" em tudo.
Talvez nem seja algo consciente, resquício de uma cultura elitista que forjou um país atravessado por contradições...
Na formação do Estado brasileiro se fortaleceu a ideia de que o povo miúdo não tem nada a dizer, basta verificar como a Constituição outorgada de 1824 tratou da participação política, censitária, só os que eram proprietários e com rendimentos altos votavam e eram votados. Na República a participação também era restrita.
O povo miúdo tratado como gado, daí a expressão "curral eleitoral"...
Confesso que ponderei por diversas vezes sobre um tema que dominou a eleição passada: - A candidatura do palhaço Tiririca.
Algumas pessoas indignadas falavam da vergonha que estava preste a se concretizar com a eleição do "palhaço Tiririca".
Quando eu começava a expor o meu ponto de vista, elas ficavam assustadas comigo.
O meu argumento era muito simples, dizia para os "indignados" que o palhaço Tiririca tinha legitimidade para postular uma vaga no parlamento federal e que deveríamos primeiro esperar o seu desempenho na Câmara Federal para depois julgá-lo...
Mesmo não tendo afinidade ideológica com o palhaço Tiririca fiz a defesa de sua candidatura em nome dos valores democráticos que norteiam os meus passos.
O processo cultural brasileiro engendrou, a partir da cabeça da elite, que só aquele que formalmente se habilitasse através dos saberes oficiais poderia participar ativamente da política nacional. O positivismo comteano tão em voga no Brasil, no final do século XIX, sedimentou a mentalidade de que o proletariado deveria se submeter à liderança natural do patronato... e não esqueçam dos bordões - "a política é pra quem tem dinheiro" e "cada macaco no seu galho".
Mas, o tema era o Tiririca.
Não tenho simpatia pelo Partido da República, pergunto aos amigos da blogosfera: - Quantos "palhaços" foram eleitos pelo PSDB/DEM???
Ah! esqueci... Muitos doutores, né?!
A mídia/elite fará um coro acentuando a seriedade desses parlamentares... ahahaha...
A oposição tem que aprender com o Tiririca e ser mais propositiva, não?!
Pra quem quer criticar o Tiririca, o Romário e o Popó, primeiro verifique os projetos apresentados pelo candidato que foi eleito com o seu voto.
O palhaço Tiririca é muito engraçado, um humor chaveano, me espoco de rir.
O Tiririca tem projetos direcionados para os excluídos é só checar abaixo, os tucanos e demos estão direcionando as suas preocupações para a classe média, será que conquistarão esse segmento da sociedade com o debate da maconha? Uma coisa é certa o fumacê feito pelo FHC e mídia/elite pode sufocar a tísica oposição, aquela que não foi...

ABC do Tiririca
Tiririca propôs que analfabetos com mais de 18 anos recebam um auxílio do Estado. O benefício só seria garantido para quem se matriculasse no curso de alfabetização e obtivesse uma frequência de 85% às aulas. Em sua justificativa, Tiririca afirmou que o Censo 2010 apontou que há, no País, mais de 14 milhões de analfabetos com idade superior a 15 anos. Porém, o número pode ser ainda maior, porque no Brasil “todo e qualquer indivíduo que consiga ler ou escrever um bilhete simples, de algumas poucas palavras, já não é considerado como analfabeto”.

Palhaço ampara circenses
Palhaço de circo, o deputado formulou um projeto que prevê assistência social a pessoas e famílias que desenvolvam atividades circenses e demais diversões. Em sua justificativa, Tiririca chama atenção para mudanças nos meios de lazer que geraram queda no faturamento das bilheterias do circo. Assim, esses trabalhadores ficaram prejudicados no acesso aos direitos básicos como saúde, educação e moradia.

Vale-Livro do Tiririca
Outro projeto de Tiririca altera a Política Nacional do Livro. O deputado justifica o projeto ao afirmar que o governo já empreende programas de estímulo, mas “muitos alunos são obrigados, ao final do ano letivo, a devolver o material. Dessa maneira, o livro didático não pertence ao aluno, mas sim à escola que repassa a outros estudantes”. O Vale-Livro, dessa maneira, criaria, segundo o texto, “uma nova cultura literária nas escolas e na sociedade”, pois o aluno poderá escolher livros para levar para casa e formar uma “pequena biblioteca pessoal”.


Música boa!

Para quem gosta de Jazz.
Anote o nome de Nnenna Freelon.
Escuto e reescuto o CD Heritage, bom pra cacete!!!

Voltei, voltamos!

Amigos e amigas da blogosfera,
Todos perceberam que retornei, postei...
Vou tentar estabelecer um novo formato para o blog.
Qual o formato?
Não sei.
Até sei, mas depois eu digo.

quarta-feira, julho 13, 2011

Ave Facebook!!!

O Facebook fez o milagre de me religar aos amigos da Faculdade de Sociologia... Muita emoção...
Já estamos programando para o ano que vem uma reunião regada à cerveja, era o que bebíamos na época, o pão-nosso diário ao final da tarde e entrando pela noite.
Por que ano que vem?
Muito simples, a maior parte dos amigos mora fora de Belém e do Estado.
Legal falar pelo Facebook com o Hugo Silibanim o "motoqueiro carniceiro", é professor de faculdade em São Paulo.
Socorrinha, Ray, Helena, Juliete... Todas adicionadas.
Uma lembrança que me persegue, um dia na casa da Ray, sábado pela manhã, ela me ofereceu uma bebida esquisita: cachaça, leite, limão, sangue de onça, tudo misturado e por último se acrescentou na mistura "segredos de virgens muçulmanas"... Ai meudeus! Até hoje, sinceramente, não sei como cheguei em casa: - Ô bebida paid'égua!

Ave Facebook!!!