domingo, outubro 09, 2011

O Círio de Nazaré num pedacinho de papel.

O Círio de Nossa Senhora de Nazaré sempre marcou a minha vida...
Lembro-me quando era criança, minha mãe anotava num pedacinho de papel o meu nome, o nosso endereço, telefone para contato e colocava no bolso da minha camisa. Ela me olhava firme e dizia: - Filho não vai te perder de mim.
E lá íamos, cheios de fé, agradecer a Nossa Senhora pela esperança de dias melhores.
Hoje, no dia da santinha, as ruas transbordam de emoções, risos, choros, aplausos e mãos suplicantes erguidas em direção da berlinda... A santa na berlinda, passando... um rio de pessoas acompanhando a berlinda, a santa passa e vai adiante como se singrasse um mar misterioso.
Olho para a santa e lembro de minha mãe dizendo para que eu não me perdesse dela...
Nazaré mãe de Jesus, por onde anda teu filho?
Perdido na multidão?
E a multidão a procurar por ele...
Nazaré mãe de Jesus menino, por que não escreveste num pedacinho de papel o nome dele, o endereço e como devolvê-lo aos pais?
Ele não se perdeu de ti, o vejo em teu colo.

Minha mãe é Maria e também Nazaré...

4 comentários:

Anônimo disse...

Pedroca.
não sou católica mais admiro e respeito a Fé dos católicos,o Círio é realmente muito bonito .

bjs

Citadino Kane disse...

Anônimo,
Não sou católico, também.
A fé dos católicos me acompanha, sempre!
abs

elvira carvalho disse...

Que texto lindo Pedro. Eu não sou católica praticante, mas o sou por convicção e sempre me emociono quando leio um trecho bíblico ou leio um texto como este.
Um abraço e um bom dia

Citadino Kane disse...

Elvira,
O catolicismo ainda é muito presente aqui em casa...
Um bom final de semana.
abs