terça-feira, agosto 28, 2012

Pará: educação tucana.

Os dados do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) de 2011, divulgados recentemente pelo Ministério da Educação (MEC), mostram que sete Estados não cumpriram suas metas específicas: Rondônia, Roraima, Pará, Amapá, Sergipe, Espírito Santo e Rio Grande do Sul.
O Ideb de 2011 caiu em relação ao desempenho alcançado em 2009 nos Estados de Acre (passou de 3,5 em 2009 para 3,4 em 2011), Pará (de 3,1 para 2,8), Maranhão (de 3,2 para 3,1), Paraíba (de 3,4 para 3,3), Alagoas (de 3,1 para 2,9), Bahia (de 3,3 para 3,2), Espírito Santo (de 3,8 para 3,6), Paraná (de 4,2 para 4) e Rio Grande do Sul (de 3,9 para 3,7).
Reparem o quanto retrocedemos com o governo tucano, incrível!
Somos os piores do Brasil...
Não bastasse o ensino básico, sangramos, também, em praça no ensino médio. No ensino médio aparece mais uma vez em primeiro lugar Santa Catarina, com 4,3, seguida de São Paulo (4,1), Paraná (4), Minas Gerais (3,9) e Mato Grosso do Sul (3,8). Alagoas aparece na penúltima posição, com 2,9, e o Pará ficou em último, com 2,8.
Falar o quê?
Jorge Benjor mandaria chamar o síndico...
Chamem o síndico, por favor!

Um comentário:

as-nunes disse...

Olá Pedro, as coisas da estatística da educação no Brasil parece wque não estão a correr lá muito bem, hem?

Nós por cá andamos na forma do "costume" dos últimos anos:
em decadência acelarada!

Um abraço